• ÚLTIMAS...

    segunda-feira, 7 de setembro de 2015

    FILME "SÓ PELO AMOR VALE A VIDA" - DIVULGAÇÃO


    Carlo Mossy, cineasta tradicional do cinema nacional há 45 anos, e com mais de 80 filmes produzidos, roteirizados, dirigidos e atuados, está realizando um longa-metragem documental/poético/musical , ”SÓ PELO AMOR VALE A VIDA”, que versa sobre a obra e a intensa existência do genial compositor, músico e maestro Zequinha de Abreu. 

    Com a  Produção Executiva, Mirella Spadon. foram captadas riquíssimas imagens na paradisíaca região de Santa Rita do Passa Quatro, imagens correlatas à sua inigualável e inspiradora trajetória de cidadão musical santaritense, mantendo-se, no entanto, o mais fiel possível à sua incrível, rica e profícua passagem artística,bem como em São Paulo e Rio de Janeiro. 

    Para tanto, os papeis de Zequinha de Abreu, seu pai, José Alacrino Ramiro, sua mãe, Justina Gomes Leitão, sua jovem esposa Durvalina, e a bela menina Branca, são interpretados por atores e atrizes consagrados no cinema nacional, como Leonardo Arena, Rossana Ghessa, Laddy Francisco, Tião D'Ávila, Darlene Glória e Lucia Alves,Lino Corrêa,Will Tom,Katia D'Angelo,Magda Edite,Edmundo Souto,Castor Guerra,Enoli Lara.

    Além, é claro da querida Marlene Caminhoto, a co-produtora do filme e também diretora de Arte das cenas filmadas em Botucatu e em Salto.

    As músicas que tem os arranjos do maestro Bruno Cesar Miranda Barreira. 

    O** instituto Cravo Albin** – RJ, na pessoa de Ricardo Cravo Albin e o Historiador **Luiz Antônio de Almeida, primo-neto de Zequinha e pesquisador musical do Museu da Imagem e Som- Rio, tornaram-se qualificáveis parceiros do projeto, assim como a Prefeitura e a Secretaria de Turismo e Cultura de Santa Rita do Passa Quatro. 

    1- Algumas geniais obras de Zequinha de Abreu serão especialmente tocadas para este filme , sobretudo, Tico-Tico-No-Fubá e SÓ PELO AMOR VALE A VIDA,BRANCA, entre outras esmeradas composições do compositor Zequinha de Abreu. Músicos consagrados internacionalmente já foram convidados e aceitaram tocar com seus respectivos instrumentos. 

    2- Depoimentos de pessoas importantes e de familiares ligados a Zequinha de Abreu, assim como a de historiadores sobre a música contemporânea brasileira, forneceram relevantes e inéditos depoimentos sobre o mesmo.

    Texto enviado pela produtora Mirella Spadon


    Abaixo texto de Rossana Ghessa sobre o filme


    "Não  tenho palavras que possam expressar a minha felicidade em estar  novamente em cena representando uma personagem encantadora, romântica, e apaixonada pela memoria do marido que ela ( Durvalina) a mulher de” Zequinha de Abreu”, faz questão de reviver, este trabalho ainda vai me dar a chance de exercitar o meu lado cantora, que eu adoro, é um musical romântico cheio de amor e ternura, sentimento que alias está presente na equipe super  reduzida, composta apenas por quatro pessoas, além dos atore eu e Leonardo Arena que interpreta o” Zequinha de Abreu”, tem o Carlo Mossy, diretor e produtor, Mirela Spadom produtora, Helder Martins  cinegrafista,  e Maurício Zani que faz o som. Eu sempre trabalhei com o Mossy  como ator,  e confesso que tive  uma  maravilhosa  surpresa  ao constatar  o quanto ele é criativo,  firme  no que quer ,  seguro do  que esta realizando, e isso  e muito importante , porque transmite para a equipe  segurança  e confiança, tenho certeza que todos  estão tão felizes  como eu  com o trabalho que estamos  realizando, além do orgulho  do  resgate de  um ícone  da  musica Brasileira  que é  tocado por todas as sinfônicas  do mundo, tem também  o orgulho da cidade que nos  recebeu de braços aberto.

    No jantar realizado no restaurante japonês  IZAKAYA “maravilhoso” com a presença  de todas as autoridades, estava presente a neta do Zequinha,  dona Leila Abreu que estava  emocionadíssima,  um lindo casal de bailarinos dançou a valsa  branca e no final  ela me deu uma   rosa  branca,  levei  para a pousada do lago  onde fomos   hospedados, coloquei   na  água  é por incrível  que  pareça  a rosa permaneceu   linda  e viva  como  no  dia  que  me  foi  ofertada,  quando  parti  dei para a  dona  da pousada,  não sei  porque   mas eu  senti  que  isso  era  um bom  sinal,  como se  o  próprio” Zequinha de Abreu”  estivesse  feliz  com  o nosso  trabalho.




    ASSISTA ABAIXO O VÍDEO DE DIVULGAÇÃO

    NÃO PERCA
    Dia 18/9 apresentação do filme aqui em Sta Rita com a Produtora e parte da equipe
      Dia 19 de setembro às 20h00 - Centro Cultural Governador Mário Covas
    Autoridades e Convidados

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top