• ÚLTIMAS...

    domingo, 7 de agosto de 2016

    MR. HULOT NO CINEMA

    Jacques Tati e seu personagem Mr. Hulot pertencem à galeria dos nomes mais importantes da comédia mundial. Assim como Charles Chaplin fez o vagabundo e Terence Hill, Trinity, Tati imortalizou Mr. Hulot com poucos e excepcionais filmes.
    Sua carreira de cineasta começou em 1947 com "Jour de Fête" que lhe rendeu o prêmio de melhor roteiro no Festival de Veneza, na Itália e o Grande Prêmio do Cinema Francês em 1950.
    "Le vacances de Mr. Hulot" ("As Férias de Mr. Hulot"),lançado em 1953, levou mais de um ano para ser completado já que Tati sempre brigava com os produtores. Ele ganhou muito dinheiro com seus primeiros filmes, mas ficou seis anos sem filmar. Quando retornou com "Playtime", uma grande superprodução com 150 minutos de duração e que lhe rendeu um prejuízo de 800 milhões de francos, ele viu seu império desmoronar.


    Em 1970 ele tentou se recuperar do fracasso de "Playtime" com outro filme, "Trafic", mas apesar do relativo sucesso da fita ele anunciou a sua falência em 1974 e promoveu um leilão dos negativos das suas obras. 
    Ele morreu vítima de uma embolia pulmonar semanas após completar 75 anos, mas ficou na história.
    Boa sessão:







    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top