• ÚLTIMAS...

    BATMAN VS SUPERMAN (VERSÃO ULTIMATE) - CRÍTICA DESTRUTIVA


    Quem já leu as minhas críticas destrutivas, que antigamente eu chamava de "Whatta fuck", sabe que é um texto com objetivo de apontar os erros do filme. Portanto, não é uma opinião (até porque eu fiz Whatta Fuck de uns três filmes que adoro). São fatos, gostem ou não do filme.

    Abaixo, vou mostrar como Zack Snyder foi uma escolha ruim para trazer às telas o sonho de consumo de muita gente: A Liga da Justiça. Entre muitos erros e poucos acertos, dois filmes foram entregues com resultados duvidosos. Este BvS ficou atrás até de Deadpool nos EUA, nas bilheterias, mostrando que mesmo o publico fiel entendeu que o resultado foi fraco.

    Boa Leitura:

    Zack consegue o impossível. Montar um clipe de 4 minutos, ao som dos "acordes" de Hans Zimmer, toda a origem de Batman? Gênio ? Nada...O projeto DC´para copiar o sucesso comercial da Marvel tem mais um capítulo, que se não é ruim, tem pontos que chegam a ser ridículos.


    A fantástica cena seguinte, que seria surpreendente anos atrás, com Affleck  disparando entre prédios caindo, mais parece uma sequência do filme Transformers, o que já não é coisa boa. Além do que, salvar menina de escombros caindo, já deu né? E todo arco dramático da cena inicial finaliza com um olhar de Bruce Wayne para o céu, afim apenas de justificar o título do filme.

    Aliás, cenas inexplicáveis permeiam o filme, que mais parece uma colcha de retalhos. O que dizer da antipatia de Lois Lane com Jimmy Olsen? E eles conversam normalmente, porém ela se recusa a apertar sua mão. Preconceito por ele ser repórter? Acho que não...
    Aliás, mau humor permeia o filme. Todos parecessem estressados.


    Continuemos. Com 19 minutos, duas sequências de ação? Isto é para dizer que é um filme do Michael Bay? Agora me digam sinceramente: qual o propósito daquela sequência no deserto? Proporcionar um julgamento do Superman na sequência seguinte? O que ele fez de tão grave que justificasse tal fato? Cena esta encenada por uma Holly Hunter desnecessária no filme.  (a cena do tribunal dura 1 minuto, inclusive).

    Fica um conselho de amigo para a DC. Assistam antes os filmes da Marvel. O Capitão America - guerra civil passeia por este tema "culpa"com louvor.

    Bom...segue uma cena inexplicável (neste momento claro) com o Batman marcando um cara  (que é cópia carbono do Superman), com a policia o perseguindo. E já corta para um momento romântico (demais ate) de Clark com Lois. O câmera luta para não mostrar os seios dela. (e nós na expectativa, fugindo totalmente do propósito do filme).  Gente e isto tudo com 25 minutos.


    E aí partimos para a introdução de Lex Luthor, que move a história com seu plano besta. Alias, Jesse Einsenberg é um ator chatinho, que faz bem este tipo. Até nos ótimos Rede Social e Zombieland ele parece interpretar ele mesmo (ou o mesmo tipo): um cara cheio de neuroses, disposto a passar por cima de todos para atingir seus objetivos, e ao mesmo tempo soa infantil neste cenário.

    As caras e bocas que ele faz beiram o insuportável, para não dizer ridículas. O que dizer da cena que ele coloca a bala de cereja na boca do cara que autoriza ele a fazer a subtração do corpo de Zod?

    MOMENTO ABSURDO:
    Sigamos à diante. Me digam uma coisa: quem consegue sonhar em câmera lenta? Bruce Wayne, na cena aos 43 min, que ele está indo visitar o mausoléu que os pais estão enterrados.

    Aliàs, uma pontuada: Zack Znyder gostou de ver Ben Affleck pelado no chuveiro em Garota exemplar, e repetiu a dose aqui? Para que?

    Agora vamos à pior até aqui: Como raios, o repórter!!!??? Clark Kent não sabe quem é Bruce Wayne????? Metrópolis é um distrito de Gothan (ou ao contrário, pois não sei o que Zack pensou ao colocar as duas cidades visíveis uma da outra). A cena acontece na festa que Lex promove. Até um cara fala com Kent: "Deve ser desinformado sobre os ricaços daqui." Pifio.


    São pequenos detalhes que fazem o filme ruim. Mal escrito. Mal pensado: a festa tinha começado a pouco tempo, e Affleck ao ser pego no flagra colocando um dispositivo no equipamento da casa de Lex, diz que tinha bebido demais!!!

    E o que dizer da sequência que Affleck  volta para pegar o tal aparato? Ele sai andando rápido atrás de Gal Gadot. Eles estão a poucos metros...e de repente ele sai do edifício no encalço dela, e ela já esta no carro, do outro lado da rua!!! WTF!!!

    E o que dizer da forçada onipresença do Superman? Afinal, ele é um repórter, trabalha, tem namorada...tem vida. O filme propõe um rápido clipe de atividades do kryptoniano. E numa delas, um foguete é lançado, explode e lá esta o Superman. É uma sequencia de segundos. Não tinha lógica ele aparecer ali. Isto tudo pontuado por uma cena aqui...outra ali do afetado e insuportável Lex Luthor, numa "interpretação" ridícula.   

    E o que dizer da sequência a seguir com o "sonho" de Bruce Wayne? Parece uma sequência de Sucker Punch!!! E galera...Pontuei acima apenas uma das 3 horas de filme !!!

    Na sequência, um clichê daqueles que estão em todo filme de ação: eles procuram pelo "Português Branco" e descobrem que não é uma pessoa...é um navio!! Caramba...mas são tantos filmes assim. Outro dia mesmo, vi Maquina Mortífera 2, e lá estava o sargento Roger procurando por Alba Varden.


    Continuando...a perseguição que finaliza com o primeiro encontro da dupla do título. Há alguns pontos a ressaltar. Primeiro, Batman persegue, destrói, explode doa a quem doer. Ele deixa um rastro, que mais parece um psicopata que quer atingir seu objetivo a qualquer custo. Segundo, o que dizer daquele "plano" de lançar um gancho um carro com o Batmóvel, com um propósito "espírita" que vemos na sequência? Terceiro, o Batmóvel. O que é aquilo? Parece uma tralha. Um ferro velho que é detonado com apenas 1 minuto em cena. E o por fim, Bruce chega na Batcaverna e retira a máscara com uma facilidade incrível (confirmando aquelas infames sequencias de sonhos). Qualquer um tira aquela máscara. Ela não é acoplada ao uniforme. Parece mesmo aquelas que a gente pode comprar no camelô. (Não se esqueçam que estamos falando do bilionário Bruce Wayne).

    MOMENTO FF (Fast Forward)...

    (Só vou comentar que no momento FF existe uma cena péssima: Bruce Wayne finalmente fuçou no arquivos que puxou do PC do Lex - qualquer um faz isto, por curiosidade, menos Wayne, que investigava Lex inclusive!!!! Dai ele abre uma pasta com os METAS e nelas estão os símbolos dos heróis!!!! WTF!! Lex já sabe o símbolo dos heróis???)

    Já com 2 horas e 8 minutos, uma coisa curiosa acontece. No embate BvS, na segunda vez que Batman atira em Superman vapor de Kryptonita, ele tem tempo de colocar a bala na arma com o Superman  a metros de distância????!!! E não venha me dizer que ele esta tonto, pois o efeito do primeiro tiro havia passado. O Superman pegaria a arma mais rápido que o piscar de olhos de Bruce. Mas enfim...segue a briga...para justificar o título.

    E com 2 horas e 11 minutos, Bruce Wayne...o investigador ferrenho de fatos alheios descobre que Clark Kent tem o mesmo nome da mãe dele....(Dei gargalhada aqui). Que coisa ridícula. E este fato representará a virada na história. Ainda bem que a mãe de Lex tem outro nome.

    Agora, como 2 horas e 19 min, é hora de xingar abertamente - FORA ZNYDER!!! Como Batman, salva a mãe de Clark e fala que é amigo dele? AMIGO? AMIGOO? Como assim? Ele passa o filme tramando um embate. Quando este acontece, e ele fere Superman inclusive, na cena seguinte (sem ter passagem de tempo), ele chama Superman de AMIGO???? WTF...
    Passa a régua e traz a conta.

    E o que dizer do Apocalipse? Um personagem sem a menor profundidade que é à imagem de um Orc de Senhor dos Anéis com o Abominável do filme Incrível Hulk. Péssimo.


    E com 2hs 32 min termino este WTF (lembrando que falta meia hora de filme) com uma forçada de barra gigante: As frases ditas por Superman e pelo Batman ao se posicionarem para a batalha com a Mulher Maravilha é uma referência aos quadrinhos. Certo...até aí tudo bem...só que no filme ela não faz sentido algum. Em momento algum Superman vê qualquer ligação da Mulher Maravilha no filme com o Batman. E em pesquisa nenhuma que Bruce Wayne faz sobre o Superman (inclusive nos arquivos de Lex) ele poderia supor a resposta que deu.


    Enfim, o retrato de um filme que coloca humor na hora errada, pipoca referências como se elas fossem necessárias no todo, e se preocupa pouco com a forma e conteúdo. Enredo mal escrito, personagens jogados na tela, como fazem aqueles técnicos de futebol que tem nas mãos grandes jogadores em seus times e que acham que somente colocar os players no campo resolve o jogo. 
    Há uma sequencia rápida de destruição que lembra Independence Day (1996), para se ter uma ideia do nível. É um filme que piora a cada revisão, tal como Homem de aço.

    Aguardemos a Liga da justiça sem esperanças. Talvez funcione melhor assim.

    Antes que alguém pergunte algo tipo: "- Há algo que valha realmente a pena no filme?"

    Resposta abaixo ...



    Momento mãe Dinah: Liga da justiça vai ser mais do mesmo e Mulher Maravilha será o primeiro filmaço protagonizado por uma heroína do cinema...isto claro se a Miss Marvel não chegar antes..



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top