• ÚLTIMAS...

    EDGAR ALLAN POE NO CINEMA - PELA VERSÁTIL


    Edgar Allan Poe (nascido em Boston, Massachusetts, Estados Unidos, 19 de Janeiro de 1809 - e faleceu na cidade de Baltimore, Maryland, Estados Unidos, em 7 de Outubro de 1849) foi um autor, poeta, editor e crítico literário americano, integrante do movimento romântico americano. Conhecido por suas histórias que envolvem o mistério e o macabro, Poe foi um dos primeiros escritores americanos de contos e é geralmente considerado o inventor do gênero ficção policial, também recebendo crédito por sua contribuição ao emergente gênero de ficção científica. Ele foi o primeiro escritor americano conhecido por tentar ganhar a vida através da escrita por si só, resultando em uma vida e carreira financeiramente difíceis.

    Quando jovem, ficou órfão de mãe, que morreu pouco depois de seu pai abandonar a família. Poe foi acolhido por Francis Allan e o seu marido John Allan, de Richmond, Virginia, mas nunca foi formalmente adotado. Ele frequentou a Universidade da Virgínia por um semestre, passando a maior parte do tempo entre bebidas e mulheres. Nesse período, teve uma séria discussão com seu pai adotivo e fugiu de casa para se alistar nas forças armadas, onde serviu durante dois anos antes de ser dispensado. Depois de falhar como cadete em West Point, deixou a sua família adotiva. Sua carreira começou humildemente com a publicação de uma coleção anônima de poemas, Tamerlane and Other Poems (1827).

    Poe mudou seu foco para a prosa e passou os próximos anos trabalhando para revistas e jornais, tornando-se conhecido por seu próprio estilo de crítica literária. Seu trabalho o obrigou a se mudar para diversas cidades, incluindo Baltimore, Filadélfia e Nova Iorque. Em Baltimore, casou-se com Virginia Clemm, sua prima de 13 anos de idade. Em 1845, Poe publicou seu poema The Raven, foi um sucesso instantâneo. Sua esposa morreu de tuberculose dois anos após a publicação. Ele começou a planejar a criação de seu próprio jornal, The Penn (posteriormente renomeado para The Stylus), porém, em 7 de outubro de 1849, aos 40 anos, morreu antes que pudesse ser produzido. A causa de sua morte é desconhecida e foi por diversas vezes atribuída ao álcool, congestão cerebral, cólera, drogas, doenças cardiovasculares, raiva, suicídio, tuberculose entre outros agentes.

    Poe e suas obras influenciaram a literatura nos Estados Unidos e ao redor do mundo, bem como em campos especializados, tais como a cosmologia e a criptografia. Poe e seu trabalho aparecem ao longo da cultura popular na literatura, música, filmes e televisão. Várias de suas casas são dedicadas como museus atualmente.

    A versátil acerta mais uma vez com este lindo digistack, com uma arte impecável, e os cards colecionáveis.

    Clicando no nome do diretor, você é redirecionado para sua filmografia.

    A seguir os filmes:

    “Muralhas do pavor” 

    ("Tales of Terror", 1962, 89 min.)

    De Roger Corman. Com Vincent Price, Peter Lorre e Basil Rathbone.


    Baseado na obra de Edgar Allan Poe, contém contos interpretados pelo mestre no gênero Vincent Price. O filme tem 3 episódios:"Morella", sobre o cadáver de uma mulher morta há 26 anos; a segunda é a junção de dois contos, "O Gato Preto" e "O Barril de Amontillado", onde um velho bêbado trava amizade com um degustador de vinhos; o terceiro e último é "O Estranho Caso do Sr. Valdemar" sobre um especialista que hipnotiza um moribundo para se comunicar com o além.

    Embora sejam apresentados três curtos episódios no filme, os leitores de Poe poderão identificar perfeitamente quatro contos do mestre do terror, a fusão dos contos “O Barril de Amontilado” e “O Gato Preto” foi excepcionalmente bem montada. O clima gótico, a ambientação e as apresentações dos artistas agradam aos fãs deste gênero de filme.

    No filme foram utilizados cenários de outro filme de Corman “A queda da casa de Usher” de 1960;

    Para dar a impressão de que o rosto de Vincent Price estava derretendo em "O Estranho Caso de M. Valdemar", foi usada uma mistura de cola, glicerina, raspas de espiga de milho e tinta de maquiagem aquecida. O produto era tão quente que o ator apenas conseguia aguentá-lo em seu rosto por alguns segundos.

    “Obsessão macabra”

    ("Premature Burial", 1962, 81 min.)

    De Roger Corman. Com Ray Milland, Hazel Court e Richard Ney. 

    Baseado em conto de Edgar Allan Poe, este clássico do cinema B narra a paranoia de um estudante de medicina cujo maior medo é ser enterrado vivo.

    Único filme da caixa não protagonizado por Vincent Price. O mais interessante é que Milland trouxe um aspecto completamente diferente ao estilo de filme adaptado da obra de Poe que havia sido feito até então.

    Price sempre foi um ator que abusa de recursos de teatralidade, exagerado, cartunesco, dramático, que faz parte do mundo decadente que está em sua volta, sempre sofrendo de alguma degradação específica tanto de personalidade quanto de caráter. Enquanto o personagem Guy Carrell de Milland, é uma pessoa comum, jogada em uma situação macabra, alterando todo o ambiente a sua volta.

    É um excelente filme de terror, com um clima de suspense crescente até seu final surpresa, os cenários de Daniel Haller (que contribuiu com Corman nos filmes anteriores) repletos de cemitérios, florestas de galhos retorcidos e névoa constante, passando toda a atmosfera gótica e morbidez pertinente ao tema, e sóbria atuação de Milland, mostrando ter sido uma escolha perfeita para o papel ao invés de Price.

    “O poço e o pêndulo 

    ("The Pit and the Pendulum", 1961, 81 min.) 

    De Roger Corman. Com Vincent Price, Barbara Steele e John Kerr.



    O filme se passa num velho castelo na Espanha do século XVI. Francis Barnard, o jovem cunhado inglês de Nícolas Medina (filho do carrasco da Inquisição Espanhola Sebastian Medina), vem ao castelo ao saber da repentina e misteriosa morte de sua irmã Elisabeth. Barnard desconfia de Nícolas que, apesar de dizer ter amado sua irmã, apresenta sinais de instabilidade por ter visto a mãe ser morta por seu pai.

    A produção é uma autêntica obra de arte do terror clássico dirigido magistralmente pelo mestre Roger Corman. Desses filmes que chega a bater uma tristeza e nos faz refletir o que aconteceu com o gênero... Por que não se filma mais com tanta elegância, beleza e atmosfera?

    Vincent Price está sublime, mais uma vez, interpretando Nicholas Medina, um personagem ambíguo e de transformações radicais e que já se tornou elemento essencial na composição do estilo de Corman, juntamente com o visual caprichado e a atmosfera densa. Outro grande destaque é a presença expressiva da musa do horror, Barbara Steele, no papel de Elizabeth, mulher de Medina. Todos esses elementos ajustados num clímax de tirar o fôlego, quando o vilão da estória finalmente utiliza-se do famoso pêndulo cortante que desce gradativamente até partir ao meio a sua vítima amarrada logo abaixo, possibilitam ao filme tornar-se digno de antologia.

    O túmulo sinistro” 

    ("The Tomb of Ligeia", 1964, 81 min.)

    De Roger Corman. Com Vincent Price e Elizabeth Shepherd. 


    Passados alguns anos que enterrou sua esposa, Verden Fell ainda acredita que ela vai voltar. Certo dia, uma moça cai sobre a sepultura de Ligeia, é ajudada por Verden e os dois se casam. Na cidade de Abadia, Rowena tem sonhos estranhos que o marido acredita ser avisos da falecida que ainda ama.

    O filme traz uma mórbida história que aborda  temas comuns na obra de Poe, aqui representados por um homem atormentado com a perda da esposa, acontecimento que o leva a um espiral de tormento, angústia e que irá desembocar num inspirado enredo sobre possessão, hipnose, alucinações, vida e morte.

    O Túmulo Sinistro é o filme que fecha o ciclo das adaptações dos contos de Edgar Allan Poe, dirigidos por Roger Corman. Todos eles, com exceção de Obsessão Macabra, trouxeram o astro Vincent Price no papel principal.



    Marcus V.R.Pacheco
    Cinéfilo, colecionador, escritor, cineasta e ocupado vendo filme


    DADOS TÉCNICOS DOS DISCOS


    Disco 1

    "Muralhas do Pavor" ("Tales of Terror", 1962, 89 min.) De Roger Corman. Com Vincent Price, Peter Lorre e Basil Rathbone. Quatro contos de Poe em três episódios. 

    "Obsessão Macabra" ("Premature Burial", 1962, 81 min.) De Roger Corman. Com Ray Milland, Hazel Court e Richard Ney. 

    Disco 2

    "O Poço e o Pêndulo" ("The Pit and the Pendulum", 1961, 81 min.) De Roger Corman. Com Vincent Price, Barbara Steele e John Kerr. 

    "O Túmulo Sinistro" ("The Tomb of Ligeia", 1964, 81 min.) De Roger Corman. Com Vincent Price e Elizabeth Shepherd. 


    Extras:
    Uma noite com Edgar Allan Poe" (52 min.) 
    Depoimento de Roger Corman sobre "Obsessão Macabra" (10 min.) 
    Depoimento de Joe Dante sobre "Obsessão Macabra" (10 min.)
    Trailers dos quatro filmes (11 min.) 
    Poe no Cinema (28 min.) 
    Making of de "O Poço e o Pêndulo" (43 min.) 
    Cena Excluída de "O Poço e o Pêndulo" (5 min.).








    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top