MORRE YONÁ MAGALHÃES



Morreu no Rio, na manhã desta terça-feira (20), a atriz Yoná Magalhães, de 80 anos. Ela estava internada, desde o dia 18 de setembro, na Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio. A atriz estava no CTI do hospital devido a um problema cardíaco.

Atriz de Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964), Yoná Magalhães entrou para a vida artística para ajudar a família quando o pai ficou desempregado. “Eu tinha que ajudar de alguma maneira, não sabia muito como, queria continuar os meus estudos. Gostava de brincar de teatro, essas coisas que todo mundo faz. Então eu digo: ‘Quem sabe não é por aí, né?’ Fui fazendo pequenas pontas, pequenos papéis, isso em meados da década de 1950, até que consegui um contrato com a Rádio Tupi”.

Yoná começou a sua carreira na rádio e TV Tupi em 1954, desempenhando pequenos papéis e fazendo figuração. Depois de muito trabalho, teve a sua grande chance e surgiram os grandes papéis e personagens de destaque. Tudo isto ainda antes do video-tape. Quando este surgiu, Yoná já estava casada com o produtor Luís Augusto Mendes, pai do seu filho: Marcos Mendes.

Apesar de estar afastada do Rio de Janeiro, tendo ido morar para a Bahia, não abandonou o trabalho. Em Salvador, com o grupo A Barca, formado por ex-alunos da escola de teatro e sob a direção de Luís Carlos Maciel, participou em grandes clássicos da TV Itapoã. Convidada por Glauber Rocha, participou também em A Rosa de Deus e em Diabo na Terra do Sol, filmando em Monte Santo, na Bahia.

No teatro trabalhou com vários autores brasileiros como: Vicente Pereira, Nelson Rodrigues, Plínio Marcos, Guilherme Figueiredo, Miguel Falabella, Pedro Bloch, Alcione Araújo e Carlos E. Neves. Contudo, dedicou-se mais à televisão, onde realizou a maioria dos seus trabalhos.

Em 1964 volta ao Rio de Janeiro, grávida, tendo sido neste ano que nasceu Marcos. Ainda antes de voltar ao vídeo, foi dirigida por Sérgio Cardoso, tendo recebido um convite da atriz Nathália Timberg para trabalhar na peça Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, encenada no Teatro Municipal. Participou ainda nas montagens de Terror e Miséria no Terceiro Reich, de Bertolt Brecht, e em Os Físicos, de Dürrenmat, antes de criar sua própria Companhia, com a qual encenou O Pecado Imortal e Os Inimigos Não Mandam Flores, de Pedro Bloch.

A popularidade veio em Março de 1966, quando foi convidada por Walter Clark para participar na novela Eu Compro Essa Mulher (1966), de Glória Magadan, onde formou par com o ator Carlos Alberto, sendo o primeiro par romântico da emissora. A atriz trabalhou ainda em outras novelas da mesma autora, tais como O Sheik de Agadir (1966), com Leila Diniz e Marieta Severo, A Sombra de Rebecca (1967), O Homem Proibido (1968), A Gata de Vison (1968/1969), onde contracenou com Tarcísio Meira e Geraldo Del Rey, e A Ponte dos Suspiros (1969). Com o ator Carlos Alberto Yoná formou a dupla mais famosa da televisão brasileira.

Veja o comunicado enviado pela assessoria de imprensa do hospital:

Rio de Janeiro, 20 de outubro de 2015 – A Casa de Saúde de São José, no Humaitá, lamenta o falecimento da atriz Yoná Magalhães às 10h05 desta terça-feira, dia 20 de outubro. De acordo com o hospital, a paciente deu entrada no pronto-atendimento de Cardiologia no dia 18 de setembro e foi submetida a uma cirurgia para corrigir uma insuficiência cardíaca. Após o procedimento, ela foi internada na UTI, mas apresentou complicações pós-operatórias que levaram ao falecimento nesta manhã.

TRABALHOS SELECIONADOS


NOVELAS

2013 - Sangue Bom - Glória Pais
2011 - Tapas & Beijos - Leda
2009 - Cama de Gato - Adalgisa
2009 - Tudo Novo de Novo - Esther (episódios: "Sogras e Lagartos" e "Intimidades")
2008 - Negócio da China - Suzete Noronha
2008 - Dicas de Um Sedutor - Eliana (episódio: "Amor e Amizade")
2007 - Paraíso Tropical - Virgínia Batista
2005 - Carga Pesada - Edna
2005 - Sob Nova Direção - Daslusa Fragoso
2004 - Senhora do Destino - Flaviana
2004 - Um Só Coração - Lígia do Amaral
2003 - Agora É Que São Elas - Sofia
2001 - As Filhas da Mãe - Violante Ventura
2001 - A Padroeira - Úrsula
1999 - Vila Madalena - Abigail Ramirez (Bibiana)
1998 - Era uma Vez - Anita
1996 - Anjo de Mim - Ivete
1995 - A Próxima Vítima - Carmela Ferreto de Vasconcellos
1994/99 - Você Decide
1993 - Sonho Meu - Magnólia
1992 - Despedida de Solteiro - Lola
1990 - Meu Bem, Meu Mal - Valentina Venturini
1989 - Tieta - Tonha
1988 - Vida Nova - Lalá
1987 - O Outro - Índia do Brasil
1985 - Roque Santeiro - Matilde
1984 - Amor com Amor se Paga - Grace (Maria da Graça)
1983 - Maçã do Amor - Lia (TV Bandeirantes)
1982 - Os Imigrantes - Terceira geração - Mercedita (TV Bandeirantes)
1981 - Os Imigrantes - Mercedes (TV Bandeirantes)
1980 - Dulcinéa Vai à Guerra - Pepita (TV Bandeirantes)
1980 - Cavalo Amarelo - Pepita (TV Bandeirantes)
1979 - Gaivotas - Maria Emília (TV Tupi)
1978 - Sinal de Alerta - Talita
1977 - Espelho Mágico - Nora Pelegrini
1976 - Saramandaia - Zélia Tavares
1975 - O Grito - Kátia
1975 - Cuca Legal - Fátima
1974 - Corrida do Ouro - Valquíria
1973 - O Semideus - Adriana
1972 - Uma Rosa com Amor - Nara Paranhos de Vasconcellos
1970 - Simplesmente Maria - Maria (TV Tupi)
1969 - A Ponte dos Suspiros - Leonor Dantolo
1968 - A Gata de Vison - Dolly Parker / Meggy Parker
1968 - Demian, o Justiceiro - Princesa Surama
1967 - A Sombra de Rebeca - Suzuki
1966 - O Sheik de Agadir - Janette Legrand
1966 - Eu Compro Esta Mulher - Maria Teresa
1959 - Trágica Mentira - (TV Tupi)
1955 - As Professoras - (TV Tupi)

MINISSÉRIES

1995 - Engraçadinha... Seus Amores e Seus Pecados - Geni
1985 - Grande Sertão: Veredas - Maria Mutema
FILMES

1958 - Alegria de Viver
1958 - Pista de Grama
1964 - Deus e o Diabo na Terra do Sol
1965 - Society em Baby-Doll
1967 - Opinião Pública

TEATRO

Terror e Miséria
Os Físicos
Socity em Baby
Os Inimigos Não Mandam Flores
Balbina de Inhansãn
Vestido de Noiva
Mulher Integral
Falção Peregrino
Vagas para moças de Fino Trato
A Partilha
O Milagre da Santa


Tecnologia do Blogger.