• ÚLTIMAS...

    quarta-feira, 19 de julho de 2017

    HARRISON FORD - 10 FILMES ESSENCIAIS


    Como de costume, a lista de filmes essenciais de um ator ou atriz segue um mix de filmes aclamados pela crítica com minha opinião. No caso de Harrison, ele fez 5 personagens que marcaram o cinema, elevando-o a categoria de "astro do século". São eles Indiana Jones, Han Solo, Deckard, Jack Ryan e Richard Kimble. E como homenagem ao ator, que conseguiu papéis tão icônicos, fizemos duas listas. Uma com 10 filmes relativos aos personagens acima citados e outra com os outros 10 filmes essenciais do ator.
    No final deste post está o link para a outra postagem. E abaixo, os outros 10 filmes essenciais deste grande e aventureiro ator.
    OBS: Fiz neste formato por ser uma homenagem a este ator que o cinema sempre tratou também de forma diferenciada. Mas eu seria plenamente capaz de unir as duas listas em uma só...
    Boa sessão:


    Harry Caul (Gene Hackman), expert em vigilância e conhecido nacionalmente por seu grande profissionalismo, é contratado pelo diretor de uma grande empresa para vigiar e gravar a conversa de um casal de amantes. Mas no passado um trabalho dele provocou a morte de três pessoas e agora ele teme que algo parecido aconteça.
    De acordo com o ator Gene Hackman, A Conversação é um dos seus filmes prediletos.- O personagem de Gene Hackman, Harry Caul, originalmente se chamaria Harry Call. Porém, um erro de tipografia acabou fazendo com que seu nome fosse alterado.


    Durante a 2ª Guerra Mundial havia um guerrilheiro, que era um traidor, que pensavam que tinha sido executado mas na verdade estava vivo e é um espião alemão. O Serviço de Inteligência acredita que ele tenha chegado à Iugoslávia e esteja agora com os partisans. O major Keith Mallory (Robert Shaw) e o primeiro sargento Dusty Miller (Edward Fox) podem ser os únicos que tenham condições de identificá-lo, logo são mandados para o Comando 10, uma unidade liderada pelo tenente coronel Mike Barnsby (Harrison Ford) que é contra a presença deles. Porém Mallory tem uma missão que, apesar dos obstáculos, quer cumprir: "eliminar" o espião alemão. Além disto precisam derrubar uma ponte, apesar de vários engenheiros ingleses afirmarem que ela não pode ser destruída


    O capitão Willard recebe uma estranha e perigosa missão. Ele deve embarcar em uma jornada pelo rio Nung, com o objetivo de encontrar e assassinar o Coronel Kurtz, um valioso membro do exército americano que decidiu abandonar suas obrigações militares para viver nos confins do Camboja, local onde lidera uma milícia potencialmente perigosa. Ao longo do caminho Willard lê o dossiê sobre Kurtz e, aos poucos, começa a admirá-lo.
    Para conseguir o papel, o ator Laurence Fishburne mentiu sobre sua idade quando a produção de Apocalypse Now teve início, em 1976. Na época ele tinha 14 anos. O nome do personagem de Martin Sheen foi criado a partir de uma combinação dos nomes dos dois filhos mais velhos de Harrison Ford, Benjamin e Willard. O ator Martin Sheen teve um ataque cardíaco durante as filmagens, aumentando ainda mais o atraso para a conclusão do filme.


    Pensilvânia, 1984. Um jovem é testemunha de um assassinato e, para sua própria proteção, o investigador do caso decide levá-lo com sua mãe para a comunidade amish onde viviam. Tudo piora quando o investigador descobre que os responsáveis pelo crime são policiais.
    Originalmente, o diretor David Cronenberg foi escolhido para comandar o filme. Primeiro filme longa-metragem do ator Viggo Mortensen. A música da cena de serenata é "Wonderful World" de Sam Cooke, escolhida pelo próprio Harrison Ford.


    Allie Fox (Harrison Ford) é um inventor cheio de idéias que, cansado da mediocridade à sua volta, resolve sair dos Estados Unidos. Assim pega a mulher, os quatro filhos e se manda para o interior de um país da América Central. Allie sonha em ter uma nova vida, mas nem tudo acontece como ele deseja.
    Harrison tem este como seu filme favorito da carreira. Além disto, indicou o jovem promissor River Phoenix a Steven Spielberg para interpretá-lo, quando jovem, em Indiana Jones e a Última Cruzada.


    Richard Walker (Harrison Ford) é um médico que vai com Sondra (Betty Buckley), sua mulher, a Paris para uma conferência. Porém, logo no primeiro dia de viagem ela é sequestrada. Querendo entender a razão do acontecido, ele acaba indo parar no submundo parisiense em uma procura desesperada, sem pistas e sem ninguém para auxiliá-lo. Até que surge a linda Michelle (Emmanuelle Seigner), que resolve lhe ajudá-lo para tentar encontrar Sondra até que ambos se vêem envoltos em uma trama internacional.
    A voz do homem que interroga Michelle em seu apartamento é do próprio Roman Polanski. Ele também aparece rapidamente como um motorista de táxi. O ator Harrison Ford não achava que o título "Frantic" combinava com o filme, ele sugeriu que utilizassem "Moderately Disturbed", mas o diretor não gostou da ideia e manteve o nome original.


    Em Nova York, Tess McGill (Melanie Griffith) é secretária em um escritório que lida com o mercado de ações. Demitida, consegue um novo emprego com Katharine Parker (Sigourney Weaver) e expõe suas ousadas ideias à sua chefe, ambicionando crescer na carreira. Quando Katharine sofre um acidente e se afasta do escritório, Tess toma seu lugar e inicia uma inteligente parceria com Jack Trainer (Harrison Ford), com quem acaba se envolvendo romanticamente.
    Estréia de David Duchovny no cinema.


    Rusty Sabich (Harrison Ford) é um promotor que, ao chegar no trabalho pela manhã, descobre que sua colega Carolyn Polhemus (Greta Scacchi) foi brutalmente assassinada. Obrigado a lidar com as investigações pelo chefe Raymond (Brian Dennehy), que está em plena campanha de reeleição, Rusty tenta apagar os indícios de seu caso com Carolyn encontrando um suspeito. Porém Rusty entra em colisão com Tommy Molto (Joe Grifasi), que também está em campanha pela chefia da promotoria e garante que Rusty esteve no apartamento de Carolyn no dia de seu assassinato e que tem suas impressões digitais em um copo.
    No início do filme, o ator Harrison Ford avalia os arquivos de casos em um computador. Os nomes utilizados eram de membros da equipe de Acima de Qualquer Suspeita.


    Ao visitar a Rússia, o presidente americano (Harrison Ford) faz um pronunciamento de nunca ceder às exigências de terroristas. No discurso, ele criticou o comportamento de seu país que, em virtude da burocracia e da diplomacia, assistiu passivamente um ditador do Cazaquistão explorar e matar o próprio povo, tendo posteriormente este mesmo ditador sendo preso com a ajuda dos Estados Unidos. Quando o presidente volta para casa em companhia de sua família, alguns partidários do ditador assumem o controle do avião presidencial e exigem a libertação do líder deles. 
    Quando o roteiro foi aprovado pela Columbia Pictures, o ator em mente para protagonizar Força Aérea Um era Kevin Costner. Entretanto, como Costner já estava comprometido com O Mensageiro, teve que recusar o papel e indicou o nome de Harrison Ford para estrelar a produção.


    Claire (Michelle Pfeiffer) começa a ouvir vozes misteriosas e a ver o vulto de uma mulher em sua casa. Então, muito atormentada, conta ao seu marido, Dr. Norman (Harrison Ford), sobre as visões, mas ele não dá ouvidos e diz que são apenas ilusões. Porém, com o tempo, Claire percebe que o fantasma tem uma ligação com seu marido e que está perto de descobrir coisas sobre o passado do Dr. Norman.
    Revelação foi rodado pelo diretor Robert Zemeckis durante o intervalo das filmagens de Náufrago, que ele rodava com o ator Tom Hanks e foi interrompido por um longo tempo para que o ator pudesse emagrecer o peso que o personagem pedia, após ficar preso durante vários anos em uma ilha.







    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top