• ÚLTIMAS...

    INDEPENDENCE DAY O RESSURGIMENTO (2016) - RECOMENDAÇÃO DO DIA


    SINOPSE:

    Após o devastador ataque alienígena ocorrido em 1996, todas as nações da Terra se uniram para combater os extra-terrestres, caso eles retornassem. Para tanto são construídas bases na Lua e também em Saturno, que servem como monitoramento. Vinte anos depois, o revide enfim acontece e uma imensa nave, bem maior que as anteriores, chega à Terra. Para enfrentá-los, uma nova geração de pilotos liderada por Jake Morrison (Liam Hemsworth) é convocada pela presidente Landford (Sela Ward). Eles ainda recebem a ajuda de veteranos da primeira batalha, como o ex-presidente Whitmore (Bill Pullman), o cientista David Levinson (Jeff Goldblum) e seu pai Julius (Judd Hirsch).

    FICHA TÉCNICA:

    Direção: Roland Emmerich
    Elenco: Liam Hemsworth, Jeff Goldblum, Bill Pullman
    Duração: 2 h
    Título original: Independence Day Resurgence


    OBSERVAÇÕES DE UM CINÉFILO

    A nova onda de continuações muitos anos depois, que são em parte refilmagens, atinge o dia da Independência. Tal qual Jurassic World, ID4 tem a dupla missão: continuar a história anterior e apresentar a história à nova geração, tentando arrebatar multidões com muitos efeitos, destruição e pouca história.

    Eu imagino que Roland Emmerich é um cara frustrado com o mundo, por isto quer destruí-lo das formas mais variadas. Detonou no primeiro ID4, depois repetiu a dose em Godzilla, pegou leve em Patriota (que afinal, é guerra civil e a destruição é a nível familiar), Dia depois de amanhã, 2012. No filme O ataque ele detonou a Casabranca e agora ID4 2. Sem um fiapo de história que preste, a grande vedete dos filmes é o visual incrível. As cenas de destruição são quase sempre perfeitas. Por acaso, somente ID4 parece datado, com as maquetes mais visíveis que nunca. Esqueci de mencionar  10.000 ac, que detona a humanidade de uma forma diferente (ela nem havia se formado).

    O primeiro ID4 rendeu exatos  $817,400,891 em todo mundo e sem 3D (que dobra o preço dos ingressos). Para se ter uma ideia, Batman vs Superman rendeu 20 anos depois  872 milhões. 
    Com um custo de 75 milhões, o primeiro filme fez história. E este novo, para não passar vergonha, tem que bater 1 bilhão (já que custou 165 milhões). Conseguirá? O tempo dirá. 

    Mas vamos ao filme...

    Primeira bola fora: Will Smith. ID4 tinha Will no auge, chamado de rei do 4 de julho na época e este novo não.
    Segunda bola fora:  Liam Hemsworth. O esforçado irmão do Deus do Trovão não tem carisma para chamar multidões para o cinema. 
    Terceira bola fora: Jeff Goldblum, Bill Pullman e a mania do cinema chamar alguns atores do primeiro filme para ajudar na associação.
    Quarta bola fora: Roteiro escrito por 5 cabeças.

    Tirando estes problemas de saída, a história segue 20 anos depois, que por conveniência de roteiro, cai justamente no dia 4. Como continuação de um filme catástrofe, o que esperar depois tanto tempo para sair do papel ? Uma mega ultra super blaster destruição. Certo? Só que não...Esvai-se depois de um tempo, aquele clima emocionante do primeiro filme, que é pipoca assumido, idiota assumido e adoramos rever.


    A ultra, mega, super nave mãe que aparece, já imaginamos, vai detonar tudo, só por vingança...só que não. Seu objetivo é apenas vampírico: sugar o núcleo da Terra e vazar....
    E aquela destruição toda no trailer? Então...não é de nenhum ataque, para não dar nenhum spoiler...
    E o conflito final? No deserto, para economizar no orçamento....
    E o que acontece entre estes eventos? Nada, a não ser enigmas e enigmas...
    Acham que sou um crítico enjoado? Nunca...Adoro cinema pipoca, adoro Chuck Norris,American Ninja, adoro até o primeiro Transformers. Então amigos para quem vai esperando ver pelo menos algo como o primeiro filme, preparem-se para a decepção.
    É uma decepção bem feita claro. Muito bem sacada a ideia de que a humanidade progrediu com a tecnologia alienígena. Eu inclusive vi ID4 ontem, para ter um parâmetro melhor.
    Eu sei que nenhum crítico em sã consciência vai assisti ID4 achando que será uma obra prima.Mas lhes garanto: fiquei desapontado com o que vi. E comparando com o novo Star Wars (sim, dá para fazer vários paralelos com a saga de Lucas) que foi uma aula de cinema pipoca, este aqui comeu poeira.
    Inclusive até o momento, os produtores desistiram da trilogia. Porque será?
    Enfim...Emmerich, que soube como ninguém destruir a humanidade, aqui ele foi econômico causando uma frustração sem igual. Me causa espanto, como o cinema pipoca feito por estes caras nos anos 80 e 90 ficavam legais e hoje raramente funcionam. O primeiro era para ser curtido num cinemão com amigos gritando horrores, Este é para ser visto num multiplex e esquecido.

    Numa escala de FILMES DE ROLAND EMMERICH QUE ASSISTIREI UM DIA DE NOVO, este é o penúltimo, sendo que na lanterna esta 10.000 AC. Uma pena...







    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top