OSCAR 1954 - VENCEDORES E CURIOSIDADES

Audrey Hepburn com Jean Hersholt.

1954




A UM PASSO DA ETERNIDADE
          
Melhor Filme
A Um Passo da Eternidade
Melhor Ator
O Inferno Nº 17: William Holden
Melhor Atriz
A Princesa e o Plebeu: Audrey Hepburn
Melhor Ator Coadjuvante
A Um Passo da Eternidade: Frank Sinatra
Melhor Atriz Coadjuvante
A Um Passo da Eternidade: Donna Reed
Melhor Diretor
A Um Passo da Eternidade: Fred Zinnemann
Melhor Roteiro
A Um Passo da Eternidade
Melhor História Original
A Princesa e o Plebeu
Melhor História e Roteiro
Náufragos do Titanic
Melhor Fotografia Colorida
Os Brutos Também Amam
Melhor Fotografia em Preto-e-Branco
A Um Passo da Eternidade
Melhor Direção de Arte em Preto-e-Branco
Júlio César
Melhor Direção de Arte Colorida
O Manto Sagrado
Melhor Figurino em Preto-e-Branco
A Princesa e o Plebeu
Melhor Figurino Colorido
O Manto Sagrado
Melhor Som
A Um Passo da Eternidade
Melhor Edição
A Um Passo da Eternidade
Melhor Efeitos Visuais
A Guerra dos Mundos
Melhor Canção Original
Ardida como Pimenta: "Secret Love".
Melhor Trilha Sonora em Musical
Sua Excelência, a Embaixatriz
Melhor Trilha Sonora em Comédia ou Drama
Lili
Melhor Curta (Dois Rolos)
Na Região dos Ursos
Melhor Curta (Um Rolo)
Overture to The Merry Wives of Windsor
Melhor Animação em Curta-Metragem
O Tatá, O Fifi, O Plim e o Chibum
Melhor Documentário em Curta-Metragem
O Esquimó do Alasca
Melhor Documentário
O Drama do Deserto



Até aquele momento, "A Um Passo da Eternidade" foi o primeiro filme a empatar com recorde de mais vitórias no Oscar - foram 8 estatuetas como "... E O Vento Levou".


"A Um Passo da Eternidade" teve todos os cinco de seus principais atores e atrizes nomeados, nas categorias principais e coadjuvantes.


Audrey Hepburn ganhou o Oscar de Melhor Atriz em seu sétimo filme, mas primeiro filme americano e primeiro papel principal.


Walt Disney alcançou um marco na cerimônia da premiação  - como o indivíduo com mais Oscars em um único ano.  Ele ganhou o prêmio em quatro categorias: Melhor Animação em Curta-Metragem, Melhor Curta (Dois Rolos),  Melhor Documentário e Melhor Documentário em Curta-Metragem.

William Holden deu um dos mais curtos discursos do Oscar ao ganhar como Melhor Ator: "Obrigado".

Todos os grandes vencedores neste ano de 1953 eram filmes em preto-e-branco.

Estima-se que 43 milhões de telespectadores assistiram a premiação.



"Os Corruptos"
EM TODAS AS CATEGORIAS

Alan Ladd por "Os Brutos Também Amam"
MELHOR ATOR

"Os Homens Preferem as Loiras"
EM QUALQUER CATEGORIA

James Stewart por "O Preço de um Homem"
MELHOR ATOR

JOSEPH BREEN

"pela administração, conscienciosa, liberal e digna do Código de Produção Cinematográfica".




13 - A Um Passo da Eternidade
10 - A Princesa e o Plebeu
6 - Lili
6 - Os Brutos Também Amam
5 - Júlio César
5 - O Manto Sagrado
3 - A Roda da Fortuna
3 - Ingênua Até Certo Ponto
3 - O Inferno Nº 17
3 - Ardida como Pimenta
3 - A Guerra dos Mundos
2 - Seu Nome e Sua Honra
2 - Sua Excelência, a Embaixatriz
2 - Os Cavaleiros da Távola Redonda 2 - Martim Lutero
2 - Mogambo
2 - O Destino Me Persegue
2 - Titanic
2 - A Rainha Virgem







Tecnologia do Blogger.