MORRE ETTORE SCOLA


Foi um dos mais importantes diretores italianos de cinema.

Estudou Direito em Roma, passando depois ao jornalismo e ao rádio. Ali travou conhecimento com gente do cinema para os quais começou a trabalhar como argumentista, o que fez entre 1954 a 1963. Neste período, em parceria com Ruggero Maccari, escreveu argumentos para Antonio Pietrangeli e Dino Risi.

Sua estreia como realizador deu-se em 1964, com a comédia Fala-se de mulheres. Seguiram-se outros filmes, como Nós que nos amávamos tanto, de 1974, que ganhou o Prêmio César de melhor filme estrangeiro.

Morreu em Roma em 19 de janeiro de 2016.


Tecnologia do Blogger.