• ÚLTIMAS...

    quarta-feira, 26 de abril de 2017

    13 MINUTOS (2015) - LANÇAMENTO "MARES FILMES"


    Oliver Hirschbiegel é um diretor alemão que fez apenas 14 filmes sendo 6 para Tv.  Mas mesmo com este número reduzido, entrou para a história com o filme "A queda - as últimas horas de Hitler". O filme relata, de forma contundente, os momentos finais de Adolph. E quando um diretor acerta em cheio, como no caso dele, sempre geram inúmeras expectativas para seus próximos projetos. 

    Hirschbiegel, depois de dois filmes menos populares com a crítica (Invasores e Diana) ele volta ao mundo que o consagrou: Alemanha - Segunda Guerra - Hitler. Mas desta vez para contar como foi um dos famosos atentados contra a vida do Fuhrer, que sempre teve muita sorte em escapar de cada uma delas.

    13 minutos

    Por conta destes 13 minutos que Hitler adiantou sua saída de um discurso, em  08 de novembro de 1939, 50 milhões de vidas se perderam nos anos que vieram.


    O aeroporto de Munique foi fechado em 8 de novembro de 1939 por causa de uma forte neblina. Como resultado, o visitante mais importante da cidade naquele dia, foi forçado a cancelar seu voo para Berlim e voltou para a capital alemã de trem. Adolf Hitler, que, a 1 de Setembro de 1939, ordenara a Wehrmacht alemã a atacar a Polônia, desencadeando a Segunda Guerra Mundial, tinha chegado a Munique para dar uma palestra no salão de uma cervejaria chamada Bürgerbräukeller, tal como tinha feito em todos os 08 de novembro em anos anteriores. Era onde os membros fundadores do partido nazista se confraternizavam todos os anos para celebrar a tentativa de golpe de 08 de novembro de 1923. Um golpe que terminou com Adolf Hitler na prisão.


    Por causa da neblina em Munique, Hitler começou seu discurso às 8:00 horas, 30 minutos mais cedo do que o planejado, de modo a não perder o trem noturno para Berlim. O Führer deixou a Bürgerbräukeller às 9:07 da noite. Como já dito, o mau tempo salvou a vida do ditador. Uma bomba escondida em uma coluna diretamente atrás de onde Hitler estava falando explodiria as 9:20. A explosão foi tão forte que parte do teto desabou. Oito pessoas foram mortas e 63 feridas, algumas em estado grave. Quando a bomba explodiu, Hitler já estava sentado em uma limusine aquecida, em seu caminho para a estação de trem.

    A captura

    Meia hora antes da bomba ser detonada, um homem de 36 anos foi preso em Constança, na fronteira alemã com a Suíça, enquanto tentava convencer os guardas de fronteira e os funcionários aduaneiros a deixá-lo entrar no país vizinho. No começo, os policiais pensaram que o sujeito fosse um traficante. Mas ele  não carregava cigarros, salsichas ou bebidas alcoólicas. Em vez disso, os guardas encontraram notas sobre como fazer explosivos, um cartão postal que descrevia a Bürgerbräukeller, um emblema do grupo Frente Vermelha de Lutadores, um alicate e algumas partes de metal de aparência suspeita. Os funcionários da fronteira não sabiam o que fazer com o homem. Somente no final da tarde, o conteúdo de sua mochila, que ele foi forçado a esvaziar na alfândega, fez sentido.


    Na alfândega, os agentes receberam um telex informando-os sobre o atentado contra a vida de Hitler. O homem, Johann Georg Elser, foi transferido para Munique, onde de início, ficou em silêncio e, em seguida, negou qualquer envolvimento no incidente. Mas as evidências apontando para sua culpa tornavam-se cada vez mais claras. O que finalmente delatou Elser, que falava com um sotaque suábio, foram seus machucados,  seus joelhos esfolados. O espaço vazio na coluna onde os explosivos foram escondidos só poderia ter sido atingido por alguém rastejando sobre os joelhos. Garçonetes também identificaram Elser como cliente assíduo da Bürgerbräukeller, e, então, ele acabou confessando.

    Ou seja...Hitler tinha tanta sorte, que escapou por minutos e o "terrorista" foi capturado antes mesmo da bomba explodir. Porém, de todas as tentativas, apenas  Claus Schenk von Stauffenberg, um oficial militar (retratado no filme "Operação Valkiria", com Tom Cruise), e Georg Elser, o carpinteiro, chegaram perto de matar o ditador alemão.


    O filme

    A produção intercala os momentos pós detonação com passagens da vida de  Elser, mostrando os fatores que eventualmente levaram ele ao feito. Elser era um cara simples e que quase conseguiu um feito incrível, mostrando como patente ou poder aquisitivo, pouco influenciam quando correu atrás de seu objetivo. O foco narrativo, entretanto, encontra-se no homem por trás do plano arriscado, e não no plano em si. O título original, Elser, representa esta ideia, preocupada em construir o passado do homem solitário e apaixonado. 

    Cinema de primeira, lançado em home vídeo no Brasil. Imperdível.


    CONFIRAM NO LINK ABAIXO UMA LISTA SOBRE 10 FILMES ESSENCIAIS SOBRE TENTATIVAS DE ASSASSINATO A HITLER:

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top