• ÚLTIMAS...

    terça-feira, 20 de setembro de 2016

    DR. DOLITTLE - SESSÃO EM DOSE DUPLA


    Sessão em dose dupla


    O objetivo desta publicação "cinema em dose dupla" é unicamente informar ao leitor que o filme que ele viu (e provavelmente gostou) é refilmagem de um clássico (provavelmente melhor).


    Eu faço as postagens sem ganhar nada em troca (muitas vezes nem são comentadas, e fico sem saber se as pessoas curtem). Mas quando eu parei de publicar esta sessão meses atrás, um leitor comentou como foi bom ler que um filme que ele adorava era um remake. E me agradeceu demais pela informação e isto me motivou a continuar.

    A sessão de hoje, um clássico famoso x um filme querido da sessão da tarde.




    Título original: Doctor Dolittle
    Diretor: Richard Fleischer 
    Elenco:  Rex Harrison, Samantha Eggar, Anthony Newley
    Duração: 2h 32min





    Em 1848, na cidade de Puddleby-on-the-Marsh, Inglaterra, Matthey Mugg (Anthony Newley leva seu amigo Tommy Stubbins (William Dix) para conhecer o excêntrico Doutor Dolittle (Rex Harrison), um veterinário mundialmente reconhecido, capaz de falar as línguas de diversos animais.
    No Oscar de  1968 venceu nas categorias de Melhores Efeitos Visuais e Melhor Canção Original (Talk to the Animals) e foi indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora e Melhor Mixagem de Som.






    Título original: Doctor Dolittle
    Diretor: Betty Thomas 
    Elenco:  Eddie Murphy, Peter Boyle, Ossie Davis
    Duração: 1h 25min







    Médico (Eddie Murphy) respeitado tem um casamento feliz e duas filhas, mas uma noite ele quase atropela um cachorro e ouve o animal ofendê-lo. Deste momento em diante o dom de falar com os animais que tinha quando era criança retorna. Após curar a asa de uma coruja, a notícia se espalha rapidamente entre os animais e logo diversos "clientes" querem ser atendidos por ele. Em virtude disto a situação fica bastante complicada e ele é internado, pois suspeitam que está louco. Assim, precisa arrumar um meio de ter alta do sanatório e retomar seu ritmo normal de vida o mais rápido possível, mas diversos contratempos vão atrapalhar o médico.


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top