• ÚLTIMAS...

    ROCKY BALBOA NO CINEMA


    40 anos depois...
    Um dos mais notáveis (e importantes) personagens do cinema foi levado às telas por um dos atores mais criticados do cinema: Sylvester Stallone, que completou na semana da publicação, 70 anos. 



    O que importa mesmo é que com toda crítica, Stallone conseguiu longevidade, inclusive foi reconhecido pela crítica com seus mais recentes trabalhos como o boxeador. Não é um gênio, mas soube cativar o publico. 
    Faço aqui minha homenagem a Sly, com mais uma das listas que adoro fazer. Aqui com curiosidades extraordinárias sobre cada filme.
    Boa sessão:

    ROCKY - UM LUTADOR (1976)

    FICHA TÉCNICA:

    Título original: Rocky
    Direção: John G. Avildsen
    Elenco: Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young
    Duração: 1h 59min

    SINOPSE:

    Rocky Balboa (Sylvester Stallone), um lutador de boxe medíocre que trabalha como "cobrador" de um agiota, tem a chance de enfrentar Apollo Creed (Carl Weathers), o campeão mundial dos pesos-pesados, que teve a ideia de dar oportunidade a um desconhecido como um golpe publicitário. Mas Rocky decide treinar de modo intensivo, sonhando apenas em terminar a luta sem ter sido nocauteado pelo campeão.






    Sylvester Stallone escreveu o roteiro de Rocky - Um Lutador em apenas três dias, após assistir uma luta de boxe em que o desconhecido Chuck Wepner se mantinha sempre afastado do campeão Muhammad Ali.

    Os produtores Irwin Winkler e Robert Chartoff ficaram tão interessados no roteiro que ofereceram US$ 350 mil para que Sylvester Stallone o vendesse a eles. Apesar de ter apenas US$ 106 em sua conta bancária naquele momento, Stallone disse que apenas venderia o roteiro caso fosse também confirmado como protagonista do filme. Sem alternativa, os produtores toparam, desde que ele continuasse trabalhando como roteirista sem receber salário e recebesse apenas o valor previsto na tabela sindical por seu trabalho como ator.

    Winkler e Chartoff ofereceram o projeto a United Artists, que aprovou um orçamento de US$ 2 milhões caso o filme fosse protagonizado por um grande astro da época, como Robert Redford, Ryan O'Neal, Burt Reynolds ou James Caan. Ao ser informado de que, por obrigação contratual, o protagonista seria Stallone, a United Artists baixou o orçamento para US$ 1 milhão. Além disto, impôs a exigência de que, caso o filme ultrapassasse o orçamento previsto, o extra seria bancado pelos produtores.


    No fim das contas, o filme custou US$ 1,1 milhão, o que fez com que os produtores hipotecassem suas casas para pagar os US$ 100 mil extras que deviam ao estúdio.

    Sylvester Stallone parou de fumar durante este filme, pois estava ficando com problemas para respirar.

    Rocky, um lutador custou no total 1,1 milhão de dólares. A bilheteria do filme, apenas nos Estados Unidos, foi de aproximadamente 117,23 milhões de dólares ao longo dos anos.

    Rocky, um lutador foi totalmente rodado em apenas 28 dias.

    Na versão italiana do filme, a personagem Adrian, interpretada por Talia Shire, teve seu nome alterado para Adriana.

    Sylvester Stallone apenas concordou em vender o roteiro de Rocky, um lutador sob a condição de que ele mesmo interpretaria o personagem-título do filme. Os produtores chegaram a oferecer-lhe 150 mil dólares para que deixasse o ator Ryan O'Neal interpretar Rocky Balboa, mas Stallone recusou a oferta. Deste modo, os produtores concordaram que Stallone interpretasse Rocky Balboa desde que ele conseguisse que a produção do filme custasse menos de um milhão de dólares, quantia obtida com a hipoteca das próprias casas dos produtores do filme.

    Nas sequências, o personagem Rocky acaba fugindo do perfil original para assumir o figurino do herói defensor dos valores norte-americanos, figurino que chegou ao extremo em Rocky IV (1985) em que o personagem disputa o título mundial contra o campeão soviético e todo o aparato repressor a sua volta. Outro personagem de Stallone, Rambo, seguiu trajetória parecida.

    O filme pornô estrelado por Stallone no início de sua carreira se chamava Party at Kitty and Stud's (algo como A festa de Kitty e Stud), no qual Stud era interpretado por Stallone e Kitty era sua namorada. O filme era explicito, porém após o sucesso de Stallone em Rocky, um Lutador, o filme foi rebatizado como The Italian Stallion (O Garanhão Italiano) e editado, cortando-se as cenas de sexo explícito para relançamento.

    Prêmios:

    OSCAR

    1977
    Ganhou
    Melhor Filme
    Melhor Diretor - John G. Avildsen
    Melhor Edição

    Indicações
    Melhor Ator - Sylvester Stallone
    Melhor Atriz - Talia Shire
    Melhor Ator Coadjuvante - Burt Young e Burgess Meredith
    Melhor Roteiro Original
    Melhor Canção Original - "Gonna Fly Now"
    Melhor Som

    GLOBO DE OURO


    1977
    Ganhou
    Melhor Filme - Drama

    Indicações
    Melhor Diretor - John G. Avildsen
    Melhor Ator - Drama - Sylvester Stallone
    Melhor Atriz - Drama - Talia Shire
    Melhor Roteiro
    Melhor Trilha Sonora

    BAFTA

    1978
    Indicações
    Melhor Filme
    Melhor Diretor - John G. Avildsen
    Melhor Ator - Sylvester Stallone
    Melhor Roteiro
    Melhor Edição

    CURIOSIDADE MASTER:

    A dublagem interfere no resultado da luta!!! Hein? Não sabia desta? Então...durma com este barulho. Após passar minha achando que a luta empatou (segundo a dublagem) eu vi o original e me surpreendi com esta pérola: a vitória foi de Creed (até justifica o título da continuação).


    ROCKY II - A REVANCHE (1979)

    FICHA TÉCNICA:

    Título original: Rocky II
    Direção:  Sylvester Stallone
    Elenco: Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young
    Duração: 1h 59min

    SINOPSE:

    Após o término do confronto contra Apollo Creed (Carl Weathers), Rocky (Sylvester Stallone) promete à Adrian (Talia Shire), sua esposa grávida, que irá largar os ringues de boxe. Porém, Apollo quer provar que Rocky não foi nocauteado por acaso e, como este está sem dinheiro, promovem outra luta entre os dois pugilistas.






    Segundo filme dirigido por Sylvester Stallone. O anterior foi A Taberna do Inferno (1978).

    Na primeira versão do roteiro, a luta ocorria no Coliseu Romano.

    Após terminar Rocky 2 - A Revanche, Sylvester Stallone começou a escrever o roteiro de Rocky 3 - O Desafio Supremo. Originalmente, ele concebeu a série em apenas três filmes.

    Há um erro grosseiro na dublagem brasileira original deste filme: após o término do décimo round, o treinador de Apollo, Duke, diz a seguinte frase: "Eu pensei que ele tivesse apanhado há dez meses atrás, mas hoje ele é muito pior. Mais um round para o campeão Apollo Doutrinador!". Porém, a versão deste filme para DVD mostra, por meio das legendas em inglês, que esta frase deveria ser dita pelo narrador Bill Baldwin, pois segundos depois a frase é dita, em inglês, pelo citado narrador.

    Stallone começa a trabalhar de forma interessante as cores dos uniformes dos lutadores. Enquanto no primeiro ele usa um apagado calção branca com detalhe vermelho, neste ele usa um destacado e elegante calção preto com detalhe dourado. Apollo que por sua vez usava uma alusão a bandeira Americana, agora usa um vermelho de como quem "não veio para brincadeiras desta vez". Nas demais sequencias as cores voltam a mudar com o seu devido motivo.

    ROCKY III - O DESAFIO SUPREMO (1982)

    FICHA TÉCNICA:

    Título original: Rocky III
    Direção:  Sylvester Stallone
    Elenco: Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young
    Duração: 1h 39min

    SINOPSE:

    Após ter sido derrotado por Clubber Lang (Mr. T), um novo e temível adversário, Rocky (Sylvester Stallone) passa a ser treinado para a luta revanche por Apollo Creed (Carl Weathers), seu antigo rival, que deseja de Rocky apenas um pequeno favor em troca dos seus serviços.






    A estátua de Rocky erguida em Rocky 3 - O Desafio Supremo permanece intacta na cidade de Filadélfia.

    O filme foi indicado ao Oscar na categoria de melhor canção do ano com a música Eye of the tiger.

    Mr. T era um rosto marcante da época, por causa do Esquadrão Classe A.  Aliás,  Laurence Tureaud trabalhou após como um segurança de restaurante. Pouco tempo depois, foi criada a personalidade conhecida como Mr. T. Com uma aparência forte, tornou-se guarda-costas de estrelas estadunidenses durante dez anos. Dentre essas personalidades, há de destacar Muhammad Ali, Michael Jackson, Steve McQueen e Joe Frazier.


    ROCKY IV (1985)

    FICHA TÉCNICA:

    Título original: Rocky IV
    Direção:  Sylvester Stallone
    Elenco: Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young
    Duração: 1h 31min 

    SINOPSE:

    Oriente e o Ocidente se enfrentam na luta de Rocky contra um terrível boxeador soviético que literalmente matou seu último adversário! Sylvester escreve, dirige e protagoniza esta guerra entre duas nações, em que a única batalha é travada em um ringue de boxe. Rocky Balboa (Stallone) é o orgulhoso campeão mundial de boxe na categoria de pesos pesados, mas vê que tem um novo desafiante: Drago (Doplh Lundgren), um lutador de 1,93 m de altura e 118 kg com apoio financeiro da União Soviética. Desta vez, Rocky vai treinar na gelada Sibéria e prepara-se para uma luta no centro de Moscou, com transmissão pela TV para o mundo todo. Mas nada poderá prepará-lo de verdade para o que ele vai enfrentar: um combate extremo em defesa de sua própria vida e da honra do seu país.






    A "treta" EUA vs URSS foi mostrada neste Rocky e em Rambo 3 (1988).

    Apesar de não ter o "Adriaaaaaaaan!" característico da série,  Rocky IV é um dos filmes mais citados. Tudo isto é, paradoxalmente, em grande parte devido a Ivan Drago, que fala apenas seis vezes durante o filme todo (duas em russo, quatro em inglês).

    Durante as gravações do filme, Sylvester Stallone decidiu que para as cenas de luta, ele e Dolph Lundgren deveriam bater de verdade, para aumentar a emoção e a intensidade da cena.

    Depois de fazer três tomadas de Rocky levando socos reais, Stallone começou a sentir uma queimação no peito. Mais tarde, ele começou a sentir dificuldades para respirar e foi levado para o hospital mais próximo. Os médicos descobriram que sua pressão arterial estava em mais de 200 e por isso, teve que permanecer na UTI por oito dias. Foi descoberto que durante as cenas um dos socos dados por Lungren foi tão forte que fez com que o coração de Stallone inchasse e impedisse a passagem de oxigênio por todo o corpo.

    De acordo com Sylvester Stallone, Dolph Lundgren e Carl Weathers não se davam bem durante as filmagens do filme e lutaram realmente em uma das cenas.

    Diversos atores famosos fizeram o teste para conseguir o papel como Ivan Drago, entre eles está: Arnold Schwarzenegger, Vernon Wells, Brian Thompson, Patrick Swayze, Kurt Russell, Peter Weller, Michael Biehn, David Hasselhoff, Tom Selleck, Jean-Claude Van Damme, William Sadler, Jürgen Prochnow, Johnny Depp, Kevin Dillon, Willem Dafoe, Charlie Sheen , Brad Pitt, Mel Gibson, Jesse Ventura, Kiefer Sutherland, Thomas F. Wilson, Val Kilmer, Sean bean, Tom Cruise, John Travolta, Alec Baldwin, Jsu Garcia, Robert Patrick, Matt Dillon, Sonny Landham, Richard Chaves, Alexander Godunov "Kane Hodder (I) ', Chris Sarandon, Keanu Reeves, Paul Satterfield, Eric Stoltz, Chuck Norris, Viggo Mortensen, Gary Sinise, Tony Goldwyn, Armand Assante, Michael Madsen, Liam Neeson e Roddy Piper.


    ROCKY V (1990)

    FICHA TÉCNICA:

    Título original: Rocky V
    Direção:   John G. Avildsen
    Elenco: Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young
    Duração:  1h 44min 

    SINOPSE:

    Após o combate contra Ivan Drago (Dolph Lundgren), Rocky vem a se deparar com uma situação difícil: perde quase todo o dinheiro graças a um contador corrupto, e ainda descobre que estava impossibilitado de continuar a lutar sob o risco de morte. Volta a morar no bairro de origem na Filadélfia e passa a conviver com problemas sociais e pessoais, principalmente em relação a seu filho. Encontra um promissor lutador de boxe e decide treiná-lo. Tudo corria bem até que um grande empresário "rouba" o seu pupilo. Os dois (mestre e aprendiz) acabam se enfrentando fora dos ringues para decidir quem realmente é o "campeão dos campeões!"






    Sage Stallone, filho de Stallone na vida real e no filme,  foi encontrado morto no seu apartamento em Los Angeles, Estados Unidos em  13 de julho de 2012 . Sage sofria de aterosclerose, condição que lhe provocou um ataque cardíaco fatal.

    Tommy Morrison, o pupilo que faz a briga de rua com Stallone no filme também faleceu. Morrison tornou-se campeão mundial dos pesos pesados da OMB em 7 de junho de 1993. O título estava vago e venceu por pontos a luta contra George Foreman. Perderia o título apenas quatro meses depois, em 29 e outubro, para Michael Bentt.  Num exame de sangue antes de uma luta em 1996 mostrou que Morrison era portador do vírus HIV. Sua licença para lutar foi suspensa e, em declaração, Morrison deveu o ocorrido a seu estilo de vida permissivo. Faleceu em 1 de setembro de 2013.


    ROCKY BALBOA (2006)

    FICHA TÉCNICA:

    Título original: Rocky Balboa
    Direção:    Sylvester Stallone
    Elenco:  Sylvester Stallone, Antonio Tarver, Milo Ventimiglia
    Duração: 1h 42min 

    SINOPSE:

    A glória faz parte do passado para Rocky Balboa (Sylvester Stallone). Dono do restaurante Adrian's, batizado em homenagem à sua falecida esposa, Rocky passa as noites contando aos clientes histórias de sua época de lutador. Rocky Jr. (Milo Ventimiglia), seu filho, não dá muita atenção ao pai, preferindo cuidar de sua própria vida. Sua vida muda após uma simulação de computador colocar Mason Dixon (Antonio Tarver), o atual campeão mundial dos pesos pesados, enfrentando Rocky em seu auge. Dixon fez fama pela facilidade com a qual conseguiu o título, mas como nunca encarou um oponente que realmente o desafiasse é considerado por muita gente como um lutador muito técnico, mas sem alma. A simulação faz com que o agente de Dixon resolva realizar a luta, oferecendo a Rocky uma nova chance de voltar aos ringues.






    Rocky Balboa possui flashbacks de todos os filmes da série, com exceção de Rocky V (1990), que Stallone considera o pior de toda a saga.

    Os produtores entraram em acordo com a HBO para aproveitar as imagens da luta real de boxe entre Bernard Hopkins e Germaine Taylor, que seria gravada para exibição em pay-per-view. Desta forma o público presente e a própria estrutura montada para o evento puderam ser usados para a realização de algumas cenas no local. A HBO autorizou a filmagem de uma cena em que Rocky entra na arena lotada e anda pelo corredor até chegar ao ringue. Já no ringue Stallone levantou os braços e o 14 mil presentes gritaram o nome de Rocky.

    As cenas da luta entre Rocky Balboa e Mason Dixon foram as primeiras a serem rodadas. O motivo é que desta forma Stallone poderia estar no auge de sua forma física, algo que com o andar das filmagens seria perdido devido ao seu trabalho como diretor, que consumiria o tempo necessário para treinamento.

    Antonio Tarver teve 5 semanas de preparação antes do início das filmagens, onde pôde aprender a coreografia de cada soco dado em cena.

    Antonio Tarver, intérprete de Mason Dixon, foi campeão mundial dos meio-pesados em 2003, tendo se aposentado dos ringues em 2006. Para poder atuar em Rocky Balboa ele teve que ganhar 9 quilos, de forma que pudesse mudar de categoria para peso-pesado.

    Segundo a lápide presente em Rocky Balboa, a morte da personagem Adrian Balboa ocorreu em 11 de janeiro de 2002.

    Mr. T e Dolph Lundgren receberam propostas para reprisar seus personagens de Rocky III - O Desafio Supremo (1982) e Rocky IV (1985), mas as recusaram.

    Sage Stallone, filho de Sylvester Stallone, recusou-se a interpretar mais uma vez o personagem Rocky Jr., o qual havia interpretado em Rocky V (1990).

    Além de Sylvester Stallone, apenas Burt Young e Tony Burton atuaram nos 6 filmes da série Rocky.

    O set de filmagens foi visitado por Arnold Schwarzenegger, então Governador da California, que deu a Stallone um certificado de agradecimento por apoiar a indústria de cinema do estado.


    CREED: NASCIDO PARA LUTAR (2015)

    FICHA TÉCNICA:

    Título original: Creed
    Direção:  Ryan Coogler
    Elenco:   Michael B. Jordan, Sylvester Stallone, Tessa Thompson
    Duração: 2h 14min

    SINOPSE:

    Adonis Johnson (Michael B. Jordan) nunca conheceu o pai, Apollo Creed, que faleceu antes de seu nascimento. Ainda assim, a luta está em seu sangue e ele decide entrar no mundo das competições profissionais de boxe. Após muito insistir, Adonis consegue convencer Rocky Balboa (Sylvester Stallone) a ser seu treinador e, enquanto um luta pela glória, o outro luta pela vida.






    Creed marca a sétima vez que Sylvester Stallone atua no papel do boxeador Rocky Balboa, após Rocky, um Lutador (1976), Rocky 2 - A Revanche (1979), Rocky 3 - O Desafio Supremo (1982), Rocky 4 (1985), Rocky 5 (1990) e Rocky Balboa (2006).

    Este é o primeiro filme do personagem Rocky que não foi escrito por Sylvester Stallone e o primeiro a não ter o nome de Rocky no título; o roteiro é assinado pelo diretor Ryan Coogler ao lado de Aaron Covington.

    Durante um treino, Adonis é visto com uma camiseta que diz: “Por que quero lutar? Por que não sei cantar e dançar.” Esta é a frase que Rocky diz a então namorada, Adrian, no começo da relação, no primeiro filme, quando o casal está patinando no gelo.

    Algumas cenas do público foram, na verdade, feitas no intervalo do jogo de futebol entre Everton e West Bromovich, no estádio de Goodison Park, em Liverpool.

    O ator Michael B. Jordan (Adonis) e o diretor Ryan Coogler já tinham trabalhado juntos em “Fruitvale Station: A Última Parada (2013).”

    Aliás, o filme é apenas o segundo longa-metragem dirigido por Ryan Coogler, após o premiado Fruitvale (2013).



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    • Comente com o Google

    2 comentários:

    1. Embora as histórias de lutadores sejam muito parecidas entre si, nunca me aborreço vê-las. Descobri o filme Mãos de Pedra Legendado e adorei. Sou fã deste tipo de personagens. Tem uma história que pode fazer você rir e chorar. Além disso, o elenco e a direção são excelentes! Este tema é um clássico do cinema.

      ResponderExcluir

    Item Reviewed: ROCKY BALBOA NO CINEMA Rating: 5 Reviewed By: TUDO SOBRE SEU FILME
    Scroll to Top