• ÚLTIMAS...

    terça-feira, 13 de junho de 2017

    A HORA DO LOBISOMEM - LANÇADO PELA DARKSIDE


    O filme aborda a drástica alteração no cotidiano da outrora pacata cidadezinha de Tarker's Mill, no interior dos EUA, quando na primavera de 1976, uma série de violentos assassinatos passam a se suceder, cada vez que a lua cheia surge no céu. Um garoto paralítico chamado Marty Coslaw, começa a desconfiar que o responsável pelos crimes seja um lobisomem, o que acaba se confirmando. Mais tarde, quando Marty, descobre a identidade do monstro, passa a ser perseguido pelo mesmo, e precisará encontrar uma forma de destruí-lo para salvar a própria vida.

    5 dos filmes mais marcantes de Lobisomens que assisti, são dos anos 80: Lobisomem americano em Londres (1981), Grito de terror (1981), Na companhia dos Lobos (1984), Garoto do futuro (1985) e este A hora do Lobisomem (1985). Curiosamente, 4 deles, assisti no sbt, no antigo Cinema em Casa, e revi muitas e muitas vezes na Sessão das Dez. O filme é uma adaptação de uma história de Stephen King pelo próprio escritor, e tem como figuras centrais Corey Haim (que enfrentaria vampiros alguns anos depois em outro típico filme dos anos 80, Garotos perdidos), Gary Busey (de Máquina Mortífera) e Terry O'Quinn (De Lost).


    Corey Haim era um ator bastante competente nestes filmes adolescentes (ele morreu em 2010, aos 38 anos. A causa da morte de Haim foi uma conjunção de pneumonia, problemas cardíacos e respiratórios, e não uma overdose como fora divulgado em primeira instância. A combinação de oito tipos de drogas encontradas em seu corpo não foi suficiente para provocar sua morte.) e neste filme não é diferente. Ele se move numa super cadeira de rodas, chamada "bala de prata"!!!

    Aliás, a história é típica do King, com cidadezinhas pequenas, onde os moradores  enfrentam algum tipo de acontecimento maligno. O ator Everett McGill faz aqui mais um vilão sem precisar fazer muitas expressões (seu rosto já diz a que veio). Daniel Attias fez aqui seu único filme (mas dirigiu centenas de episódios de séries importantes). Ele também foi diretor assistente em filmes como E.T. e Cão Branco.


    Mas voltando ao filme...

    O cinema de horror dos anos 80, de maneira geral, tem um ar de inocência que visto de hoje, incomodará aos mais jovens. Mas os quarentões nem vão se importar com coisas tipo: como raios um tio dá uma super cadeira para uma criança paraplégica, achando que sito não poderia causar, por exemplo, um acidente, já que o menino acelera livremente pelas estradas? Ou aquele sustinho final depois da morte do licantropo? 

    A edição da Dark Side traz extras interessantes. Num deles, mostra como estão algumas das locações mais interessantes do filme, hoje. Noutro, há uma compilação de cenas, que fazem um resumo do filme.  A edição vem com uma bela luva. E detalhe: a capa do filme e a luva tem imagens diferentes, o que é ótimo para colecionadores mas pouco comum de encontrar.

     Apesar do filme ter passado na Tv como "Bala de prata", ele seguiu a cartilha da época: Foi lançado com o nome  "A hora do lobisomem". São muitos filmes assim (A hora do espanto, A hora da verdade, A hora do Pesadelo).

    É um filme divertido, que vale a pena ter na sua filmoteca.



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top