• ÚLTIMAS...

    RELEMBRANDO JOAN FONTAINE


    Ninguém na Hollywood dos anos dourados, era mais elegante, vestia melhor um vestido de época, aparentava tanta fragilidade, delicadeza quanto Joan Fontaine. Sua beleza angelical pareceu destiná-la sempre a papéis românticos.  Joan como todo mundo sabe era irmã de outra grande estrela Olivia de Havilland e sua inimizade até hoje é celebre. As duas estão vivas e apesar de idosas continuam a se odiar. Ambas nasceram em Tóquio no Japão, filhos de ingleses.  Olivia é um ano mais velha, Joan nasceu em 1917 e quando os pais se divorciaram e mudaram para os Estados Unidos. Fontaine é o sobrenome do padrasto. Olivia conseguiu fazer sucesso como atriz antes dela enquanto Joan começou muito modestamente, prejudicada por sua excessiva timidez. Como se percebe em a Rua da vaidade de George Stevens, feito em 37 ao lado de Katharine Hepburn.

    Mas aos poucos ela foi conseguindo espaço até virar estrela como Rebecca, a mulher Inesquecível de Hitchcock, em 1940. O Oscar ela ganhou no ano seguinte por Suspeita do mesmo diretor e Olivia nunca a perdoou. Nem mesmo quando conseguiu dois Oscars em sua carreira (havia a brincadeira entre elas, que Joan fazia tudo antes na vida do que Olivia, ganhou o Oscar, se casou antes e teve um filme inesquecível, Rebecca para ela, E o Vento Levou para Olivia).  Ironicamente Joan  também morreu antes. Olivia vive ate hoje em Paris, luxuosamente, viúva de um jornalista famoso que foi diretor da revista Paris Match. E sua melhor amiga é a sobrinha, filha de Joan. 

    Joan porem fez uma boa carreira até porque nunca se esforçou  demais. Apreciava o gênero romântico. Não demorou para lhe cair nas mãos, um clássico da Aventura: Gunga Din, 1939, do seu amigo George Stevens. Estrelado por Cary Grant, Victor McLaglen, Douglas Fairbanks Jr e ela como a unica mulher. Uma impecável aventura cômica baseada em um poema de Rudyard Kupling (e que foi o filme mais caro da RKO até então). Douglas Fairbanks Jr. quer largar o exército para se casar com sua jovem noiva (Joan Fontaine). Mas acabam juntando forças quando Grant é capturado por uma seita de fanáticos assassinos que cultuam a deusa Kali e são ajudados por Gunga Din, um nativo. Mesmo sem saber dançar direito foi ainda parceira de Fred Astaire em Cativa e Cativante, que tinha canções dos Irmãos Gerswhin . Isto Acima de tudo/This Above All, de quarenta e dois, de Anatole Litvak, baseado em best-seller patriótico de Eric Knight em que o soldado amargurado Tyrone Power encontra coragem nos braços de uma corajosa inglesa. Um grande sucesso da época da Guerra.


    Joan foi a figura central de um dos mais suntuosos capa espadas já produzidos pelo cinema, A Gaivota Negra/Frenchman´s Creek, de 44, de Mitchell Leisen, também um dos mais belos filmes feitos pelo processo Technicolor. Uma aventura escrita por Daphne Du Maurier, autora de Rebecca onde Joan se envolve com o pirata o mexicano Arturo de Cordoba.

    Maria Adelaide Amaral é quem gosta deste filme aqui em que  Joan vive outra bela história de amor em Paraíso Proibido/ September Affair, de 50, dirigido por William Dieterle. A história clássica do casal dado como morto num acidente de aviação e que resolve continuar vivendo junto na Itália. O tema musical é a celebre  canção September Song.

    Ocasionalmente fazia comédias como  A Conquista da Felicidade/You´ve Gotta to Stay Happy, de 48, uma comédia romântica onde ela é uma  herdeira que foge no dia do casamento no melhor estilo Aconteceu naquela noite. A direção é de HC Potter e o astro é James Stewart.

    Joan volta a ficar linda “technicolorizada” sob as ordens de Billy Wilder em A Valsa do Imperador, uma comédia vienense de 48 onde Bing Crosby tenta vender um gramofone na corte austríaca. E para conhecer uma Joan diferente, maléfica, perigosa, não perca Ivy, de 47, de Sam Wood. Um papel que antes foi oferecido a irmã Olivia , uma mulher ambiciosa que não tem problemas em usar veneno para conseguir o marido mais rico possível.

    Uma pena que no fim de carreira tenha feito apenas papeis decorativos. Em Suave é a Noite (Tender is the Night, 1962)de Henry King, adaptação do livro de F. Scott Fitzgerald, ela é a irmã sofisticada e fria da heroína Jennifer Jones, que tenta se curar com um psiquiatra na Cote D´Azur francesa. Igualmente decorativa foi sua presença em Viagem ao Fundo do Mar / Voyage to the Botttom of the Sea, 61) de Irwin Allen que daria origem a famosa serie de teve. A historia se passava num submarino, uma expedição científica vai ao Pólo Norte para tentar evitar que um cinturão de radiação que se incêndio no espaço, aqueça demais a Terra, provocando inundações. Mas à bordo há sabotadores. Joan pouco fazia mas seu nome aparecia em primeiro lugar!. 

    Seu ultimo filme de cinema seria A Face do Demônio, um terror B inglês. Mas ainda faria varias aparições para a teve a ultima em 1994, com  o desenho Good King Wenceslas, como a voz da Rainha Ludmilla.

    Faleceu em Carmel, na California, onde vive Doris Day, em 15 de dezembro aos 96 anos. 

    Filmografia 

    1935- Adeus Mulheres (No More Ladies).
    1937- A Million to One . Rua da Vaidade (Quality Street). Parratt (sem credito). Dolorosa Renúncia (The Man Who Found Himself). A Sorte não se Compra (You Can´t Beat Love), Musica para Madame (Music for Madame). Cativa e Cativante (A Damsel in Distress).
    1938- A Criadinha (Maid´s Night Out) . Penhor da Discórdia (Blond Cheat ). Dominando os Ares (Sky Giant). O Duque de West Point (The Duke of West Point ).
    1939- Gunga Din (Idem). A  Grande Conquista (Man of Conquest). As Mulheres (The Women).
    1940- Rebecca, A Mulher Inesquecível (Rebecca).
    1941- Suspeita (Suspicion).
    1942- Isto Acima de Tudo (This Above All).
    1943- De Amor também se Morre (The Constant Nymph). Jane Eyre (Idem).
    1944 Gaivota Negra (Frenchman´s Creek).
    1945- Os Amores de Suzana (The Affairs of Suzan) .
    1946 Esse Encanto Irresistível (From this Day Forward).
    1947-Ivy,a  Historia de uma Mulher (Ivy).
    1948- Carta de uma Desconhecida (Letter from a Unknown Woman) Valsa do Imperador (The Emperor´s Waltz). A Conquista da Felicidade (You Gotta Stay Happy). Amei um Assassino (Kiss the Blood off my Hands).
    1950- Paraiso Proibido (September Affair). Alma sem Pudor (Born to be Bad).
    1951- A Mulher que não pecou ( Darling, How Could You!).
    1952- Na Voragem do Vicio (Something to Live For).  Othello (Idem, sem crédito). Ivanhoé, o Vingador do Rei (Ivanhoe).
    1953 Deliciosas Noites de Amor ( Decameron Nights). Os Mistérios de Marrocos (Flight to Tangier). O Bígamo (The Bigamist). As Grande Noites de Casanova ( Casanova ´s Big Night).
    1956 Serenata (Serenade). Suplicio de uma Alma (Beynond a Reasonable Doubt).
    1957 Ilha nos Trópicos ( Island in the Sun) .
    1957 Famintas de Amor (Until they sail).
    1958- Um Certo Sorriso ( A Certain Smile).
    1961The Light That Failed (TV Movie) Viagem ao Fundo do Mar (Journey to the Bottom  of the Sea).
    1962-Suave é a Noite(Tender is the Night).
    1966- A Face do Demônio (The Witches).

    1978-The Users(TV).
    1986-  Dark Mansions (TV).Crossings (TV. Minissérie).

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top