• ÚLTIMAS...

    ROBERT ENRICO - 10 FILMES ESSENCIAIS


    A lista dos 10 filmes essenciais tem como finalidade destacar 10 produções importantes de um diretor (a) ou ator (atriz). A lista SEMPRE será formada por 8 filmes que consideramos imperdíveis, escolhidos com base na popularidade, prêmios, opiniões de leitores, de críticos e sites importantes, somados ao primeiro e último filme da carreira do escolhido. 

    O motivo é simples - fornecer um parâmetro de como foi sua carreira, mostrando o ponto inicial e final. Assim saberemos se a pessoa encerrou bem ou em decadência e se o início foi comum ou genial.

    E os filmes essenciais não significam que estamos excluindo os demais. Se fosse assim, a publicação se chamaria "Os 10 filmes essenciais", que não é o caso.



    O diretor escolhido de hoje é Robert Enrico, um dos excelentes diretores que o cinema francês nos presenteou. Ele também foi roteirista e faleceu aos 69 anos em 2001.

    A obras primas lançou um dos seus melhores filmes, como podem conferir na imagem acima. Uma bela edição com extras e cards. Não deixem de adquirir e conferir nosso top 10 do diretor abaixo:


    Inspirado por um incidente que ocorreu logo após os acontecimentos de maio de 1968, o que desagradou a França, "Fait d’hiver" conta a história de um pai divorciado, Riquier, que se tranca com os filhos em sua casa, recusando-se a devolvê-los à mãe, que tem a custódia pela corte. O policial encarregado do caso conhece Riquier, ele sabe que ele é um mal-humorado, mas o considera um homem direito. Mas a mídia e o Judiciário não o darão tempo para negociar.


    Filme baseado em fatos reais. Na noite de 2 de maio de 1945, batalhão russo formado por cidadãos de pequenas repúblicas anexadas à força pela União Soviética chegam a Lichtenstein - um principado que tem uma população de 12 mil pessoas e que não tem suas próprias forças armadas - em busca de asilo. Um impasse político é criado quando a União Soviética exige que os desertores sejam deportados.


    Adaptação do best seller autobiográfico "Au nom de tous les miens" (1972), do sobrevivente polonês do Holocausto, Martin Gray. O Filme é um belo relato da força de superação de um homem, sobre como sobreviveu à invasão alemã, e sua luta incansável para reconstruir sua vida.


    Louis Baroni (Philippe Noiret) é um inspetor policial que trabalha em Bordeaux. Ele é o encarregado de investigar o misterioso caso da morte de Madame Morlaix, uma mulher que caiu da janela de seu apartamento. Apesar do ocorrido parecer apenas um acidente, Baroni está convencido que a morte dela não foi um acidente: foi, na verdade, uma execução planejada e à sangue frio.


    Em 1944, um médico tenta proteger sua família, levando-a para o campo. Mas um dia, sem que ele possa reagir, os nazistas matam sua mulher e sua filha, bem à frente de seus olhos. Ele resolve então acabar com todos apenas com a ajuda de um velho fuzil.


    Homem descobre segredo que deve ser mantido a qualquer custo pelo serviço secreto de seu país. Para isso, não hesitam em prendê-lo. Mas ele consegue escapar, encontrando abrigo nas montanhas. Começa, então, uma caçada implacável para capturá-lo. 


    Nos anos de proibição, os "rumrunners" viajaram pelo Mar do Caribe com o licor proibido mal escapando das patrulhas navais. Durante a fuga, um dos contrabandistas (Lino Ventura) se apaixona por uma atriz (Brigitte Bardot) em um set de filmagem.


    Piloto de provas sofre acidente que provoca a morte de seu acompanhante e a conseqüente perda de seu emprego. Preso por um crime que não cometeu, ele foge para provar sua inocência, com toda a polícia em seu encalço.


    Manu e Roland, um piloto e um mecânico, são amigos e adoram esportes radicais. Mas eles veem seus negócios sempre fracassarem. Para se consolarem, eles saem em busca de um tesouro afundado ao largo da costa do Congo, e levam com eles Laetitia, uma jovem artista deprimida.


    Laurent (Lino Ventura) consegue um emprego, e convence um herdeiro "pobre", dono de uma madeireira, a contratar presidiários para lhe ajudar. Laurent tem segundas intenções quanto a vinda dos presidiários.


    Após 27 meses na Argélia em missão, o militar Frédéric Simon (Frédéric de Pasquale) tem como objetivo esquecer as dificuldades que passou o mais rápido possível. Fotógrafo por profissão, ele planeja mudar os rumos de sua vida, e viver tranquilamente, agora que ele foi dispensado do serviço militar.


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top