• ÚLTIMAS...

    RIVER PHOENIX - A MORTE NA CALÇADA DA FAMA


    Seguindo uma ordem cronológica, conheci River Phoenix quando eu tinha, por volta dos 12 anos. Numa sessão da tarde da época, me deparei com dois filmes incríveis e inesquecíveis: A viagem ao mundo dos sonhos e Conta comigo. Hoje, vejo como ele era talentoso, porém na época, era somente mais um dos rapazes. Literalmente, afinal, os dois filmes são sobre garotos.

    Seguindo minha ordem, um salto no tempo ocorreu. De 1985 para 1989, pois os filmes "A Costa do Mosquito (1986), Espiões Sem Rosto (1988) e O Peso de Um Passado (1988)  eu não assisti no cinema (por censura ou falta de oportunidade). 1989 foi o ano que eu finalmente assisti um Indiana Jones no cinema. E foi em alto estilo. Conferi, no primeiro dia, 4 sessões seguidas (na época podia!!!). Foi um êxtase. Mas desta vez, conheci River. Não a ponto de se tornar um ídolo. Mas para marcar para sempre a franquia, com aquele início magistral, dirigido por um Spielberg em forma. 
    Porém, 4 anos depois, terminava uma carreira, tida como promissora. Uma pena.

    CHUVA, LIBERDADE, VERÃO, RIO E ...JOAQUIN?

    River Jude Phoenix nasceu em agosto de 1970. Era músico, ator promissor (como diziam publicações na época), ativista e irmão mais velho dos atores Rain Phoenix, Joaquin Phoenix, Liberty Phoenix e Summer Phoenix. Sim, ele é irmão de Joaquin Phoenix, o grande ator de filmes como "Gladiador" e "Ela", apesar de nenhuma semelhança física. E tinha ainda uma meia irmã, chamada Jordene, que mais tarde virou "Trust". River nasceu da união de Heart Phoenix e John Lee Bottom. Ela, uma secretária, ele, carpinteiro.


    RENASCIDOS DAS CINZAS

    Em 1968 Heart deixou a sua família judia e se mudou para a Califórnia onde conheceu Jonh Lee, eles se casaram em 1969 e aderiram à seita religiosa, "Meninos de Deus". Ambos trabalhavam  como missionários. Em 1977, a família deixou o culto e se mudou para os Estados Unidos, mudaram seu sobrenome para "Phoenix" em 2 de abril de 1979 para refletir seu renascimento para uma nova vida. 

    A carreira no cinema veio pelo incentivo dos pais (acreditem!), por isto desde cedo River já estava atuando. Em 1982, ele fez "Sete noivas para sete irmãos", série de Tv do filme clássico dirigido por Stanley Donen em 1954.

    Seguiu daí uma rápida e reconhecida passagem pelo cinema. Concorreu ao Oscar  e o Globo de Ouro por O Peso de Um Passado (1988), venceu o Festival de Veneza por Garotos de Programa (1991) além de concorrer a vários outros prêmios. River também se tornou um dedicado ativista dos direitos dos animais e ambientalista, ele era vegano e membro da PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais).


    MÚSICA

    Phoenix foi um músico talentoso, guitarrista, cantor, e escreveu canções para sua banda de rock Aleka's Attic que contava com a presença de sua irmã Rain Phoenix. Tocavam, basicamente em eventos beneficentes. Embora a banda nunca tenha lançado um álbum, a canção "Across the Way" pode ser encontrada no álbum Tame Yourself da PETA, utilizado para combater o abuso animal. 

    O ATIVISMO

    O ator ganhou o prêmio de “Humanitário do Ano” em 1990 por seu esforço na angariação de fundos à PETA. Ele também comprou 800 acres de floresta na Costa Rica, que estava ameaçada. Phoenix ficou famoso por usar o seu nome e poder dentro dos meios de comunicação para expressar suas convicções e opiniões sobre questões importantes. Gente...ele tinha 20 anos na ocasião !!!

    O PADRINHO

    Harrison Ford sugeriu a Spielberg que contratasse Phoenix para atuar como o jovem Indiana em "Indiana Jones e a Última Cruzada" depois de trabalhar com ele em "A Costa do Mosquito". Ford declarou que de todos os jovens atores da época, River era o que mais parecia com ele quando jovem. Depois do filme, foi lhe oferecido o papel do jovem Indiana Jones na série de TV, que ele recusou (e foi um fiasco inclusive). 

    Phoenix conheceu o ator Keanu Reeves enquanto Reeves estava filmando "O Tiro que Não Saiu Pela Culatra" com o irmão de River, Joaquin. River mais tarde contracenou com Reeves, juntamente com Kevin Kline e Tracey Ullman no filme de 1990 "Te Amarei Até Te Matar" e novamente no filme "Garotos de Programa", dirigido por Gus Van Sant. O filme e seu sucesso solidificaram a imagem de Phoenix.


    Sua amizade com Keanu Reeves e Van Sant prosseguiu até sua morte.  Geralmente considerado pelos críticos da época como o mais promissor jovem ator dos anos 80 e 90, River e irmão mais novo Joaquin viriam a ser os primeiros irmãos da história de Hollywood a serem indicados ao Oscar. River manteve relacionamentos amorosos com duas atrizes norte-americanas, Martha Plimpton (Goonies) e Samantha Mathis. 

    HOMENAGEM - PARTE 1

    Em 1989, recebeu uma música como homenagem do cantor brasileiro Milton Nascimento chamada "River Phoenix". Milton se impressionou tanto com o seu desempenho em " A Costa do mosquito", que decidiu escrever a canção em reverência ao talento de River.


    Quando começou a se interessar por música, River foi ao Brasil e passou alguns dias na casa de Milton Nascimento. Após esse primeiro contato, eles se tornaram bons amigos. 

    MORTE

    Na noite da sua morte, River iria fazer um show com seu amigo Michael, do Red Hot Chili Peppers. Em algum momento, foi ao banheiro usar drogas com amigos. Relatos dizem que um conhecido  lhe ofereceu uma poderosa forma de metanfetamina. Logo após consumir a droga ele se sentiu mal. Ao deixar o Viper Room, ele desmaiou na calçada e começou a convulsionar por oito minutos. 

    Phoenix teve uma overdose de drogas de heroína e cocaína (conhecido como Speedball) do lado de fora da boate (vejam nas fotos), em Hollywood cujo um dos sócios era o ator Johnny Depp. Phoenix tinha retornado para Los Angeles na véspera de ir para Utah para completar as três semanas do seu último (e incompleto) projeto Dark Blood (River estava no meio das filmagens  quando morreu. O filme não pôde ser concluído na época devido a muitas cenas onde seu personagem era fundamental. O diretor do filme, George Sluizer, que fez anteriormente o cultuado "O Silêncio do Lago" concluiu o filme em 2012, falecendo apenas 2 anos depois).


    Apesar de não haver no local um paparazzo para fotografar Phoenix morto na rua, um dia antes de sua cremação na Flórida, um fotógrafo invadiu o funeral e tirou uma foto de Phoenix descansando em seu caixão (foto abaixo).

    Sua irmã mais nova, Rain e o irmão Joaquin estavam presentes, assim como Samantha Mathis (que tinha chegado para conhecê-los) . Joaquin ligou para a polícia, e durante a chamada ele foi incapaz de determinar se River estava ou não respirando. Rain fez respiração boca-a-boca a fim de reanimá-lo. Durante o episódio Johnny Depp e sua banda P (com Flea e o amigo de Phoenix Gibby Haynes do Butthole Surfers) tinham subido para o palco para se apresentar. Segundo Haynes a banda estava no meio da canção “Michael Stipe”, enquanto  Phoenix estava desmaiado do lado de fora da boate. Quando a notícia chegou ao clube, Flea imediatamente deixou o palco e se apressou para ajudar o amigo. Paramédicos tinham chegado ao local e encontraram Phoenix em parada cardíaca, então, administraram drogas em uma tentativa de recuperar seus batimentos. Ele foi levado às pressas para o Cedars-Sinai Medical Center, acompanhado por Flea, em uma ambulância.


    Outras tentativas de ressuscitar Phoenix (incluindo a inserção de um marcapasso) foram infrutíferas. Ele foi declarado morto às 1:51 da manhã do dia 31 de outubro de 1993 (sim, no Halloween). No dia seguinte, o clube se tornou um santuário e milhares de fãs deixaram flores, fotos e velas na calçada e mensagens nas paredes do local. Uma faixa foi colocada na janela da boate, onde lia-se:, ”Com muito respeito e amor a River e sua família, o “Viper Room” está temporariamente fechado. Nossas sinceras condolências a todos os seus familiares, amigos e entes queridos. Ele fará falta”. O clube permaneceu fechado durante uma semana. Johnny Depp continuou a fechar o clube todos os anos no dia 31 de outubro, até vender sua parte na sociedade em 2004.

    HOMENAGEM - PARTE 2

    Depois de sua morte, vários artistas dedicaram canções a River: a canção “Transcending” do álbum One Hot Minute da banda The Red Hot Chili Peppers é dedicada a ele; o álbum Monster de 1994 da banda R.E.M. é dedicado a River, que era amigo do vocalista Michael Stipe; Natalie Merchant escreveu a canção, “River”, em sua memória;  Rufus Wainwright compôs a canção “Matinee Idol” para ele; Ele foi mencionado pelo cantor norueguês Morten Abel na canção “River Phoenix”;  Em 2009, foi citado na música "River Phoenix", do artista inglês Trip. A letra da música faz referência direta à noite da sua morte.

    ANNE RICE

    River era a primeira opção de Rice para viver Lestat no cinema. Seria perfeito, não? (olhem a foto abaixo). Ela não gostou da escolha de Cruise. Mas Rice não desistiu, e queria encaixá-lo como o entrevistador. River morreu , Slater entrou no lugar e o filme foi dedicado a ele.



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top