• ÚLTIMAS...

    segunda-feira, 10 de outubro de 2016

    MORRE ANDRZEJ WAJDA

    Morre o maior cineasta polonês Andrzej Wajda.


    O diretor morreu aos 90 anos vítima de uma insuficiência pulmonar.


    Wajda estava internado há vários dias e em coma induzido devido a problemas pulmonares, acrescentaram as fontes.

    A obra de Wajda inclui clássicos como "O homem de mármore" (1977), uma crítica à Polônia comunista, seguida três anos depois por "O homem de ferro" (1981), que conta a história do Solidariedade, o primeiro sindicato independente do bloco comunista.

    Wajda nasceu em 6 de março de 1926 em Suwalki. Formou-se na Academia de Belas-Artes de Cracóvia e na Escola Nacional de Cinema e Teatro de Lodz. Começou a se dedicar ao cinema após fracassar no plano de ser militar.

    Era membro honorário da União de Artistas e Designers Poloneses (ZPAP) e foi presidente da Associação de Cinema Polonesa. Também era membro da Academia Francesa de Belas Artes, cargo que passou a ocupar em 1997 depois da morte de Federico Fellini.
    Wajda também se envolveu na política. Foi senador da Polônia entre 1989 e 1991 e do Conselho Presidencial para a Cultura entre 1992 e 1994.

    2016 será um ano definitivamente marcado por grandes perdas no mundo cinematográfico.


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top