• ÚLTIMAS...

    sexta-feira, 4 de agosto de 2017

    MICHAEL O'KEEFE - RESPONDE ÀS 7 PERGUNTAS CAPITAIS


    O' Keefe é um ator norte americano, que começou a carreira em meados dos anos 70 e ainda está na ativa. Mas em meio a todos os filmes e séries que ele atuou, um em particular me marcou...Vou explicar porque:

    Eu assistia filmes desde 1982 (que é a data que fixei, pois assisti E.T. no cinema e 101 Dálmatas. Eu tinha 6 anos).  Mas foi em 1988 que começaram as sessões de filmes na Tv que marcaram minha vida: Tela Quente e Cinema em Casa. Pois bem...em 1989, precisamente dia 12 de janeiro (sim, eu anotava), passou um filme divertido, meio piratas do caribe, chamado (pela Globo) de Dupla Dinâmica. O filme conta a história de Nathaniel "Nate" Williamson (Michael O'Keefe), que é abandonado à morte e sua bela noiva é raptada depois que o local onde mora, uma tranquila ilha do Sul do Pacifico, é atacada por uma legião de facínoras. Para salvá-la, a única esperança de Nate é formar uma improvável aliança com um notório e imprevisível bucaneiro chamado Bully Hayes (Tommy Lee Jones).

    O filme hoje é conhecido como "Piratas das Ilhas Selvagens" e tem o roteiro de  John Hughes, conhecido por comédias teens dos anos 80 como "Curtindo a Vida Adoidado " e "Clube dos Cinco "
    E nestas reviravoltas que a vida trás, tantos anos depois de ver o filme, conversei com o ator principal.

    Confiram abaixo nosso bate papo, tanto em português quanto o idioma original:



    1. Como começou a trabalhar na indústria cinematográfica?

    M.K.:E consegui meu cartão SAG em 1972 depois de fazer um comercial para tv. Eu cresci perto da cidade de Nova York e meu diretor da faculdade de música me apresentou ao seu agente enquanto eu ainda estava por lá. E dali fui embora e nunca mais olhei para trás..



    2.Qual experiência na sua vida dedicada à arte você nunca esqueceu?

    M.K.:De certa forma, toda minha experiência de vida é dedicada à arte e isto é o que se destaca. Por outro lado, às vezes acho que meus pais me deixaram cair quando criança (risos). Meio que depende de como estou me sentindo.

    M.V.:Tipo "eu bati no chão e agora não sei o que estou fazendo aqui!! ", eu sei o que quer dizer.




    3.Qual trabalho em sua carreira você considera o melhor?

    M.K.:De certa forma, eu não tenho favoritos no meu trabalho. Mas eu amo teatro e alguns dos meus melhores momentos são as memórias quando estive num palco. Foi um momento mágico, único e que nunca mais seria vivido.



    4. "Dupla dinâmica" é um filme cultuado. Pode me dizer algumas curiosidades da produção?

    M.K.:"Dupla dinâmica" foi um filme difícil de ser feito. Nós vivemos em uma ilha em Fiji chamada Wakaya, onde não havia nenhuma cidade. Alguns de nós acampamos, outros viveram em barracas na praia e nós ficamos ali várias semanas. Isto desgastou a todos. Não foi exatamente o paraíso viver no paraíso, se é que me entende.



    5) Há uma lista dos filmes que mais gosta?

    M.K.:Filmes, sem uma ordem em particular: Os Sapatinhos Vermelhos ; Dr. Fantástico; Cidadão Kane; Todos os Homens do Presidente; Z ; Os incompreendidos; Acossado (do Godard, claro); O terceiro homem; Reds; E como diversão: todos os Jason Bourne.

    M.V.: Eu amo os filmes do Bourne.




    6. Quais seus próximos projetos?

    M.K.:Eu tenho papéis recorrentes em "Lei e Ordem", Sleepy Hollow, e Masters of Sex, todas séries americanas.



    7. Se pudesse nos deixar uma lição desta vida dedicada ao cinema, qual seria?


    M.K.:Minha lição dos meus filmes é a seguinte: As coisas não são como aparentam .




    1. How did you begin working at the movies industry?

    M.K.: I got my SAG card in 1972 after doing a TV commercial.  I grew up near NYC and my high school musical theater director introduced me to his agent while I was in school.  Never looked back.



    2. Which experience in your lifetime dedicated to art you've never forgot?

    M.K.: In a way, my whole life experience is dedicated to art and that's the one that stands out.  In other way, I sometimes think my parents dropped me as a child (lol).  Kinda depends on how I am feeling.
    M.V.:  Kind of "i hit the ground and i now don't know what i'm doing here"...I know what do you mean.



    3. Which work of your career you consider the best?

    M.K.: In a way, I don't have favorites in my body of work.  But I do love theater and some of my favorite moments are memories of being on stage, hitting it right, and knowing it was a once in a lifetime thing that will never be seen again.



    4."Nate and Hayes" is a cult movie. Can you tell me some curiosities about this production.. 

    M.K.: Nate and Hayes was difficult to make.  We lived on an island in Fiji called Wakaya that has no town. Some of us camped, others lived in tents on the beach and we were there for several weeks. It wore everyone down.  Not exactly paradise to be living in paradise, if you follow me.



    5. Do you watch many movies? There's a list of movies did you like most ?

    M.K.: Films: In no particular order: The Red Shoes; Dr. Strangelove; Citizen Kane; All The President's Men ; Z ; The 400 Blows ; Beathless (Godard's, of course); The Third Man; Reds; And just for fun: All the Jason Bourne movies.
    M.V.: I love Bourne movies



    6. Do you have projects to come?

    M.K.: I have recurring roles on Law and Order SVU, Sleepy Hollow, and Masters of Sex, all American TV series.


    7. If you could let us a lesson of this life dedicated to cinema, what would be?

    M.K.: And my life lesson from the movies is this: Things are not as they appear, nor are they otherwise.


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top