• ÚLTIMAS...

    RUBENS EWALD FILHO - RESPONDE 7 PERGUNTAS CAPITAIS


    Crítico, Ator, Diretor, Roteirista, Colecionador, Escritor


    Desde criança acompanho seus guias. Aquele antigo "Dicionários de cineastas" e o "Filmes de hoje na Tv" eu lia todo dia. Aliás, toda hora. E assimilei ele como parte do meu imaginário cinematográfico, já que todos os livros que eu tinha na época eram dele, e a cerimônia mais importante do cinema (Oscar) era com ele. 


    Cresci, continuei comprando seus guias, e hoje estou aqui, entrevistando-o. Costumo dizer que tenho um formação cinematográfica atrelada a listas e conceitos. Não me considero crítico e sim pesquisador; E as listas que faço vem do meu costume de ler seus guias (que nada mais são que listas) diariamente.


    Rubens Ewald Filho  é jornalista formado pela Universidade Católica de Santos (UniSantos). Foi crítico de cinema do portal R7 e trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles RedeTV!, Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja , Jovem Pan, e Folha de S.Paulo, além de HBO, Telecine e TNT, onde está com o programa TNT+Filme e onde comenta as entregas do Oscar. Também é o crítico de cinema da Rádio Bandeirantes e comentou os filmes exibidos no Cine Clube, da Rede Bandeirantes. O crítico também aparece em inserções na programação da rádio A Tarde FM de Salvador/BA. Fez participações em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minisséries, incluindo as duas adaptações de Éramos Seis de Maria José Dupré.

    Abaixo, ele responde às 7 perguntas capitais. 

    Vamos às perguntas:

    1 - Quando surgiu o seu interesse  pelo cinema?

    R.E.F.: De criança, pertenço a uma geração onde o cinema era a unica grande válvula de escape, vide A Rosa purpura do cairo. A infância minha foi muito repressiva e infeliz e conturbada, então o cinema o meu refugio..Disso do hobby acabei tornando profissão, autodidata por sinal...



    2 - Coleciona filmes, cds ou algo relacionado à 7ª arte ? 

    R.E.F.: Sim, claro, filmes, livros, revistas, grande parte estou agora doando a cinemateca brasileira..


    3 - Quando se tornou crítico de cinema? E como as portas se abriram para se tornar um dos principais críticos do nosso país? 

    R.E.F.: As portas nunca se abrem assim (risos) a gente tem que lutar muito. No caso, como disse fui autodidata porque na época não existia escola de cinema, nem muito cinema no Brasil, só chanchada no rio..então fiz quatro faculdades, direito, jornalismo a noite, historia e geografia a tarde, para aproveitar o tempo e estudar diplomacia..acabei jornalismo antes porque era mais curto e ainda fazia teatro amador , dava aula em ginásio.. enfim.. dava também aulas de cinema de graça.. e foi essa a porta que foi abrindo a chance. Depois de fazer teste e ser recusado pela sucursal da folha em Santos, minha cidade, acabei entrando na Tribuna de Santos, onde por sinal estou ate hoje.


    4 - Qual sua experiência dentro deste universo artístico que mais te marcou? 

    R.E.F.: Realizar alguns sonhos como ir ao festival de Cannes durante vinte e tantos anos seguidos. Conhecer pessoalmente (ate na casa deles) alguns meus ídolos de Hollywood ou França.. depois ficar amigo dos grandes atores brasileiros.. como foi o caso recente agora de Maríilia Pera.. na verdade cada experiencia e um novo fato marcante e inesquecível..
    M.V.: Que acabou morrendo precocemente...


    5 - Existe uma lista (pelo menos uns 10 filmes) que marcaram sua vida  

    R.E.F.: São tantos meu caro e estou fora de casa sem poder acessar arquivos (risos) enfim, os filmes de Fellini, em particular Oito e meio, 2001 de Kubrick, o cinema italiano todo que eu adoro, Monicelli, De Sica, Visconti, o cinema japonês de Kurosawa, o francês de  Truffaut e Godard, e Malle. o nacional de Person, Glauber, Pagador de Promessas, enfim muitos.
    M.V.: 2001 de Kubrick e Sete Samurais de Kurosawa estão entre os 10 melhores filmes que já assisti





    6 - Anota os filmes que já assistiu? Se sim... quantos já viu? 

    R.E.F.: Cheguei semana passada a 35 mil, desde criança anoto tudo.
    M.V.: Uau...eu chegou lá....estou com 18.000 mil anotados desde criança também. Estou seguindo seu rastro.


    7 - E se pudesse deixar uma lição desta vida dedicada ao cinema, qual seria? 

    R.E.F.: Bonita pergunta. Ouvi isso num filme e ele tinha razão.. Na vida os casamentos acabam, os amigos te traem, os filhos somem, o dinheiro fica difícil mas a unica que coisa estará la sempre para você ter como companheiro é o cinema, são os filmes que você gosta e lhe são fieis.. concordo com isso.. 
    M.V.: Verdade. Nos momentos tensos, procuro minha zona de conforto, que são meus filmes preferidos. Eles me relaxam e nunca me abandonam. Tem toda razão. Obrigado pela entrevista e até a próxima.
    R.E.F.: Abraço

    ACESSE SEU SITE E FIQUE POR DENTRO DAS CRÍTICAS QUE ELE PUBLICA DOS ÚLTIMOS LANÇAMENTOS, BEM COMO REVISÕES DE CLÁSSICOS E HISTÓRIAS QUE VIVENCIOU: 
    RUBENS EWALD FILHO - CRÍTICA SOBRE FILMES




    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    • Comente com o Google

    2 comentários:

    1. Excelente matéria. Eu adoro o Rubens. Sempre leio tudo que ele escreve. Gostava imensamente quando ele fazia um programa de alguns minutos no Telecine Classic. Bem que poderia disponibilizar isso em DVD. Eu compraria todos. Será que ele tem esse material?

      ResponderExcluir

    Item Reviewed: RUBENS EWALD FILHO - RESPONDE 7 PERGUNTAS CAPITAIS Rating: 5 Reviewed By: TUDO SOBRE SEU FILME
    Scroll to Top