ANDREI TARKOVSKY - FILMOGRAFIA


Diretor

1986 O Sacrifício
Título original: Offret
Roteiro:  Andrei Tarkovsky
Elenco:  Erland Josephson, Susan Fleetwood, Allan Edwall
Duração: 142 min

Alexander, um jornalista e ex-ator e filósofo, diz ao filho pequeno como ele está preocupado com a falta de espiritualidade da humanidade moderna. Na noite de seu aniversário, a terceira guerra mundial irrompe. Em seu desespero Alexander transforma-se em uma oração a Deus, oferecendo seu tudo para que a guerra não tenha realmente acontecido.

1983 Tempo de Viagem (Documentário)

Título original: Tempo di viaggio
Roteiro: Tonino Guerra, Andrei Tarkovsky
Elenco:  Tonino Guerra, Andrei Tarkovsky
Duração: 62 min

Em 1979 Andrei Tarkovski está na Itália na companhia do poeta e argumentista italiano Tonino Guerra. Ambos vão, por um mês, iniciar um Tempo di Viaggio, uma jornada, física e espiritual, à descoberta de um local, também ele real e mental, marcado no espírito de Tarkovski para as filmagens de Nostalghia. Guerra, o anfitrião, conduz o realizador russo através das belezas tradicionais e turísticas da Itália, de Nápoles em direção a sul, por Sorrento e Lecce. Mas Tarkovski procura um lugar secreto, já visualizado, objeto de uma escolha que só ele sabe qual é, mesmo antes de lhe dar forma. A sua tensão interior libertou-se da realidade para se transformar numa relação emocional e contemplativa com essa realidade. Andrei sabe que tudo se encaixará de uma forma sutil e única num só local e num estado de alma. Durante este tempo de viagem as estradas da Itália e as vilas, as árvores e as piazzas alternam com as imagens de casas, varandas e jardins traseiros onde Tonino e Andrei refletem sobre os fundamentos do artista e como ele - refere o russo - se deve sacrificar pela sua arte; para que o que fizer contenha as belezas, acrescenta Tonino Guerra.

1983 Nostalgia

Título original: Nostalghia
Roteiro: Tonino Guerra, Andrei Tarkovsky
Elenco:  Oleg Yankovskiy, Erland Josephson, Domiziana Giordano
Duração: 125 min

Jornada mística do poeta russo Andrei Gorchakov à Itália em busca de um novo modo de vida. Depois de 3 meses, viajando em companhia de Eugenia, uma atriz italiana, chegam a um pequeno vilarejo ao norte da Itália. Frustrado e deprimido por ainda não ter encontrado seu caminho, Gorchakov mergulha em seu passado, isolando-se em impenetrável silêncio.

1979 O primeiro dia

Título original: Pervyj Dyen
Roteiro: Andrey Konchalovskiy
Elenco: Natalya Bondarchuk, Anatoliy Papanov
Duração: ??

Alguns membros da equipe e elenco relataram que todas as filmagens principais foram de fato concluída, e a interrupção do Goskino (comissão de cinema da URSS) veio tarde demais, embora eles tentaram confiscar os negativos. 

Tarkovsky se espalhou o boato, em especial para as pessoas do Goskino, que ele pessoalmente destruiu os negativos, embora a maioria acredita que esta foi apenas um estratagema para satisfazer Goskino, e os negativos foram segregadas em algum lugar. Ninguém até hoje sabe onde está o filme. Sem nunca ser editado a partir do material bruto, é agora considerado perdido, e não destruídos.

1979 Stalker

Título original: Stalker
Roteiro:  Boris Strugatskiy
Elenco:  Alisa Freyndlikh, Aleksandr Kaydanovskiy, Anatoliy Solonitsyn
Duração: 163 min

Após a suposta queda de meteoritos numa região do planeta, essa região adquire propriedades estranhas e é chamada de Zona. Dentro da Zona, diz a lenda ter o Quarto, que seria um lugar onde todos os seus desejos são realizados. Temendo que a população invada a Zona à procura do Quarto, o exército a isola, mas eles próprios não têm coragem de entrar nela. Apenas alguns poucos, chamados Stalkers, têm habilidade suficiente para entrar e sobreviver lá dentro. Um dia, um escritor famoso e um físico contratam um Stalker para os guiarem ao Quarto, sem exatamente saber o que procuram.

1975 O Espelho

Título original: Zerkalo
Roteiro:  Aleksandr Misharin,  Andrei Tarkovsky 
Elenco:  Margarita Terekhova, Filipp Yankovskiy, Ignat Daniltsev
Duração: 108 min

Um homem em seus últimos dias de vida relembra o passado. Entre as memórias pessoais da infância e adolescência, da mãe, da Segunda Guerra Mundial e de um doloroso divórcio, estão também momentos que contam a história da Rússia numa mistura de flashbacks, tomadas históricas e poesia original.

1972 Solaris

Título original: Solyaris
Roteiro: Fridrikh Gorenshteyn
Elenco:  Natalya Bondarchuk, Donatas Banionis, Jüri Järvet
Duração: 167 min 

Solaris é um planeta distante, que vem sendo constantemente estudado há décadas, e cujo mistério sobre seu oceano ainda não foi esclarecido, nem seus efeitos. Por falta de interesse e resultados, a solarística está morrendo; aliado a isto, os membros na estação espacial que orbita o planeta estão sendo afetados pelo oceano. Por conta disto, o psicólogo Kelvin - conhecido de um dos doutores da solarística e amigo de um dos tripulantes - é mandado para a estação para averiguar a situação. Lá, ele percebe aos poucos que Solaris é, mais que um planeta, um espelho da alma

1966 Andrei Rublev

Título original: Andrey Rublyov
Roteiro:  Andrey Konchalovskiy,  Andrei Tarkovsky
Elenco:  Anatoliy Solonitsyn, Ivan Lapikov, Nikolay Grinko
Duração: 205 min 

A vida de Andrei Rublev, o grande pintor de ícones da Rússia do século XV, um período de intensa turbulência e também de diversas dificuldades pelas quais passavam o povo russo. Na época o país sofria com a pobreza, a rigidez da igreja ortodoxa e também as invasões tártaras. Nesse cenário caótico, estão inseridos os diversos episódios da vida de Andrei, que mais tarde abandonaria seu trabalho como pintor, para se dedicar a Deus.

1962 A Infância de Ivan

Título original: Ivanovo detstvo
Roteiro:  Vladimir Bogomolov
Elenco: Nikolay Burlyaev, Valentin Zubkov, Evgeniy Zharikov
Duração: 95 min

Durante a segunda Grade Guerra, os russos tentavam combater a investida nazista em seu território. Nas frentes soviéticas, Ivan, um garoto órfão de 12 anos, trabalha como um espião, podendo atravessar as fronteiras alemãs para coletar informação sem ser visto, e vive sob os cuidados de três oficiais russos. Mas, após inúmeras missões, e com um desgaste físico cada vez maior, os oficiais resolvem poupar Ivan, mandando-o para a escola militar. Ganhador do Leão de Ouro em Veneza.

1961 O Rolo Compressor e o Violinista

Título original: Katok i skripka
Roteiro: S. Bakhmetyeva, Andrey Konchalovskiy
Elenco:  Igor Fomchenko, Vladimir Zamanskiy, Marina Adzhubei
Duração: 46 min

Primeiro filme do diretor russo Andrei Tarkovski em parceria com Andrey Konchalovski, produzido em 1960 pela Mosfilm. Serviu como trabalho de conclusão do curso de direção de cinema na VGIK onde estudaram. O filme recebeu o prêmio de Festival Estudantil de Cinema de Nova Iorque em 1961. O filme conta a historia de Sasha (Igor Fomchenko), um pequeno violinista de sete anos que vive vilipendiado pelos meninos da sua rua, que inicia uma franca amizade com Serguei (Vladimir Zamansky), piloto do rolo compressor que por ocasião está asfaltando a rua em frente ao prédio de Sasha. A história se passa sob o pano de fundo da reconstrução de Moscou no pós Guerra, ligando duas gerações. O tema da infância desenvolvido em O Rolo Compressor e o Violinista seria central de toda a obra posterior de Tarkovski. Também no que se refere a estética, a visão de uma criança sobre os grandes acontecimentos que marcaram o mundo na época, foi explorada no sentido que Tarkovski alcançou maestria em outras obras, o rompimento do limite entre o real e o onírico.

1959 Hoje Não Haverá Saída Livre (curta)

Título original: Segodnya uvolneniya ne budet
Roteiro:  Aleksandr Gordon,  Irina Makhovaya
Elenco:  Oleg Borisov, Aleksey Alekseev, Pyotr Lyubeshkin
Duração: 45 min

Em uma cidade sem nome, os trabalhadores da construção encontram um velho esconderijo de bombas da Segunda Guerra Mundial. Uma unidade do exército é expedida para alienar as bombas. Pois se as bombas explodissem iriam infligir danos pesados sobre a cidade,o exército é convocado para transportar o aparelho com as bombas em uma arriscada missão manual para um sítio seguro, a cidade é evacuada.

1956 Os Assassinos (curta)

Título original: Ubiytsy
Direção:  Marika Beiku , Aleksandr Gordon, Andrei Tarkovsky
Roteiro: Aleksandr Gordon
Elenco: Yuliy Fayt, Aleksandr Gordon, Valentin Vinogradov
Duração: 19 min

Dois homens sitiam um bar na hora do almoço afim de matar um terceiro.
Adaptação do conto The Killers de Ernest Hemingway, primeiro filme que Tarkovski participa em direção, apesar de ser um filme de estudantes, é impressionante o teor artístico e técnico que é apresentado. O curta não tem trilha sonora, mesmo assim é realmente desnecessário quando nos deparamos com a qualidade do diálogo. Apesar de ser uma obra de grande valor, Marika não chegou a fazer um longa; já Aleksandr Gordon não teve tanto sucesso internacional em suas outras obras.

 Editor

 1986 O Sacrifício
 1968 Sergey Lazo (não creditado)

Designer de produção 

 1979 Stalker

Roteiro

 1986 O Sacrifício
 1983 Tempo de Viagem (Documentario)
 1983 Nostalgia
 1979 Stalker (não creditado)
 1979 Beregis, zmey!
 1975 O Espelho
 1974 Lyutyy (não creditado)
 1974 Hndzan (não creditado)
 1972 Solaris
 1971 Konets atamana (não creditado)
 1968 Sergey Lazo (não creditado)
 1966 Andrei Rublev
 1962 A Infância de Ivan (não creditado)
 1961 O Rolo Compressor e o Violinista
 1959 Hoje Não Haverá Saída Livre (curta)
 1956 Os Assassinos (curta)





Tecnologia do Blogger.