• ÚLTIMAS...

    JOHN FORD - 10 FILMES ESSENCIAIS


    Numa lista dos 100 melhores filmes do cinema, há sempre dois ou três Fords. A lista abaixo não é pessoal. Foi fruto de uma pesquisa e  média dos filmes que mais aparecem nas principais listas de revistas e críticos.




    Eu por exemplo, amo O delator, O prisioneiro na ilha dos Tubarões e Peregrinação, mas eles não figuram nas preferências como essenciais do diretor.
    A Classic Line lançou alguns desta lista como podem ver na imagem abaixo. Caso queiram adquirir algum, é só clicar no link abaixo:






    Confiram os 10 filmes essenciais deste grande diretor:





    A cidade de Shinbone, no Velho Oeste, recebe a visita de Ransom Stoddard (James Stewart), senador que vai para o funeral de Tom Doniphon (John Wayne), vaqueiro do qual era muito amigo. Ao ser entrevistado por um repórter, Ransom começa a contar que sua fama começou quando ainda era um advogado recém-formado e Liberty Valance (Lee Marvin) matou um perigoso bandoleiro. Este é o 19º de 22 filmes em que o diretor John Ford e o ator John Wayne trabalharam juntos. 


    O veterano da Guerra Civil Ethan Edwards (John Wayne) chega ao Texas em 1868 e encontra o seu irmão e a família dele. Entretanto, no dia seguinte, comanches invadem o rancho e matam o seu irmão e Martha (Dorothy Jordan), a esposa dele. Além disso, raptam as duas filhas do casal. Ethan parte então em uma busca vingativa pelas meninas junto com o companheiro Martin (Jeffrey Hunter), um mestiço que logo percebe que Ethan está obcecado por matar os índios e cheio de ódio racista. Eles encontram o corpo da mais velha, e saem em busca da caçula, que procuram por mais 5 anos no deserto.


    Capitão Nathan Cutting Brittles é um oficial da cavalaria em sua última semana de serviço no fronte. Como veterano de guerra ele conhece todas as dificuldades de seu trabalho e jura impor a paz em sua derradeira missão. Um ritual em nome da vida para uma região devastada pela guerra. Este é o segundo da trilogia sobre a cavalaria americana no Velho Oeste junto com Forte Apache e Rio Grande.
    Baseado nas pinturas e ilustrações de Frederic Remington, artista reconhecido pela forma nostálgica como retratava o oeste americano.


    Wyatt Earp (Henry Fonda) é um pacífico e respeitado criador de gado, negócio que comanda junto com os irmãos Morgan (Ward Bond), Virgil (Tim Holt) e James (Don Garner). Quando James é assassinado e sua criação roubada, Earp aceita tornar-se xerife de Tombstone para instaurar a paz na cidade, encontrar os criminosos que procura e vingar a morte do irmão.
    Primeiro filme de Henry Fonda após voltar da guerra. O ator serviu na Marinha norte-americana durante três anos.


    Após matar acidentalmente um adversário em uma luta de boxe, Sean Thornton (John Wayne) jurou largar as lutas. E, ao retornar para sua cidade natal na Irlanda, encontra a felicidade quando se apaixona pela impetuosa Mary Kate (Maureen O´Hara). Embora fortemente tentado a vestir novamente as luvas para enfrentar o irmão de Mary, o maior briguento da cidade, ele está determinado a nunca mais usar seus punhos. Mas quando Mary Kate e Sean se casam, o destino irá guiar o boxeador a novamente usar de sua força e habilidade. Indicado em sete categorias do Oscar, levou os prêmios de melhor fotografia e direção.


    Aos 60 anos, Huw Morgan relembra sua vida quando garoto (Roddy McDowall) em uma pequena cidade mineradora. Suas reminiscências revelam a desintegração da unida família Morgan e de seus dedicados pais (Donald Crisp e Sara Allgood), enquanto capta os sentimentos e problemas daquele tempo. Maureen O’Hara e Walter Pidgeon co-estrelam este aclamado clássico das telas nesta história sobre sonhos, lutas e triunfos de uma família. Vencedor de 5 Oscar (Melhor Filme, Diretor, Fotografia em Preto e Branco, Direção de Arte em Preto e Branco e Ator Coadjuvante - Donald Crisp), este foi o filme que tirou das mãos de Orson Welles e seu precioso Cidadão Kane o prêmio de Melhor Filme daquele ano.


    Oklahoma, na época da Depressão. O filho mais velho de uma família de trabalhadores rurais pobres retorna para casa, após cumprir pena por homicídio involuntário. Ele planeja levar em um pequeno caminhão a família até a Califórnia, onde se diz que trabalho lá não falta. Durante a viagem eles passam por diversos tipos de provações e quando chegam na Terra Prometida descobrem que era um lugar bem pior do que aquele que tinham deixado.
    Refilmado para a TV americana em 1991.Adaptação do romance homônimo, escrito por John Steinbeck e publicado em 1939.


    Um grupo de nove pessoas são obrigadas a embarcar em uma perigosa jornada em cima de carruagens através do Arizona, em um território indígena. Sendo levados por cavalos durante bastante tempo, cada um tem o seu motivo pessoal para realizar tal viagem. No meio do caminho eles terão que enfrentar Geronimo e seus guerreiros apaches, e contra eles contarão apenas com a ajuda do cowboy Ringo Kid (John Wayne).
    Quando os atores do filme estavam sendo escalados, John Ford pressionou para que John Wayne entrasse, mas o produtor Walter Wanger negou. Foi apenas depois da persistência de Ford que Wanger finalmente cedeu.


    O tenente-coronel Owen Thursday, herói da Guerra Civil, é enviado ao Forte Apache, uma avançada perdida entre a poeira, perto da fronteira mexicana. Rodeado de apaches, a quem Thursday considera pouco importantes entre os povos índios, não parece haver ali muito espaço para gloriosas campanhas. Mas os apaches fugiram da reserva e a cavalaria deverá fazer com que eles voltem. Enquanto o capitão Kirby York (John Wayne) aposta em uma saída pacífica, Thursday (Henry Fonda) se inclina pelo uso da força. Chegada a hora da batalha, se fará visível que o tenente-coronel subestimara o poderio apache.


    Poucas figuras históricas são tão veneradas como Abraham Lincoln, e poucas duplas simbolizam tão bem o cinema clássico americano como a formada pelo realizador John Ford e o ator Henry Fonda. A Mocidade De Lincoln assinala a sua primeira colaboração, num filme onde Fonda tem uma interpretação memorável no papel do futuro presidente americano, aqui ainda um jovem advogado às voltas com um caso de homicídio. Ford assina um dos seus mais perfeitos trabalhos, uma peça repleta de rigor em que revela o seu profundo sentido de mito e história, o seu patriotismo, e também o seu reconhecido lirismo visual.



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top