• ÚLTIMAS...

    TUDO SOBRE "JURASSIC WORLD - O MUNDO DOS DINOSSAUROS" (2015)



    O filme entrou para o seleto grupo que fez 1 bilhão de dólares mundialmente, e fez um recorde a ser batido: fez o número em 13 dias somente.

    ATUALIZADO EM 25/06/2015

    Em entrevista, o diretor Trevorrow declarou: "Nós queremos criar uma coisa que seja um pouco menos arbitrária e episódica, e algo que possa, potencialmente, culminar em um arco para uma série, que seria uma história completa." Em março de 2015, foi relatado que a sequência de Jurassic World já se encontra em desenvolvimento.
    "A geração anterior já tem seu Jurassic Park" disse o diretor..."Quero apresentar o parque para a geração de agora..."




     PRÉVIA COM ENTREVISTAS


    SINOPSE:

    O Jurassic Park, localizado na ilha Nublar, enfim está aberto ao público. Com isso, as pessoas podem conferir shows acrobáticos com dinossauros e até mesmo fazer passeios bem perto deles, já que agora estão domesticados. Entretanto, a equipe chefiada pela doutora Claire (Bryce Dallas Howard) passa a fazer experiências genéticas com estes seres, de forma a criar novas espécies. Uma delas logo adquire inteligência bem mais alta, logo se tornando uma grande ameaça para a existência humana.

    FICHA TÉCNICA

    Direção: Colin Trevorrow
    Produção: Patrick Crowley, Jon Jashni, Frank Marshall, Christopher Raimo, Steven Spielberg,  Thomas Tull
    Antecessor: Jurassic Park III
    Música composta por: John Williams, Michael Giacchino
    Roteiro: Colin Trevorrow, Michael Crichton, Derek Connolly, Rick Jaffa, Amanda Silver
    Com:  Chris Pratt, Judy Greer, Ty Simpkins
    Duração: 2 h e 25 minutos aprox.

    O QUE EU VÍ DO QUE EU NÃO VI

    Nunca havia escrito algo de um filme que eu não assisti. Vou escrever poucas palavras então...pela primeira vez: O original é o filme de dinossauros que esperei a vida toda. Dirigido com inspiração por Spielberg, o filme é demais como cinema pipoca, roubando à época o posto de maior filme do cinema, passando E.T. em bilheteria. Por 3 anos como sabemos....
    Portanto amo filme, ainda que esteja longe de ser uma obra prima, mas é um grande entretenimento, e reconhecido como tal.
    O novo filme já desponta como favorito para ultrapassá-lo? Na minha opinião sim, por vários motivos. O primeiro filme não tinha o inspirado Chris Pratt. O cara é o cara (vide Guardiões da galáxia). Sai do diretor que na época estava no auge (vide Lista de Schindler), entra um diretor novo e com gás. Saem os efeitos inovadores para entrar o efeitos de última geração. E o principal...sai da história de parque que não tem condições de abrir, para dar um salto no futuro e colocar o Jurassic Park a todo vapor.
    E o trailer? Fantástico e arrepiante, deixa a gente com vontade de assistir o filme amanhã.

    O QUE EU VI DO QUE EU VI


    Remakes ou continuações que se passam muitos anos depois sempre parecem caça-níquéis. Mas a intenção do diretor Colin Trevorrow pareceu genuína: apresentar o parque dos dinossauros à nova geração. Dito e feito.

    Respeitando totalmente o sentimento que adoradores têm pelo primeiro filme, este aqui consegue um feito: estabelecer uma conexão com o público que assistiu no cinema o filme de Spielberg. Nós que vimos o filme no cinema ficamos frustrados, assim como John Hammond, com o sonho interrompido de ver o Jurassis Park aberto. Aqui vemos o parque em pleno funcionamento. 

    Vemos a tecnologia a serviço do parque e toda a interação com o público. Se você se sentiu uma criança ao ver o primeiro filme, neste terá um misto de saudosismo daquele tempo com a surpresa de vê-lo como está hoje.

    O roteiro guarda surpresas, paralelos, homenagens. Tudo bem contado, com um elenco internacional, efeitos perfeitos.
    Ninguém que assiste a Jurassic Park, espera ver um Cidadão Kane. Mas um blockbuster puro, sem sair do cinema tentando provar que isto ou aquilo é possível.

    Se pensa assim, Jurassic World é o seu filme. 


    _____________________________________________________________

    ALIÁS, GOSTOU  DE CHRIS PRATT?







    ________________________________________

    E ACESSE O  SITE OFICIAL  de JURASSIC WORLD,  que aliás, é magnífico.


    COMO CHEGAMOS A JURASSIC WORLD?

    Em junho de 2002, o diretor Steven Spielberg, em entrevista à revista Starlog disse que planejava produzir Jurassic Park 4 e que o diretor de Jurassic Park III, Joe Johnston, poderia dirigi-lo. Em novembro de 2002, o roteirista William Monahan foi contratado para escrever o roteiro, com o lançamento do filme previsto para o verão de 2005. Em julho de 2003, Monahan completou o primeiro rascunho, e a história não era definida na selva. O ator Sam Neill disse que estava retornando como Alan Grant, com as filmagens previstas para começarem em 2004, na Califórnia e no Havaí. Mas em setembro de 2004, o roteirista John Sayles foi contratado para reescrever o roteiro, e assim, o filme foi reprogramado para o fim de 2005.

    Em Outubro de 2004, o paleontólogo Jack Horner declarou que voltaria como conselheiro técnico para o quarto filme, assim como ele havia feito nos filmes anteriores de Jurassic Park. Em abril de 2005, o artista de efeitos especiais da série, Stan Winston, explicou que o atraso na produção foi devido a repetidas revisões de roteiro do filme, as quais não agradaram a Spielberg. De acordo com Winston, "Steven não sentiu que eles [rascunhos] estavam equilibrados entre ciência e elementos de aventura. É um compromisso difícil de se alcançar; muita ciência vai fazer o filme muito tagarela, mas muita aventura vai fazê-lo parecer oco." Em março de 2007, Laura Dern foi convidada à retornar para o novo filme, que a Universal queria lançar ainda em 2008. Foi declarado que Joe Johnston não seria o diretor do filme e que Richard Attenborough teria sido contatado para reprisar o papel de John Hammond. Também Jeff Goldblum expressou algum interesse em reprisar seu papel de Ian Malcolm no quarto filme. Porém, todos esses rumores não se concretizaram e a produção do filme não recebeu sinal verde da Universal, sendo o projeto atual cancelado.

    A partir de 2008, a produção de Jurassic Park 4 foi reiniciada, com todos os rumores anteriores ficando para trás. Em dezembro de 2008, Frank Marshall e Kathleen Kennedy foram perguntados sobre o desenvolvimento da sequela. Kennedy respondeu: "Não... eu não sei. Você sabe, quando Michael Crichton faleceu, nós meio que nos sentimos estranhos, talvez seja isso. Talvez seja um sinal de que nós não devemos mexer com ele [o filme]". Quando Marshall e Kennedy rescindiram o contrato com a Universal Pictures no meio da produção, dizia-se que os dois permaneceriam envolvidos com o estúdio e seus planos para Jurassic Park 4. Em novembro de 2009, Joe Johnston discutiu a possibilidade de Jurassic Park 4, afirmando que a história do filme seria completamente diferente da de seus antecessores e que levaria a uma nova franquia em uma outra trilogia. Numa entrevista de janeiro de 2010, Johnston reiterou que Jurassic Park 4 foi criado para ser o início de uma nova trilogia de Jurassic Park. Ele também acrescentou: "Jurassic Park 4 vai ser diferente de tudo que você já viu".

    Em 15 de junho de 2011, foi noticiado que Steven Spielberg havia conversado com o roteirista Mark Protosevich sobre o quarto filme da franquia. Durante uma nova entrevista de Joe Johnston em julho de 2011, ele afirmou que Jurassic Park 4 estava sendo discutido e que seria um spin-off da história da primeira trilogia.



    PRODUÇÃO

    Na San Diego Comic-Con de 2011, Spielberg confirmou na frente de pelo menos 6.000 espectadores que os preparativos para Jurassic Park 4 estavam em andamento, com uma história pronta e um roteiro que estava sendo escrito. Spielberg disse que possivelmente seria lançado "nos próximos dois ou três anos", com um representante da Universal dizendo que 2013 seria o prazo de preferência para a conclusão.

    Em janeiro de 2012, Spielberg anunciou que não estaria dirigindo o filme, optando por ser um produtor.  Em 21 de junho, foi confirmado que os roteiristas de Planeta dos Macacos: A Origem — Rick Jaffa e Amanda Silver — seriam os roteiristas de Jurassic Park 4.  Em julho de 2012, Frank Marshall respondeu a uma pergunta em seu Twitter, em que confirmou que ele estaria produzindo Jurassic Park 4, substituindo sua esposa Kathleen Kennedy, que não pôde repetir sua função exercida nos três filmes anteriores da série, em favor de se concentrar em outro projeto: Star Wars VII.

    Em 11 de janeiro de 2013, a Universal Pictures confirmou oficialmente que Jurassic Park 4 teria a data de lançamento marcada para 13 de junho de 2014. Em 14 de março, foi anunciado oficialmente que Colin Trevorrow seria o diretor do novo filme, e que ele havia sido anexado ao projeto em junho de 2012.3 Em 20 de março, acabando com diversos rumores, Trevorrow afirmou que não haveriam dinossauros com penas no quarto filme. Em abril de 2013, Jack Horner declarou que Jurassic Park 4 teria um novo dinossauro, descrito por ele como "aterrorizante".

    Em 08 de maio de 2013, em comunicado oficial, a Universal Pictures adiou o lançamento de Jurassic Park 4, dizendo:

    "Em acordo com os cineastas, a Universal decidiu lançar 'Jurassic Park 4' em uma data posterior, dando o estúdio, tempo adequado aos cineastas para levarem ao público a melhor versão possível da quarta parte da amada franquia da Universal. Nós não poderíamos estar mais animados com a visão que Colin Trevorrow criou para este filme, e estamos ansiosos para ver como ele e os produtores, criarão outro grande capítulo da história contada nesta franquia."

    Em 14 de junho de 2013, o site britânico Dan of Geek anunciou que algumas fontes ligadas à JP4 disseram que o filme seria lançado somente em 2015. Em 18 de junho, essa informação foi confirmada na feira Licensing Expo 2013, realizada em Las Vegas, onde um grande banner do filme era exibido com o ano de 2015 abaixo do logo do filme.

    Em 10 de setembro de 2013, a Universal Pictures, através da conta oficial no Facebook da franquia, anunciou o título oficial do filme — Jurassic World —, com o primeiro logo oficial sendo divulgado.6 Um dia depois, Colin Trevorrow anunciou o retorno de Phil Tippett, o supervisor de dinossauros do primeiro filme, a mesma função em Jurassic World.

    Em 14 de outubro de 2013, o site estadunidense Deadline relatou que o ator mirim Ty Simpkins (conhecido por Homem de Ferro 3 e Sobrenatural) havia sido confirmado como um dos protagonistas do longa, e que havia rumores de que Jake Johnson (que trabalhou com o diretor Colin Trevorrow em Sem Segurança Nenhuma) estaria em negociações para um papel no filme também. No dia seguinte, o The Hollywood Reporter confirmou Nick Robinson no elenco, no papel de irmão mais velho de Simpkins. Três dias depois, no dia 18, o site divulgou que Josh Brolin (conhecido por Homens de Preto 3) também estava cotado para se juntar à Nick e Ty no elenco principal do filme.

    Em 25 de outubro de 2013, o diretor Trevorrow disse em seu Twitter que o editor de arte Rick Carter (que trabalhou nos dois primeiros filmes da franquia) havia concluido seus trabalhos na pré-produção do filme, apenas aconselhando o diretor no filme. Posteriormente, em novembro, uma senadora do estado do Havaí postou uma foto em seu Twitter junto com Steven Spielberg, na qual ela diz que estão preparando as filmagens do filme, que ocorrerão no estado. Em dezembro, foi confirmado que as filmagens em Kauai se iniciariam em março de 2014, e que o supervisor de dinossauros Phil Tippett já estava trabalhando nos dinossauros do filme. Ainda no mesmo mês, Tippett anunciou através de sua página oficial no Facebook que os efeitos especiais do filme seriam produzidos pela Industrial Light & Magic (que exerceu a mesma função nos três filmes anteriores da franquia).

    Em 6 de novembro de 2013, foi divulgada uma entrevista de Bryce Dallas Howard com o jornal USA Today, onde a atriz confirma sua participação em Jurassic World. No dia 14 do mesmo mês, foi divulgado que Chris Pratt estava em negociações para ser um dos protagonistas do filme, e que também Irrfan Khan estaria negociando. Posteriormente, Pratt, em entrevista ao The Advertiser, confirmou seu envolvimento no filme dizendo: "O que eu sei é que eu quero fazer esse papel e sei que o diretor quer que eu o faça. Agora é só uma questão de se reunir e fazer a coisa dar certo". Mais tarde, Pratt foi confirmado no filme pelo ator Ron Howard (pai de Bryce).

    Em 5 de fevereiro de 2014, o diretor Colin Trevorrow anunciou que o diretor de fotografia do filme seria John Schwartzman e que seriam utilizadas câmeras 35 e 65 mm. Mais tarde no mesmo mês, o ator Vincent D'Onofrio foi contratado para interpretar o principal antagonista do filme. O ator indiano Irrfan Khan também entrou na produção no papel do bilionário proprietário do novo parque.

    Em 18 de março, o diretor Trevorrow, em entrevista ao IGN, confirmou que o único ator dos filmes anteriores que estaria retornando, era B.D. Wong (no papel do Dr. Henry Wu). Três dias depois, foi confirmado que o ator francês Omar Sy havia entrado no elenco do longa. Cinco dias depois, foi também confirmado que o ator Jake Johnson (que trabalhou com o diretor Colin Trevorrow em Sem Segurança Nenhuma) faria parte do elenco de Jurassic World. Em 3 de abril, foram anunciados os nomes de Judy Greer, Katie McGrath e Lauren Lapkus para se juntarem ao elenco do longa. Em maio, mais dois atores foram confirmados: o japonês Brian Tee e o norte-americano Andy Buckley.No mesmo dia, foi anunciado oficialmente que a Legendary Pictures seria uma das produtoras e financiadoras do filme, em parceria com a Universal.





    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top