TOM HOLLAND - RESPONDE ÀS 7 PERGUNTAS CAPITAIS


Tom Holland é um grande diretor do cinema de horror. Fez ótimos filmes, sendo que num deles há um certo boneco que habita a casa de milhares de colecionadores como eu: Chucky - o brinquedo assassino. Também dirigiu um dos filmes de vampiros mais inspirados da história: "A hora do espanto", um dos melhores filmes do gênero que já assisti. 

Abaixo a entrevista que fiz com Tom, um senhor simpático e direto. Parece que já sabia todas as respostas antes mesmo que eu perguntasse. Talvez seja meu bate papo mais rápido. Mas um prazer imenso, além de ser a primeira entrevista internacional que eu publiquei.

Confiram abaixo, as 7 perguntas capitais:


1) Quando começou a trabalhar na indústria do cinema?

T.H.: Comecei como no teatro jovem e depois fui galgado os degraus. O começo foi no Actor's Studio. Trabalhei em filmes como O Segredo Íntimo de Lola, no final da década de 70.

M.V.: Caramba, o filme do francês Jacques Demy. Eu não fazia ideia...


2) Qual experiência na sua vida dedicada ao cinema que foi mais marcante?

T.H.: Os dias que trabalhei com Tony Perkins em Pscicose 2.

M.V.: Perkins parecia ser um cara adorável. Ele foi casado com a bailarina Berry Berenson (que era irmã de uma atriz, Marisa Berenson), que morreu no 11 de setembro. Ela estava em um dos aviões... Não sei se soube.

T.H.: Sério? Não sabia deste fato.


3) Qual filme considera o melhor trabalho de sua careira?

T.H.: "A hora do espanto" é o meu filme mais querido.

M.V.: "A hora do espanto"  é um dos filmes da minha vida. O filme parece ser um daqueles casos em que tudo funciona. É uma produção inspiradíssima, e ainda acabou se tornando cult movie.

T.H.: Obrigado


4) Ainda sobre seus filmes, imaginou, lá nos anos 80, que "Brinquedo Assassino" e "A hora do espanto" se tornariam tão grandes e respeitados no futuro?

T.H.: Nunca imaginei que  "Brinquedo Assassino" e "A hora do espanto"  teriam sido tanto impacto e que pessoas continuariam falando deles. Nem pensamos nas sequências na época. Nunca imaginaríamos que os filmes teriam esta longevidade.

M.V.: E o interesse naqueles personagens continua. Brinquedo está no sétimo e curiosamente, esta sendo dirigido pelo roteirista do seu filme de 1988, Don Mancini. Ele também dirigiu outros 3 filmes !!! E ainda foi feito um remake e ele tem planos para uma série de TV.


5) Agora falando do cinema em geral, existe uma lista  de filmes que mais gosta? Tipo...os "filmes da sua vida"?

T.H.: Eu nunca poderia listar meus favoritos. São muitos. Clássicos são o que me importam. Hitchcock, Kurosawa, etc.

M.V.: Eu amo Sete samurais e Psicose, dos diretores que citou.

T.H.: Eu também.


6) Agora fale um pouco dos seus próximos projetos, tanto os que estão acontecendo quanto os que estão por vir.

T.H.: Acabei de completar o roteiro para as telas de '10 O'clock people' de  Stephen King . Produzimos o filme juntos.

M.V.: Stephen King é um cara que definitivamente não sai do imaginário cinematográfico. Está sempre no radar dos produtores, e seus temas envolvem personagens sempre muito atuais.

7) Para finalizar, se pudesse nos deixar uma lição sobre sua vida dedicada ao cinema, qual seria?

T.H.: Nunca pare de criar

M.V.: Obrigado amigo. Foi uma honra.



Tecnologia do Blogger.