• ÚLTIMAS...

    E. ELIAS MERHIGE - RESPONDE ÀS 7 PERGUNTAS CAPITAIS



    Elias é um diretor incomum. Fez apenas três filmes (até 2017, pelo menos!!). Mas já no primeiro, fez um dos filmes mais estranhos da história: Begotten, em 1990. Para quem não conhece, deem uma lida na sinopse: Deus está abandonado sozinho e, se mata estripando-se com uma navalha. A Mãe-Natureza emerge de sua morte e, com o sêmen do moribundo Deus fertiliza-se, dando origem à Humanidade, uma criança doente e fraca, que em toda sua existência é surrada e torturada por zumbis sem face.
    Bizarro né?
    E depois disto veio "A Sombra do Vampiro" sobre as filmagens do filme Nosferatu de Murnau. Antológico. Um dos principais filmes de horror dos últimos anos.
    Tive o prazer de papear um bom tempo com o diretor, que no final das contas, falou muito de tudo, e pouco nas perguntas.



    De qualquer forma, mais uma missão cumprida. Confiram as respostas abaixo:

    1 - Como começou a trabalhar na indústria cinematográfica?

    E.M.: Foi entre  a faculdade de medicina, que eu estava interessado em ser um cirurgião e um filme. Acabei entrando em duas faculdades, uma de pré-medicina e outra de filmes, e acabei "adiando" a de medicina para tentar um ano de cinema.



    2 - Qual experiência na sua vida dedicada à arte você nunca esqueceu?

    E.M.: Quando eu li "O Nascimento da Tragédia"  de Nietzsche. Eu tinha 16 anos e ali descobri que queria "criar".




    3 - Qual trabalho na sua carreira considera o melhor?

    E.M.: "A sombra do vampiro" claro.
    M.V.: Era uma pergunta óbvia. Mas eu gostaria mesmo de saber, já que fez o cultuado "Begotten" alguns anos antes.



    4 - Esta não é uma pergunta: "A sombra do vampiro"  é um dos melhores filmes de vampiros de todos os tempos...Obrigado por esta obra prima.

    E.M.: Eu amei fazer o filme. Foi para mim uma jornada mística para o coração do que eu sinto e penso sobre a natureza esotérica de fazer um filme.



    M.V.:Acho um filme genial. Existem grandes filmes que falam de cinema, e Sombra do vampiro é um deles. Um dos melhores filmes de horror daquela década. Dafoe arrasou.



    5 - Há uma lista de filmes que mais gosta ?

    E.M.: Assim de cabeça: "Aurora" de Murnau, Nosferatu,  "Napoleão" de Abel Gance, "Soberba" de Wells, Um corpo que cai, 2001 - uma odisseia no espaço, Barry Lyndon, "A palavra" de Dreyer, Os filmes de Rainer Fassbinder no geral, mas em particular "O Casamento de Maria Braun" e "A professora de piano" de Haneke.


    M.V.: 2001 - uma odisseia no espaço, para mim, é o melhor filme de ficção da história do cinema.



    6 - Há algum projeto em vista?

    E.M.: Sim, estou trabalhando em dois roteiros exatamente agora. E eu quero muito começar a produção este ano. Um deles é um horror na segunda guerra, ainda sem título definido.



    7 - Se pudesse nos deixar uma lição desta vida dedicada ao cinema, qual seria?

    E.M.: Minha lição é: se você esta fazendo um mundo enquanto faz um filme, seja corajoso, seja honesto, seja original e faça isto de todo coração e não ceda a nada.
    M.V.: Obrigado
    E.M.: Seu site é muito legal. Você realmente ama filmes. Fantástico
    M.V.: Obrigado

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top