• ÚLTIMAS...

    ADVERSIDADE (1936) - RECOMENDAÇÃO DO DIA


    Sinopse:

    Final do século 18 na Itália. Uma bela jovem se casa com um homem rico, porém cruel. No entanto ela é apaixonada por outro homem, mais jovem. Quando o marido descobre, mata o amante durante uma luta de espadas, e leva sua esposa em uma longa viagem pela Europa. Meses depois ela morre ao dar à luz um filho. O marido deixa a criança em um convento. O garoto se transforma em um aprendiz de um comerciante local, que lhe dá o apelido de Anthony Adverse, por causa das adversidades de sua vida.

    Observações de um cinéfilo:

    “Adversidade” se baseia no best-seller de Harvey Allen, um dos maiores êxitos literários da época da Grande Depressão. O autor nunca teve outro livro de sucesso. Mervyn Leroy conseguiu adaptar, junto com roteirista, o volumoso romance com mais de mil páginas, em pouco mais de 2 horas e 20 minutos de filme.

    Interessante que o filme só foi possível de ser realizado por causa de um fato ocorrido em 1927: Um embaixador americano partiu de Nova York para as Bermudas e lá ficou durante 4 anos. E durante sua estadia, descobriu um manuscrito do livro "Anthony Adverse" que deu origem ao filme. Da noite para o dia se tornou um sucesso. Na verdade , um estrondoso sucesso, esgotando rapidamente das livrarias.

    Concorreu a 7 Oscars vencendo nas categorias de melhor atriz coadjuvante (Gale Sondergaard), melhor trilha sonora, melhor fotografia e melhor montagem. Foi indicado a melhor filme, melhor direção de arte assistente de direção.
    No filme destaca-se o trabalho de Olivia De Havilland logo após o êxito de “Capitão Blood”. Embora Fredric March já estivesse com quase 40 anos para interpretar um personagem tão jovem, o ator o fez com grande convicção, ajudado pela caracterização do personagem e pelo período curto de tempo em que a história se passa, a partir de 1773 quando Anthony Adverse nasceu. 

    Até o seu lançamento, “Adversidade” foi o filme mais longo produzido pelos estúdios Warner, e uma das mais caras produções da época, exigindo 131 cenários diferentes, incluindo a construção de um cenário de 12 acres para as cenas passadas na África – o maior set já construído até então. Para reduzir custos, o estúdio utilizou uma maquete para as cenas em Port Royal, a mesma construída por Fred Jackman e utilizada em “Capitão Blood”. 

    Apesar de ser um romance extenso como dito acima, o filme conseguiu capturar as principais passagens do livro. O filmes estava meio esquecido (concorreu a Oscars importantes, como melhor filme) foi resgatado pelo selo "Obras primas do cinema", porque ainda se mantém interessante, graças aos aspectos técnicos e artísticos: a magnífica música de Erich Wolgang Korngold (o compositor da trilha original e que não recebeu o Oscar, dado a Leo Forbstein, o Chefe do Departamento de Música da Warner, um erro histórico por parte da Academia) e a belíssima fotografia de Tony Gaudio.


    O diretor Mervyn LeRoy era um "mão cheia" da época,  realizando filmes importantes dentre os 78 dirigidos (alguns não creditados, fato comum na época, pois algumas vezes o diretor era substituído no meio, e em outros casos, era chamado para dirigir somente algumas cenas devido à complexidade do projeto). Ganhou uma estrela na calçada da fama no endereço: 1560 Vine Street em 8 de fevereiro de 1960.
    Michael Curtiz  também dirige a produção, porém não foi creditado. Fredric March concorreu 5 vezes ao Oscar de melhor ator (vencendo duas vezes, por Melhores anos de nossas vidas - 1946 e Médico e o Monstro - 1931). Interessante o fato de que Olivia de Havilland também venceu duas vezes, das cinco que disputou, por Tarde Demais (1949) e Só Resta uma Lágrima (1946). E mais curioso ainda é que Olivia nasceu no Japão (01/07/1916), prestes a fazer 90 anos enquanto escrevo.

    Ficha Técnica:

    Título: Adversidade
    Título Original: Anthony Adverse
    País de Produção: Estados Unidos
    Ano de Produção: 1936
    Gênero: Drama
    Direção: Mervin LeRoy
    Elenco: Fredric March, Olivia De Havilland, Donald Woods, Anita Louise, Edmund Gwenn, Claude Rains, Louis Hayward, Gale Sondergaard.
    Idioma: Inglês.
    Legendas: Português - Inglês.
    Duração Aproximada: 140 Minutos
    Região: Aberto para todas as zonas (Livre)
    Áudio: Dolby Digital 2.0
    Formato de Tela: 1.37:1
    Cor: Preto e Branco

    Extras: 

    Making of: A Criação do Filme (6’50”) - que explica um pouco de como foi adquirido o livro "Anthony Adverse"
    Trailer Original (2’) 
    Incluindo o inédito Curta “You Cant Foll a Camera”(10’) -  que mostra o processo de transição de uma fotografia para o filme.

    Trailer abaixo:

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top