• ÚLTIMAS...

    MORTE MISTERIOSA DE SAL MINEO


    SALVATORE

    Filho de pais sicilianos, Salvatore Mineo Jr. nasceu no Bronx em Nova Iorque, em 10 de janeiro de 1939 e desde pequeno queria ser ator,  sempre foi apoiado por sua mãe, que o matriculou numa escola de dança e teatro.

    Muito pequeno, estreou na Broadway em uma ponta em A Rosa Tatuada, com Maureen Stapleton e interpretando o jovem príncipe Yul Brynner no musical O Rei e Eu. A partir de 1951, começou a aparecer também na televisão antes de fazer sua estréia no cinema em 1955, no filme Pevney Joseph Six Bridges to Cross, onde derrotou Clint Eastwood para ficar com o papel. Seu primeiro grande sucesso veio em Rebel Without a Cause-Rebelde Sem Causa, filme estrelado por James Dean, onde estrelou Platão, um jovem problemático. Este desempenho resultou em uma indicação Oscar de melhor ator coadjuvante e logo sua popularidade aumentou. 

    O biógrafo Paul Jeffers contou que Mineo recebeu milhares de cartas de jovens fãs do sexo feminino, foi assediado por elas em aparições públicas e ainda escreveu "Ele namorou as mulheres mais bonitas de Hollywood e Nova York" , embora Mineo fosse assumidamente homossexual. Até o final dos anos 1950 o ator era uma celebridade, por vezes referido como o "Switchblade Kid", um apelido que ele ganhou de seu papel como um criminoso no filme Crime nas Ruas.


    CINEMA - MÚSICA - CINEMA DE NOVO

    Em 1957, Mineo fez uma breve incursão na música pop gravando um punhado de canções e um álbum. Dois de seus singles chegaram no Top 40 nos Estados Unidos, Billboard Hot 100. O single mais popular, "Start Movin", alcançou a posição 9 na Billboard's pop. Ele vendeu mais de um milhão de cópias e foi premiado com um disco de ouro. Ele atuou como o baterista Gene Krupa, no filme The Gene Krupa Story, dirigido por Don Weis e estrelado ainda por Susan Kohner, Darren James e Oliver Susan. Em 1960 estrelou Exodus, como um emigrante judeu, pelo qual ganhou um Globo de Ouro de melhor ator-coadjuvante, e recebeu pela segunda vez uma indicação ao Oscar como Melhor Ator Coadjuvante.

    A MORTE TRÁGICA

    No dia 12 de fevereiro de 1976 Sal retornava do teatro Westwood, onde estivera ensaiando uma peça. Estacionou seu carro na garagem e estava tentando subir as escadas para sua casa quando foi surpreendido por um homem que lhe esfaqueou. Um vizinho ouviu um grito no meio da noite: “Por favor, me ajudem, estou morrendo!”. Ele desceu as escadas para socorrê-lo mas já era tarde demais. O ator sangrava muito e embora tenham tentado reanimá-lo ele veio a óbito. Nos seus bolsos apenas 21 dólares.


    Um casal de testemunhas viram, "Um homem branco, com cabelos longos, vestido com roupas escuras que funcionam longe da cena. A princípio a polícia pensou em associar a morte a um crime de drogas mas não tiveram sucesso. A saída foi associar à sua sexualidade, e vários boatos foram espalhados. Após uma longa investigação, prenderam um entregador de pizza chamado Lionel Ray Williams que confessou o crime. Sentenciado a 57 anos de prisão, ele afirmou que não sabia se tratar do ator, que ele nem conhecia. Williams foi solto no início da década de 90.

    O ENTERRO
    Das pessoas que estavam em seu funeral estavam Desi Arnaz Jr, Nicholas Ray, Michael Greer e sua família. Sal foi enterrado ao lado de seu pai em Hawthorne, Nova York.

    À ESQUERDA O ASSASSINO. À DIREITA O ATESTADO DE ÓBITO DE SAL
    Charles Myers, marido da irmã de Mineo elogiou o ator: "Ele era uma pessoa rara e muito especial, um homem gentil cuja sensibilidade e compreensão afetou a todos que encontrava."

    John Lennon anunciou uma recompensa, na época, para quem encontrar o assassino de Mineo. 


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    • Comente com o Google

    1 comentários:

    1. Aconselho sobre a morte de SAL MINEO que se leia o livro "Sangue Errante", publicado no Brasil, de autoria do escritor James Ellroy (o mesmo autor de 'Los Angeles - Cidade Proibida".

      ResponderExcluir

    Item Reviewed: MORTE MISTERIOSA DE SAL MINEO Rating: 5 Reviewed By: TUDO SOBRE SEU FILME
    Scroll to Top