• ÚLTIMAS...

    DJANGO NO CINEMA



    Acreditem ou não, há somente uma continuação do filme original. Uma infinidade de caça-níquéis foi feita, inclusive muitos alteraram os nomes depois de lançados.
    E eu como cinéfilo, sempre tive curiosidade de assistir a todos e saber quais são. E se eu tinha esta curiosidade, certamente, muitos têm, e é para estas pessoas que a lista é direcionada.
    E um detalhe interessante: você encontra todos os filmes no you tube, seja com nome em português, inglês ou italiano.
    Boa sessão:

    DJANGO (1966)

    Django (Franco Nero) é um homem que arrasta consigo um caixão, onde dentro está escondida uma poderosa metralhadora. Na fronteira do México, ele está disposto a vingar a morte da sua esposa, e parte para uma luta sangrenta contra duas gangues rivais que agem na região, isso depois de fazer um acordo com o bandido local Hugo Rodriguez (José Bódalo). Só que desconfiado das intenções de Rodriguez, ele resolve se juntar a María, uma mulher que havia salvo, e os dois serão perseguidos pelo mexicano.


    DJANGO - A VOLTA DO VINGADOR (1987)

    Duas décadas depois da aventura do primeiro filme, o velho Django se vê compelido a novamente empunhar suas armas quando fica sabendo que sua filha, jovem e bonita foi raptada por um bandido cruel, o Príncipe Orlowsky. Louco, refinado e sádico, Orlowsky navega pelo rio raptando garotas e escravizando homens para trabalhar em sua mina de prata. Ao seu lado, ele tem sua amante, uma linda e perversa mestiça e três impiedosos capangas encarregados de eliminar seus inimigos. Django vai tentar de todas as formas salvar sua filha e suas companheiras. Disfarçado de padre e à bordo de um carro fúnebre que carrega uma metralhadora, ele irá proteger os inocentes e aniquilar os bandidos.
    Esta é a única seqüência "oficial" do filme "Django" (1966), de Sergio Corbucci.


    DJANGOS PICARETAS:
    (Título pejorativo não é porque são filmes ruins, mas porque pegam carona no sucesso do primeiro filme)

    POUCOS DÓLARES PARA DJANGO (1966)

    Perseguindo os assaltantes de um banco em Abilene, Django chega a Rockston, Montana, onde é nomeado xerife. A jovem Sally Norton se apaixona por ele, sem que Django saiba que ela é filha do bandido que procurava. A partir daí se desencadeiam os conflitos.


    DJANGO ATIRA PRIMEIRO (1966)

    Django (Glenn Saxson) sai a procura de seu pai que teve a cabeça colocada a prêmio, e chega tarde demais, pois ele fora assassinado por um caçador de recompensas. Sendo assim ele decide levar o corpo do pai para receber a recompensa e descobre que o velho fora vítima de uma conspiração organizada por Cluster (Nando Gazzolo), que era sócio de seu pai, e decide tomar de volta tudo o que ele tem direito por herança.


    DJANGO NÃO ESPERA, MATA (1967)

    O pistoleiro Django Foster sai numa violenta vingança contra a quadrilha de bandoleiros mexicanos que assassinou o seu pai. Mais uma aventura "não-oficial" inspirada no sucesso de "Django", de Sergio Corbucci.


    DJANGO, O ÚLTIMO MATADOR (1967)

    Numa pequena cidade mexicana, Ramon é atacado por uma gangue de criminosos e tem roubado o dinheiro como qual ele pagaria uma hipoteca. Enquanto isso, em sua fazenda, seus homens são espancados, sua casa é ateada em fogo e seu pai é assassinado. Ramon, machucado, vai para casa e encontra neste cenário, seu pai morto. Ele decide se vingar e, após pegar uma velha pistola, ele deixa as ruínas. Ao tentar encontrar os autores do crime, ele encontra Lola, uma menina que foi sua namorada uma vez. Ela o apresenta a Raza; eles se tornam amigos e Raza ensina-lhe a arte de se tornar um assassino. Ramon pouco a pouco torna-se um hábil e temido assassino e consegue matar Barret - o chefe da gangue - e todos os seus outros inimigos durante uma série de brigas.


    DJANGO NÃO PERDOA, MATA! / HOMEM, ORGULHO E VINGANÇA (1967)

    José é um jovem e inocente sargento do exército espanhol. Garcia é um bandido sádico e frio e Cramem, é a linda e sedutora prostituta e cigana que atrai que atrai os dois homens para os seus domínios. Após tentar matar uma pessoa, a linda Cramem é presa, porém, quando José a conduz para a cadeia, ela o engana e foge. Como punição por seu erro José é rebaixado, mas após algum tempo ele a reencontra nas ruas da cidade. José se apaixona e os dois se tornam amantes.


    ALELUIA PARA DJANGO / GRANDE RAPINA DO OESTE (1967)

    Um bando de foras-da-lei organizam um espetacular golpe contra o banco de Middletown, e buscam esconderijo na vizinha Poorland, cidade perto da fronteira mexicana onde, enquanto aguardam a chegada de um guia para fugirem pelo deserto, eles assumem o controle da localidade. Um xerife tenta deter os bandidos mas acaba morto, e o jovem Billy, confrade do xerife assassinado pelos bandidos, decide vingar-se, atrapalhando os planos dos bandidos. Mais um filme em que o famoso personagem "Django" só aparece no título com que a produção foi rebatizada em alguns países - inclusive o Brasil.


    KILLING VS DJANGO (1967)

    Neste filme, o implacável pistoleiro luta para trazer lei e ordem para uma pequena vila do velho oeste. Para ter sua sangrenta vingança, ele tem que desmascarar o vilão principal, ninguém menos que Kilink, o cavaleiro da morte!


    DJANGO VEM PARA MATAR / O PISTOLEIRO DAS BALAS DE OURO (1967)

    Nesta história de ganância, traição e perversão, Tomas Milian interpreta Django um fora-da-lei mestiço, membro de uma quadrilha que após assaltar uma diligência que carregava uma fortuna em ouro, é traído pelos companheiros e deixado para morrer, porém Django se levanta da cova rasa para encontrar vingança. Entretanto, quando sua busca o leva até uma bizarra cidade, ele mergulha em uma horrível odisseia de tortura, violência e uma impiedosa depravação sexual.


    FILHO DE DJANGO (1967)

    A visão de seu pai sendo covardemente assassinado o fez amargar, por toda sua vida, o desejo de vingança. Agora ele está prestes a encontrar o homem que matou a lenda chamada Django. E só a morte do assassino o fará encontrar a paz.


    10.000 DÓLARES PARA DJANGO / DJANGO MATA POR DINHEIRO (1967)

    Um famoso caçador de recompensas Django (Gary Hudson) recebe uma proposta de um rico fazendeiro para capturar Manoel, um perigoso pistoleiro que havia lhe roubado todo seu dinheiro e sequestrado sua filha. Mas o preço acertado com o fazendeiro e a recompensa pela captura do bandido ainda não são suficientes para pagar o trabalho de Django, que decide esperar o valor da recompensa aumentar. O que eles não faziam ideia é que as consequências pela demora na captura de Manoel podiam causar em suas vidas. Um filme repleto de aventura e perseguição.


    DJANGO MATA EM SILÊNCIO (1967)

    Pistoleiro salva caravana de bando de mexicanos. E junto com uma mulher, cujo o marido fora assassinado, por traficantes de armas, parte em busca desses assassinos. Mais uma das imitações de "Django" feitas para aproveitar o sucesso do original, mas sem nenhuma relação com o filme estrelado por Franco Nero.


    VIVA DJANGO ! (1968)

    Django trabalha como guarda-costas de um poderoso político. Enquanto transporta um carregamento de ouro entre cidades, sua caravana é atacada por pistoleiros enviados pelo seu contratante. Django é ferido, mas sobrevive; entretanto, sua esposa Lucy morre no ataque. Cinco anos depois, o pistoleiro vive escondido em uma pequena cidade, onde trabalha como carrasco. Mas ao invés de enforcar suas vítimas, ele as resgata para formar um exército particular, parte do seu intrincado plano de vingança.


    DJANGO, O BASTARDO (1969)

    Durante a Guerra Civil Americana, três oficiais do exército confederado, líderes de um regimento, se vendem aos rivais ianques, matam os sentinelas e permitem que a tropa inimiga massacre todo seu regimento. Porém Django, um dos soldados, não morre. E anos depois, como que surgido do inferno, ele começa sua caçada de sangue aos homens que o deixaram à beira da morte. Será que ele é um fantasma ou simplesmente um homem com sede de vingança? Ele é Django, que voltou do inferno, e agora ninguém vai fugir de seu gatilho...


    DJANGO E SARTANA NO DIA DA VINGANÇA (1970)

    A filha de um rico rancheiro foi raptada pelos homens do perturbado bandido Burt Keller (Gordon Mitchell), com o pretexto de usar a jovem como garantia para conseguir escapar pela fronteira mexicana. Uma grande recompensa foi oferecida pela captura dos malfeitores, e os profissionais do gatilho Django (Hunt Powers) e Sartana (Chet Davis) procuram fazer o que lhes compete, matando todos os bandidos.


    DJANGO VS SARTANA - DUELO MORTAL / ATÉ O ÚLTIMO SANGUE (1970)

    Após à caçada a um bandido, Django retorna à sua cidade e descobre que seu irmão Steve, acusado de roubar o banco, foi linchado. Django acredita que o verdadeiro culpado é Sartana, o suposto cúmplice de Steve. Apenas com o passar do tempo é que ele descobre que o verdadeiro autor do crime é uma importante figura local. Django e Sartana unem suas forças para puni-lo.


    DJANGO DESAFIA SARTANA (1970)

    A pequena e não tão pacata cidade de Black City está vivendo um clima de terror sob o domínio de uma terrível gangue de pistoleiros e contrabandistas liderada pelo temido Bud Willer (Dean Stratford), que não perdoa nada nem ninguém. Um novo xerife chega à região e quer colocar ordem na cidade. Ele é o famoso Sartana (Fabio Testi), um sério homem da lei. Também vem a Black City o pistoleiro Django (Hunt Powers), que está em busca do sangue de um dos bandidos. Duelos violentos serão inevitáveis no encontro de tantos valentes do Oeste.


    UM HOMEM CHAMADO DJANGO (1971)

    Quatro homens invadem uma fazenda e tentam estuprar uma jovem, ela reage e se defende, mas acaba sendo assassinada, Um homem chamado Django, chega a cidade de La Puerta, um lugar abandonado, refúgio de facínoras, bandidos e assassinos. Django chega exatamente na hora de um enforcamento, o bandido chama-se Carrara, homem procurado por Django por ser o único a saber a identidade dos quatro homens que no passado mataram!


    DJANGO CONTRA 4 IRMÃOS (1971)

    A quadrilha dos Irmãos Cortez rouba uma fortuna em ouro do banco de Silver City e foge para o México. No seu encalço seguem um xerife que quer reaver o ouro roubado e o caçador de recompensas Django.


    UMA BALADA PARA DJANGO / DJANGO - PISTOLEIRO IMPLACÁVEL (1972)

    Em um velho saloon, o veterano Django conta ao jovem Wild Bill Hickock, três momentos perigosos vividos por ele. Foram utilizadas cenas de outros filmes estrelados por Jack Betts e dirigidos por Demofilo Fidani para ilustrar as histórias contadas por Django.

    HOMENAGENS


    SUKIYAKI WESTERN DJANGO (2007)


    Vários anos após a Batalha de Donnoura, os clãs Genji e Heike se enfrentam novamente em uma pequena e pobre cidade nos arredores de uma montanha, famosa pela lenda de um tesouro enterrado. Yoshitsune comanda sua gangue Genji de branco, enquanto Kiyomori lidera sua gangue Heike de vermelho. Um solitário pistoleiro, marcado com cicatrizes emocionais e abençoado com uma incrível habilidade, chega à cidade. As expectativas colidem enquanto os principais participantes do duelo se perguntam a qual gangue o pistoleiro irá se juntar. 


    DJANGO LIVRE (2012)

    Django é um escravo liberto que, sob a tutela de um caçador de recompensas alemão (que será vivido por Christoph Waltz) torna-se um mercenário perigoso. Depois de auxiliar seu mentor em alguns trabalhos por dinheiro, os dois partem para uma missão pessoal: encontrar e libertar a esposa de Django das garras de um fazendeiro inescrupuloso.



































    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top