• ÚLTIMAS...

    10 FILMES ESSENCIAIS SOBRE HOLOCAUSTO




    O Holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemático, burocraticamente organizado e patrocinado pelo governo nazista, de aproximadamente seis milhões de judeus pela Alemanha e seus então colaboradores. "Holocausto" é uma palavra de origem grega que significa "sacrifício pelo fogo". Os nazistas, que chegaram ao poder na Alemanha em janeiro de 1933, acreditavam que os alemães eram "racialmente superiores" aos judeus, por eles considerados como uma ameaça externa à chamada comunidade racial alemã. As autoridades alemãs também perseguiram outros grupos por sua dita "inferioridade racial": ciganos, deficientes físicos e mentais, e alguns povos eslavos (poloneses e russos, entre outros). Outros grupos eram perseguidos sob pretextos políticos, ideológicos e comportamentais, entre eles os comunistas, os socialistas, as Testemunhas de Jeová e os homossexuais.

    Escolhi 10 filmes que representam este episódio de horror da nossa história. Existem muitos outros claro. Mas considero estes essenciais para quem quer aprender um pouco sobre o drama daquelas pessoas.

    1) LISTA DE SCHINDLER (EUA, 1993)

    A inusitada história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um sujeito oportunista, sedutor, "armador", simpático, comerciante no mercado negro, mas, acima de tudo, um homem que se relacionava muito bem com o regime nazista, tanto que era membro do próprio Partido Nazista (o que não o impediu de ser preso algumas vezes, mas sempre o libertavam rapidamente, em razão dos seus contatos). No entanto, apesar dos seus defeitos, ele amava o ser humano e assim fez o impossível, a ponto de perder a sua fortuna mas conseguir salvar mais de mil judeus dos campos de concentração.

    2) NOITE E NEBLINA (FRANÇA, 1955)

    O documentário de 1955, dirigido pelo francês Alain Resnais, retrata o holocausto através de imagens, documentos e dados que comprovam a participação da Alemanha na formação dos campos de concentração. Fortes imagens sobre os locais abandonados e os corpos dos judeus retorcidos aparecem durante os trinta minutos de filme, com o intuito de chocar a sociedade da época sobre o que aconteceu na Segunda Guerra Mundial.
    Soberbo e aclamado documentário.


    3) O PIANISTA (FRANÇA, REINO UNIDO, 2002)

    O pianista polonês Wladyslaw Szpilman (Adrien Brody) interpretava peças clássicas em uma rádio de Varsóvia quando as primeiras bombas caíram sobre a cidade, em 1939. Com a invasão alemã e o início da 2ª Guerra Mundial, começaram também restrições aos judeus poloneses pelos nazistas. Inspirado nas memórias do pianista, o filme mostra o surgimento do Gueto de Varsóvia, quando os alemães construíram muros para encerrar os judeus em algumas áreas, e acompanha a perseguição que levou à captura e envio da família de Szpilman para os campos de concentração. Wladyslaw é o único que consegue fugir e é obrigado a se refugiar em prédios abandonados espalhados pela cidade, até que o pesadelo da guerra acabe.


    4) JULGAMENTO EM NUREMBERG (EUA, 1961)

    Tinham se passado três anos desde que os mais importantes líderes nazistas tinham sido julgados em Nuremberg. Dan Haywwod (Spencer Tracy), um juiz aposentado americano, tem uma árdua tarefa, pois preside o julgamento de quatro juízes que usaram seus cargos para permitir e legalizar as atrocidades nazistas contra o povo judeu durante a 2ª Guerra Mundial. À medida em que surgem no tribunal as provas de esterilização e assassinato a pressão política é enorme, pois a Guerra Fria está chegando e ninguém quer mais julgamentos como os da Alemanha. Além disto os governos aliados querem esquecer o passado, mas a coisa certa que deve se fazer é a questão que este tribunal tentará responder.


    5) DIÁRIO DE ANNE FRANK (EUA, 1959)

    Holanda, 1942. Anne Frank (Millie Perkins) vive no sótão secreto de um estabelecimento comercial, juntamente com seus pais, Otto (Joseph Schildkraut) e Edith (Gusti Huber), e sua irmã Margot (Diane Baker). Além deles vive no local uma outra família judia, composta por Hans Van Daan (Lou Jacobi), Petronella Van Daan (Shelley Winters), Peter Van Daan (Richard Beymer) e Albert Dussell (Ed Wynn), um idoso dentista. Anne Frank, uma jovem de 13 anos, documenta sua vida enquanto se esconde da Gestapo da Holanda. Este refúgio foi providenciado por Kraler (Douglas Spencer) e Miep (Dodie Heath), bondosos proprietários de lojas. Por dois anos eles ficam escondidos, vivendo sempre na apreensão de saberem que podem ser traídos ou descobertos a qualquer momento e mandados para um campo de concentração. Apesar disto eles sonham com dias melhores, ao mesmo tempo em que Peter e Anne se apaixonam.


    6) HOLOCAUSTO (EUA, 1978)

    Filmada em locações reais na Europa, a minissérie tem um elenco estelar liderado por Meryl Streep (A Escolha de Sofia) e James Woods (Era uma vez na América).  O filme conta a história do Holocausto pela perspectiva da família Weiss, de judeus alemães, e do ponto de vista de um jovem membro da SS, que gradualmente se torna um impiedoso e sanguessuga criminoso de guerra. Holocausto ilustrou vários eventos importantes que ocorreram às vésperas e durante a II Guerra Mundial, tais como a Noite dos cristais, a criação de guetos judeus e posteriormente, o uso das câmaras de gás. A série basicamente tentou retratar aos espectadores a atrocidade deste genocídio.
    Monumental minissérie, obrigatória para estudiosos.


    7) HOMEM DO PREGO (EUA, 1964)

    Durante o nazismo na Alemanha, o professor universitário judeu Sol Nazerman é confinado em um campo de concentração juntamente com sua família: esposa, pais e um casal de filhos pequenos. Ele é o único sobrevivente após a Guerra e vai para os Estados Unidos, trabalhar como proprietário de uma loja de penhores no perigoso bairro do Harlem em Nova Iorque. Ele passa os dias negociando sem qualquer emoção com toda a sorte de clientes arruinados e abalados. O jovem porto-riquenho Jesus Ortiz é empregado de Nazerman e o respeita como seu "professor de negócios" ao mesmo tempo que luta para não sucumbir à ganância e assaltar a loja junto de seus amigos criminosos do bairro. Nazerman também é forçado a "lavar dinheiro" do gângster Rodriguez, sem saber exatamente quais os negócios ilegais do criminoso.
    Único filme da lista que mostra os efeitos do holocausto no pós guerra.


    8) FILHOS DA GUERRA (ALEMANHA, POLÔNIA 1990)

    Está é a incrível história de Solomon Perel, um jovem que sobrevive ao Holocausto escondendo sua identidade judaica e paradoxalmente, encontrando refúgio junto à Juventude Hitlerista. Sua trajetória começa quando sua família alemã, mas de origem judaica, é perseguida pelos nazistas e se refugia em Lodz, na Polônia. Com a invasão, o que parecia ser o começo de uma vida tranquila, rapidamente se transforma em um grande pesadelo. Perel consegue fugir levando seu irmão, mas acaba se perdendo dele e busca refúgio entre os bolcheviques. Depois, ele é transferido para um orfanato na região leste da Polônia. Mesmo assim, acaba sendo capturado pelos nazistas. Sua única alternativa é se alinhar ao exército de Hitler e para isso tem que esconder sua verdadeira identidade...


    9) O REFÚGIO SECRETO (SUÉCIA, 1975)

    O filme conta a história verídica da família holandesa dos ten Boom que, com base nos princípios de sua fé cristã, durante a II Guerra Mundial decide refugiar judeus e membros da resistência holandesa em um pequeno esconderijo em sua casa, na cidade de Haarlem. A empreitada tem sucesso durante um certo tempo, até que uma delação leva toda a família à prisão. Corrie e sua irmã Betsie são mais tarde levadas ao campo de concentração de Ravensbrück, onde Betsie encontrava na sua fé motivos para demonstrar amor e esperança, ao passo que Corrie procurava na mesma fé em Deus razões resistir ao ódio que sentia dos nazistas.


    10) KAPÓ - UMA HISTÓRIA DO HOLOCAUSTO (ITÁLIA, FRANÇA, 1960)

    Em Paris, Edith, uma adolescente judia, é presa e deportada com a família ao campo de concentração de Auschwitz. Após sofrer o trauma da execução de seus pais e disposta a sobreviver a qualquer custo, Edith se prostitui aos nazistas, sendo promovida ao posto de Kapo (guarda) dos outros prisioneiros. Porém, a chegada de Sacha, um prisioneiro russo, a faz recuperar a esperança e lutar pela liberdade.


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top