• ÚLTIMAS...

    sábado, 13 de agosto de 2016

    12 FILMES COM PAIS POUCO ORTODOXOS


    São muitos e muitos filmes sobre pais. E muitos filmes importantes inclusive. Como fiz com outras datas importantes, vou publicar todo ano a lista atualizada com mais filmes. No caso do dias dos pais, serão 12 por ano (geralmente vou associar a data do evento ao número de filmes).
    Ano que vem, já tem engatilhado os 12 pais que mais ralaram pelos filhos. Aguardem.
    Boa sessão:


    À medida que as Forças Imperiais lançam um ataque total contra a Aliança Rebelde, Han Solo e a Princesa Leia, fogem para a Cidade das Nuvens, onde são capturados por Darth Vader. Luke Skywalker, viaja para o misterioso planeta pantanoso de Dagobah, onde o sábio Mestre Jedi Yoda, ensina ao jovem herói os caminhos da Força. O que Luke, não pode imaginar é que seu treinamento Jedi, será necessário muito em breve.

    Porque está na lista?

    O maior vilão da galáxia não pode ser o melhor pai, claro. Mas Darth quis levar Luke para o lado negro, e a negativa proporcionou uma das mais antológicas cenas do cinema.


    Dave (Aaron Johnson) é um adolescente viciado em quadrinhos cansado de apanhar ou ser ameaçado. Até o dia em que ele resolve virar o super herói Kick Ass e mudar esta rotina. Como? Nem ele sabia, mas ao defender fantasiado de herói (e apanhando mais ainda) um cara que levava uma surra, o vídeo com as imagens dele enfrentando os bandidos foi parar na internet e ele virou um fenômeno. Dave só não contava que a sua fama iria envolvê-lo no meio de um plano de vingança de Big Daddy (Nicolas Cage) e Hit Girl (Chloe Moretz) contra Frank D'Amico (Mark Strong), um mafioso da cidade, vivendo uma verdadeira e violenta aventura que mudaria para sempre a sua vida.

    Porque está na lista?

    Hit girl é um personagem antológico, mas seu personagem é o reflexo do incentivo do pai, que a transformou numa psicopata assassina...de bandidos claro.


    Bryan Mills (Liam Neeson) é um ex-agente do governo, que deixou o emprego para que pudesse passar mais tempo com Kim (Maggie Grace), a filha que teve com sua ex-esposa Lenore (Famke Janssen). Ele passa então a trabalhar com antigos colegas, realizando serviços leves de segurança particular. Um dia Kim pede ao pai autorização para que viaje a Paris com uma amiga, a qual é negada pelo fato de que Bryan sabe bem os perigos que ela correria em um país estranho. Isto não a impede, fazendo a viagem assim mesmo. Só que o temor de Bryan se concretiza, já que logo após a chegada Kim e sua amiga desaparecem.

    Porque está na lista?

    O paizão que mata todo mundo para libertar a filha não é exatamente o tipo de pai tradicional, ainda que muito querido pelo que fez.


    Daniel Hillard (Robin Williams) está passando por uma fase complicada, acaba de se separar de Miranda (Sally Field) e perdeu o seu emprego. Impedido pela ex-esposa de passar mais tempo com os filhos, ele tem uma ideia inusitada para recuperar a relação com as crianças. Daniel veste-se como uma senhora idosa escocesa e tenta conseguir o cargo de babá no seu antigo lar.

    Porque está na lista?

    Imagine um pai que, após perder a guarda de seus filhos e ser obrigado a ficar longe deles, se caracteriza como uma senhora na casa de seus sessenta anos apenas para poder estar sempre próximo dos pequenos? 


    O arqueólogo Indiana Jones (Harrisson Ford) tem acesso à um misterioso envelope que contém informações sobre a localização do lendário Santo Graal, o cálice que Jesus Cristo teria utilizado na Última Ceia. Quando seu pai, o professor Henry Jones (Sean Connery), é sequestrado pelos nazistas, o aventureiro irá embarcar numa missão perigosa para salvá-lo e impedir que a relíquia sagrada caia em mãos erradas.

    Porque está na lista?

    Henry Jones ensinou lições valorosas para Indiana, porém foi um pai rígido demais e muito ausente, pois passava boa parte do tempo procurando múmias. Mas quem não queria ter um pai como Sean Connery.


    Um homem de meia idade (Vince Vaughn) descobre ter sido pai de 533 crianças, através da doação de esperma. Ele passa a enfrentar problemas quando algumas dezenas destas crianças, já crescidas, passam a sentir a enorme necessidade de conhecer o pai biológico.

    Porque está na lista?

    Pai de 533 filhos? Alguma dúvida porque tem que estar na lista? 


    Fletcher Reede (Jim Carrey), um advogado, se vê em uma situação delicada quando Max Reede (Justin Cooper), seu filho, ao soprar as velas do bolo pede que seu pai não minta por um dia. O desejo é atendido, impedindo Fletcher de falar qualquer tipo de mentira, mas se as pessoas falam uma mentira ou outra, para um advogado mentir faz parte do cotidiano. Fletcher não entende o que está acontecendo e se envolve em várias confusões, principalmente quando precisa defender no tribunal uma mulher traidora (Jennifer Tilly) que tem que se passar por santa para tirar os bens do rico marido.

    Porque está na lista?

    Um advogado que é obrigado a não mentir por um dia para atender o desejo do filho? Sacrifício incrível feito por um mentiroso compulsivo. Um dos melhores trabalhos de Jim Carrey em comédias.


    Ele não deveria estar lá. Mas no momento em que Michael Sullivan Jr. presencia um brutal assassinato, as vidas desse menino de 12 anos e do gangster que é seu pai são destruídas para sempre e seus destinos unidos para sempre. Agora, perseguido pela Máfia a quem devotou sua vida, Sullivan e seu filho não têm para onde fugir ou como escapar à perseguição incansável de um sádico assassino. É nessa luta feroz e instintiva pela sobrevivência e para proteger seu filho, que este gangster profissional irá descobrir a honra e a redenção.

    Porque está na lista?

    Pai assassino? Obra essencial dirigida por Sam Mendes que discursa sobre o conhecimento e amadurecimento da relação pai/filho.


    1999, na ilha grega de Kalokairi. Sophie (Amanda Seyfried) está prestes a se casar e, sem saber quem é seu pai, envia convites para Sam Carmichael (Pierce Brosnan), Harry Bright (Colin Firth) e Bill Anderson (Stellan Skarsgard). Eles vêm de diferentes partes do mundo, dispostos a reencontrar a mulher de suas vidas: Donna (Meryl Streep), mãe de Sophie. Ao chegarem Donna é surpreendida, tendo que inventar desculpas para não revelar quem é o pai de Sophie.

    Porque está na lista?

    3 figuraças, cada um com suas manias mais loucas, são os candidatos a pai de Sophie, na armação que ela proporciona para descobrir qual deles é o pai. O filme é tão delicioso que se faz obrigatório para quem busca filmes sobre o tema.


    Dois pesquisadores, o grandalhão Dr. Hasse (Arnold Schwarzenegger) e o pequeno e malandro Dr. Arbogast (Danny DeVito), desenvolvem uma droga para auxiliar a gravidez. Impedidos de continuar o projeto, a dupla rouba um óvulo e o implanta na barriga do Dr. Hasse. E assim passam a testar a droga, a partir das reações do grandalhão durante os 9 meses de gestação.

    Porque está na lista?

    Pai grávido? Schwarzenegger, de Comando para matar, Predador e Exterminador do futuro grávido? Precisa justificar mais alguma coisa?  


    Sam Dawson (Sean Penn) é um homem com deficiência mental que cria sua filha Lucy (Dakota Fanning) com uma grande ajuda de seus amigos. Porém, assim que faz 7 anos Lucy começa a ultrapassar intelectualmente seu pai, e esta situação chama a atenção de uma assistente social que quer Lucy internada em um orfanato. A partir de então Sam enfrenta um caso virtualmente impossível de ser vencido por ele, contando para isso com a ajuda da advogada Rita Harrison (Michelle Pfeiffer), que aceita o caso como um desafio com seus colegas de profissão.

    Porque está na lista?

    Pai deficiente mental criando a filha?  Ser pai não é fácil e se você tem problemas de desenvolvimento cerebral essa tarefa se torna ainda mais complicada. Emoções, lágrimas e Oscar na receita.


    Ed Bloom (Albert Finney) é um grande contador de histórias. Quando jovem Ed saiu de sua pequena cidade-natal, no Alabama, para realizar uma volta ao mundo. A diversão predileta de Ed, já velho, é contar sobre as aventuras que viveu neste período, mesclando realidade com fantasia. As histórias fascinam todos que as ouvem, com exceção de Will (Billy Crudup), filho de Ed. Até que Sandra (Jessica Lange), mãe de Will, tenta aproximar pai e filho, o que faz com que Ed enfim tenha que separar a ficção da realidade de suas histórias.

    Porque está na lista?

    A jornada de Will para descobrir o que é realidade , o que é ficção torna o filme, dirigido por Tim Burton uma obra prima imperdível. É certamente um dos pais menos ortodoxos da lista.



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top