• ÚLTIMAS...

    A MOSCA NO CINEMA


    Estão em negociações um novo remake de "A mosca" neste momento. É bem provável que apareça nos cinemas até 2019.  E recentemente, a Vinyx lançou duas edições caprichadas dos dois filmes mais recentes, em especial o filme do Cronnenberg, com um disco só de extras (fantásticos inclusive) e o poster do filme. Imperdível para os fãs. Confiram imagens das edições abaixo:


    Confiram abaixo, os filmes da Mosca no cinema, do último para o mais recente:







    Martin Brundle (Eric Stoltz) é o filho do pesquisador do filme anterior, Seth Brundle. O jovem tem um crescimento físico e intelectual acima do normal, fruto da mutação sofrida pelo pai. Quando começa a sentir novos efeitos, Martin procura por uma cura com ajuda da sua namorada Beth (Daphne Zuniga), mas logo ele é encontrado e explorado pelos cientistas que o cercam.





    Um dos roteiristas de A Mosca 2 foi Frank Darabont, diretor de Um Sonho de Liberdade (1994) e À Espera de um Milagre (1999).
    Keanu Reeves recusou o personagem Martin Brundle.
    O ator John Getz é o único do elenco original que reprisa seu papel neste filme.
    O personagem Martin Brundle foi criado para Eric Stoltz, mas ele negou o papel por não gostar do roteiro. Após a história ser reescrita, o ator aceitou participar do filme.




    O cientista Seth Brundle (Jeff Goldblum) testa uma máquina de teletransporte de matéria e inadvertidamente permite que uma mosca entre na câmara junto com ele. Quando se dá a reintegração, o DNA de Seth funde com o do inseto, dando início a uma perigosa mutação genética. A transformação é testemunhada pela jornalista Veronica Quaife (Geena Davis).





    A Mosca é uma refilmagem de A Mosca da Cabeça Branca (1958).
    Originalmente, Tim Burton seria o diretor do projeto.
    A maquiagem do personagem de Jeff Goldblum levou cerca de cinco horas.
    Várias cenas rodadas não foram usadas na versão final do filme. Entre elas, está um teleporte feito pelo personagem Seth Brundle com um babuíno e um gato juntos, resultando em uma criatura híbrida ao término da operação. A outra seria um final alternativo, onde Veronica tem outro sonho com seu bebê, desta vez com belas asas de borboleta.


    A Mosca ganhou Òscar de “Melhor Maquiagem em 1987” e também o Saturn Award de “Melhor Ator”, Jeff Goldblum, “Melhor Filme de Terror”, e “Melhor Caracterização”.
    Cronenberg é considerado um dos melhores diretores do gênero “Terror” do cinema e um dos poucos que conseguem aterrorizar de verdade. No Filme ele faz uma ponta, como um Ginecologista.






    A história gira em torno da família Delambre, mas desta vez com o filho do primeiro cientista, Henri Delambre (Brian Donlevy), que fica obcecado com as experiências de teletransporte e causa receio em seus dois filhos, que querem viver uma vida normal e esquecer a invenção do avô Martin (George Baker), filho mais velho de Henri, casa-se com uma jovem que acabou de sair de uma clínica para doentes mentais e Henri é contra esses casamento. Henri sabe que interesses externos podem prejudicar sua pesquisa científica. Quando a nova esposa de Martin descobre seres humanos mutilados em suas experiências de teletransporte, a polícia é chamada e Henri tenta escapar usando o próprio teletransporte. Infelizmente para o cientista louco, o teletransporte ainda tem defeitos não corrigidos.






    Anos depois da morte de Andre Delambre na sequência dos trágicos acontecimentos descritos em “A Mosca”, após o funeral da esposa Helene, o filho do casal, Philippe (Brett Halsey), já adulto, confessa ao tio François Delambre (Vincent Price) querer prosseguir as experiências que custaram a vida ao pai. A princípio relutante, François aceita supervisionar o sobrinho. Alheias a ambos estão as intenções do terceiro assistente, Alan Hinds (David Frankham), que procurando apenas o lucro pessoal, vai provocar uma nova tragédia na família Delambre.



    Um brilhante cientista torna-se obcecado com o aperfeiçoamento de um aparelho que pode realizar a transmissão e matéria de um lugar para o outro. Tendo sucesso em seu primeiro teste, ele faz um teste utilizando uma cobaia humana, ele mesmo. Mas, acidentalmente, uma mosca comum se envolve no seu experimento, e quando o teste termina, ambas as criaturas foram extraordinariamente modificadas. Um resultado de dar calafrios.





    Clássico da ficção científica baseado num conto de George Langelaan publicado pela primeira vez em 1957 numa edição da revista Playboy. 
    Dirigido por Kurt Neumann, o filme se tornou uma das maiores bilheterias do estúdio Fox naquele ano e o maior sucesso comercial na carreira do diretor - que nunca soube disso, uma vez que ele morreu apenas um mês antes da estréia. 
    Houve ainda duas sequências: ''O Retorno da Mosca'' (1959) e ''A Maldição da Mosca'' (1965).



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top