OSCAR 1952 - VENCEDORES E CURIOSIDADES

    Humphrey Bogart e Lauren Bacall, e o seu filho segura o Oscar de Melhor Ator.


1952




SINFONIA EM PARIS         



Melhor Filme
Sinfonia de Paris
Melhor Ator
Uma Aventura na África: Humphrey Bogart
Melhor Atriz
Uma Rua Chamada Pecado: Vivien Leigh
Melhor Ator Coadjuvante
Uma Rua Chamada Pecado: Karl Malden
Melhor Atriz Coadjuvante
Uma Rua Chamada Pecado: Kim Hunter
Melhor Diretor
Um Lugar ao Sol: George Stevens
Melhor Roteiro
Um Lugar ao Sol
Melhor História Original
Ultimato
Melhor História e Roteiro
Sinfonia de Paris
Melhor Fotografia Colorida
Sinfonia de Paris
Melhor Fotografia em Preto-e-branco
Um Lugar ao Sol
Melhor Direção de Arte em Preto-e-branco
Uma Rua Chamada Pecado
Melhor Direção de Arte Colorida
Sinfonia de Paris
Melhor Figurino em Preto-e-branco
Um Lugar ao Sol
Melhor Figurino Colorido
Sinfonia de Paris
Melhor Som
O Grande Caruso
Melhor Edição
Um Lugar ao Sol
Melhor Efeitos Visuais
O Fim do Mundo
Melhor Canção Original
Órfãos da Tempestade: "In the Cool, Cool, Cool of the Evening"
Melhor Trilha Sonora em Musical
Sinfonia de Paris
Melhor Trilha Sonora em Comédia ou Drama
Um Lugar ao Sol
Melhor Curta (Dois Rolos)
Nature's Half Acre
Melhor Curta (Um Rolo)
World of Kids
Melhor Animação em Curta-metragem
The Two Mouseketeers
Melhor Documentário em Curta-metragem
Benjy
Melhor Documentário
Fui Comunista para o F.B.I.



"Sinfonia de Paris" foi apenas o terceiro musical a ganhar o Oscar de Melhor Filme. (Os dois vencedores anteriores foram "A Melodia da Broadway" e "Ziegfeld - O Criador de Estrelas").

Este foi o primeiro ano em que o Oscar de Melhor Filme foi dado para os produtores do filme, em vez de para o estúdio que lançou o filme.

"Sinfonia de Paris" também foi o primeiro filme a cores a ganhar um Oscar desde "...E O Vento Levou" (1939) , e um dos poucos vencedores de Melhor Filme que não recebeu indicações em categorias de atuação.

"Uma Rua Chamada Pecado" tornou-se o primeiro filme a ganhar três Oscars por atuação (Vivien Leigh de Melhor Atriz, Karl Malden de Melhor Ator Coadjuvante, e Kim Hunter de Melhor Atriz Coadjuvante).

Katharine Hepburn recebeu a sua quinta indicação ao Oscar de Melhor Atriz por "Uma Aventura na África".

"Rashomon" ganhou o prêmio especial da Academia como Melhor Filmes Estrangeiro para o Japão. E assim, Akira Kurosawa entrava nos holofotes do Oscar.

O épico indicado "Quo Vadis" foi o filme mais caro do ano e um dos orçamentos mais altos da MGM. Obteve 8 indicações e saiu com as mãos completamente vazias. Assim, tornou-se um dos grandes perdedores da premiação e um dos maiores fracassos do estúdio no Oscar.


"Alastair Sim" por "Contos de Natal"
MELHOR ATOR

"O Dia em que a Terra Parou"
MELHOR SOM E EFEITOS VISUAIS

"Uma Aventura na África"
MELHOR FILME

"Dizem que é Pecado"
MELHOR ROTEIRO



"na apreciação de sua versatilidade como ator, cantor, diretor e dançarino, e especificamente para suas brilhantes conquistas na arte da coreografia no filme "Sinfonia em Paris".



12 - Uma Rua Chamada Pecado
9 - Um Lugar ao Sol
8 - Sinfonia de Paris
8 - Quo Vadis
5 - David e Betsabá
5 - A Morte do Caixeiro Viajante
4 - Uma Aventura na África
4 - Chaga de Fogo
3 - O Grande Caruso
2 - Ainda Há Sol em Minha Vida
2 - Só Resta a Lembrança
2 - Decisão Antes do Amanhecer
2 - Homens Rãs
2 - Órfãos da Tempestade
2 - Conflitos de Amor
2 - Escândalos na Riviera
2 - O Barco das Ilusões
2 - Contos de Hoffmann
2 - The Well
2 - O Fim do Mundo








Tecnologia do Blogger.