• ÚLTIMAS...

    15 FILMES IMPERDÍVEIS ENVOLVENDO TAXISTAS



    Todos nós conhecemos táxis e, provavelmente, já nos utilizamos deles em mais de uma oportunidade. Mas o que conhecemos sobre a história deles? Neste post, vamos contar algumas curiosidades e apresentar alguns marcos históricos que levaram à popularização desse meio de transporte hoje tão presente nas ruas de praticamente todas as cidades. Além de, é claro, indicar filmes que envolvam taxistas.
    A história dos táxis começou no início do século XVII na Europa, mais precisamente em Paris e em Londres, quando alguns cocheiros começaram a oferecer serviços de transporte em carruagens a famílias com recursos para pagar esse luxo, mas sem meios suficientes para bancar seus próprios veículos. Essas carruagens eram puxadas por cavalos e ficaram conhecidas como hackney. Segundo as estimativas, em 1625 existiam aproximadamente vinte condutores dessas carruagens em Londres oferecendo seus serviços.
    Em pouco tempo, surgiram preocupações em relação à organização da profissão e, em 1654, as regulamentações do Parlamento Britânico já faziam menção aos “cocheiros-hackney” em Londres e outros locais adjacentes. A partir de 1662, as autoridades inglesas começaram a emitir licenças para o exercício da profissão. Apenas dois anos depois, o termo hackney já passava a ser amplamente utilizado como sinônimo de “carruagem ou qualquer outro tipo de transporte puxado por cavalos e disponível para locação”, segundo o Oxford English Dictionary.


    Em 1834, surgiu um novo modelo de carruagem, com duas rodas e puxada por um cavalo, que foi chamado de hansom, em homenagem a seu criador, Joseph Hansom.  O impacto da novidade foi tamanho, que esses charmosos veículos dominaram o cenário das grandes cidades no mundo todo praticamente até o surgimento dos primeiros táxis motorizados no final do século XIX.
    O primeiro táxi motorizado e equipado com taxímetro foi construído em 1897 por Gottlieb Daimler e foi vendido para a Stuttgart Transportation Company, no mesmo ano. Batizado de Daimler Victoria, o veículo permitia algo até então inimaginável: atingir a velocidade de 29 km/h!
    A primeira companhia de táxis motorizados de Nova York, a Electric Carriage and Wagon Company, surgiu em 1897, quando a cidade ainda era dominada pelos táxis puxados por cavalos. Curiosamente, os veículos usados pela empresa eram impulsionados por um motor elétrico. Mas, rapidamente, os carros elétricos perderam espaço para os movidos a gasolina, que ofereciam maior autonomia e velocidade. Em 1910, os táxis a gasolina já estavam sendo amplamente usados nos dois lados do Atlântico.
    A partir da virada do século, a popularização dos táxis foi muito rápida. Em 1899, a cidade de Nova York tinha aproximadamente 100 táxis. Em 1923, esse número chegava a 16000.


    A obras primas do cinema lançou um dos filmes, como podem ver na imagem acima. Um cult movie dirigido por Jim Jarmusch com grande elenco. Vale a pena adquiri-lo. Ele já está à venda nas lojas especializadas.

    Confiram abaixo nossas 15 indicações:


    Motoristas de Taxi medem forças contra o domínio de uma forte companhia de taxistas. Quando Pop Riley ( Guy Kibbee ), um motorista de táxi veterano, se recusa a entrar na companhia,, seu  táxi do velho  (que era seu sustento) é destruído. Ao saber do feito, ele pega uma arma e atira no homem responsável, o que o coloca na prisão. A filha de  Pop, Sue ( Loretta Young ), é convidada por um jovem motorista de táxi, Matt ( James Cagney ), para dar suporte moral ao movimento de resistência .


    Um taxista de New York (de onde mais?) ajuda uma imigrante irlandesa a achar seu marido que se perdeu na loucura da cidade.
    O filme é dirigido pelo ator, produtor e realizador Gregory Ratoff, que atuou em muitos filmes importantes como A malvada (1950) e Exodus  (1960), além de ter dirigido vários filmes famosos como Os irmãos corsos, de 1941.


    Em Nova York, um homem de 26 anos, veterano da Guerra do Vietnã, é um solitário no meio da grande metrópole que ele vagueia noite adentro. Assim começa a trabalhar como motorista de táxi no turno da noite e nele vai crescendo um sentimento de revolta pela miséria, o vício, a violência e a prostituição que estão sempre à sua volta. Perde bastante noção das coisas quando leva uma bela mulher, que trabalha na campanha de um senador, para ver um filme pornô logo no primeiro encontro, mas tem momentos de altruísmo ao tentar persuadir uma prostituta de 12 anos  para ela largar seu cafetão, voltar para a casa de seus pais e ir para a escola.


    Eis as histórias de um grupo de taxistas e de uma decadente companhia de táxis, de que Harold é proprietário. Albert chega à cidade com o sonhos de começar a sua própria empresa de táxis mas precisa de convencer os funcionários de Harold de que eles precisam de fazer algo por si próprios. Só quando Albert é raptado é que os taxistas são forçados a decidir se são ou não fieis a Albert e à sua causa.


    Mollie (Kirstie Alley) é um contadora que tem um caso com um Albert (George Segal), um cliente que está comprometido. Quando fica grávida, sente que Albert estará sempre com ela e o bebê, mas quando dá a luz Albert rompe a relação e Mollie tem de criar o bebê sozinha. Mollie também está procurando o pai ideal para seu filho, Mikey, e James Ubriacco (John Travolta), um taxista, que parece ser perfeito (pois estava em cena quando entrou em trabalho de parto) para ela e Mikey, que apesar de ser um bebê é um observador cínico e sarcástico do mundo.


    Cinco histórias, cinco cidades, cinco táxis, cinco taxistas e várias viagens diferentes: Los Angeles, Helsinque, Nova Iorque, Paris e Roma são os palcos para que cinco segmentos distintos formem um verdadeiro mosaico de histórias e situações inesperadas, divertidas, inusitadas e emocionantes envolvendo um taxista permanente perdido, um caça-talentos de Hollywood, uma moça cega, um homem doente e um operário.


    Uma jovem moça desempregada é obrigada pelo pai, taxista, à aprender o seu ofício. O que ela não espera era que, tanto o pai quanto seu namorado, usassem o serviço de táxi como fachada para executar as ordens de um grupo de extermínio de minorias - negros, homossexuais, travestis, entre outros.


    O personagem central é um imigrante paquistanês, que trabalha como motorista de táxi, preza as liberdades básicas da cultura ocidental, gosta de uma cachaça, não se intimida com a proximidade de prostitutas (e até tem um caso com uma), e se vê enraivecido quando o filho flerta com correntes xiitas. 
    O filme fala de conflito de gerações e de culturas (ocidente x muçulmanos) na Inglaterra de hoje. E tem a  BBC, que por si, já é sinônimo de qualidade.


    Em Nova York, Jerry Fletcher (Mel Gibson) é um motorista de taxi que critica o governo e fala sempre da existência de uma conspiração envolvendo altos escalões. Ele ama Alice Sutton (Julia Roberts), uma mulher que ele observa à distância e que ironicamente trabalha para o governo. Porém, nela Jerry acredita, tanto que faz alvoroço no Departamento de Justiça para falar com Alice, mas ninguém lhe dá atenção sobre suas teorias, que envolvem alienígenas e assassinatos. No entanto, ele escreveu algo em seu jornal (com apenas 5 assinantes) que alguém acreditou, pois decidiram matá-lo de qualquer jeito.


    No século XXIII, um motorista de taxi (Bruce Willis) de Nova York se envolve em uma aventura na qual tem de deter um ser demoníaco que percorre a galáxia a cada 5000 anos. Se nada for feito a Terra será destruída, mas para isto ele precisa encontrar 4 pedras antigas, que representam os elementos, e colocá-las em volta de uma bela mulher (Milla Jovovich), que é o quinto elemento.


    O nome da Diva é Plavalaguna. Em sérvio, língua natal da atriz Milla Jovovich, "plava laguna" significa "lagoa azul". Trata-se de uma referência a De Volta à Lagoa Azul, primeiro filme da atriz Milla Jovovich.


    Marselha, França. Um entregador de pizza, Daniel Morales (Samy Naveri), deixa seu trabalho e começa a dirigir um táxi, que foi especialmente projetado para ter a potência de um F1, a qual ele demonstra para os passageiros. Quando Daniel exibe o desempenho do seu carro para Émilien Coutant-Kerbalec (Frédéric Diefenthal) não imagina que ele é um policial, considerado incompetente pelos companheiros. Émilien concorda em fazer vista grossa se Daniel ajudá-lo a capturar uma quadrilha notória de ladrões alemães de bancos, o que melhoraria sua imagem na corporação policial.
    O filme teve 3 continuações e um remake americano.


    Max (Jamie Foxx) trabalha como motorista de táxi há 12 anos, já tendo levado os mais diversos passageiros a todos os locais de Los Angeles. Porém, em uma noite aparentemente tranquila, ele encontra Vincent (Tom Cruise), um homem que pega o táxi como se fosse um passageiro qualquer. Porém Vincent é um assassino de aluguel, que está na cidade para completar o plano de um cartel do narcotráfico, que está prestes a ser condenado por um júri federal. Vincent precisa matar 5 testemunhas-chave do processo e conta com Max para fugir da polícia local e do FBI, logo após cometer os assassinatos.


    Neste falso documentário, o diretor Jafar Panahi instala câmeras dentro de um táxi e começa a dirigir pelas ruas de Teerã pegando clientes e conversando com eles ao longo dos trajetos. Entre os assuntos, humor e drama se misturam nas discussões sobre a política nacional, os costumes locais e a liberdade de expressão no cinema.
    Jafar Panahi começou gravando seus próprios clientes em seu táxi com o celular. Entretanto, quando um dos passageiros pediu-lhe para desligar a câmera a fim de proteger sua privacidade, o diretor decidiu filmar um docudrama, para evitar colocar os viajantes em perigo.


    Alexandra tem 25 anos. Ela interrompeu seu treinamento com uma companhia de seguros e não sabe "o que fará agora". Ela resolve se candidatar a uma empresa de táxi. Ela consegue a licença e agora dirige pela noite de Hamburgo, em pleno anos 80. Em meio a sugeira das ruas, ela vai conhecendo pessoas e se auto descobrindo.
    O filme com Rosalie Thomass e Peter Dinklage nos papéis principais é baseado no best seller mais conhecido de Karen Duve


    Em maio de 1980, um taxista de Seul recebe uma proposta de um repórter gringo que consiste em transportá-lo para Gwangju e depois voltar para o local de origem por uma bagatela que cobrirá meses de seu aluguel pedente. Contudo, uma série de dificuldades envolvendo o poder público obstrui o caminho dos dois, mas o motorista não irá abrir mão de sua recompensa tão fácil.


    Engenheiro desempregado tenta superar as dificuldades como motorista de táxi. As coisas vão piorar quando duas senhoras passageiras roubam todas as suas economias. Como a polícia não acredita nessa história, o taxista resolve fazer justiça com as próprias mãos.

    Dica enviada pelo leitor Ary Ximendes


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top