• ÚLTIMAS...

    quarta-feira, 29 de abril de 2015

    MORRE ANTÔNIO ABUJAMRA


    O ator, diretor de teatro e apresentador Antonio Abujamra morreu na manhã desta terça-feira, 28/04/2015 aos 82 anos. O corpo teria sido encontrado por um de seus filhos na casa onde Abujamra morava, em São Paulo. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

    O cineasta Samir Abujamra, sobrinho de Antonio, lamentou a morte em mensagem publicada no Facebook. "Morreu meu ídolo, meu segundo pai, o homem que me fez ser artista.

    Nascido em Ourinhos, no interior de São Paulo, em 1932, ano em que a Revolução Constitucionalista tomou o estado, Abujamra era um artista de muitas facetas, se desdobrando em autor, iluminador, tradutor, ator, diretor teatral e apresentador. Era reconhecido por ser pioneiro a introduzir no Brasil os métodos teatrais de mestres como Bertolt Brecht e Roger Planchon, com quem estudou.

    Formado em filosofia e jornalismo, começou a carreira na plateia, como crítica teatral. Mas, ainda na faculdade, experimentou os ofícios da atuação e da direção. Já no começo, montou "O marinheiro", de Fernando Pessoa, "O caso das petúnias", de Tennessee Williams e "A cantora careca" e "A lição", de Eugène Ionesco, entre outros.

    Mais conhecido como Abu, destacou-se no início dos anos 1960, inserido no panorama teatral paulistano. Na época, estava voltando ao Brasil após passar um período estudando teatro na Europa - passou por Madri, Paris e Berlim -, cheio de projetos. Sua estreia como diretor profissional foi com "Raízes", de Arnold Wesker, no Teatro Cacilda Becker.

    Minha geração guarda este grande ator em pelo menos dois trabalhos. "Festa", um filme nacional com boa passagem pelo cinemas e o eterno papel de Ravengar em "Que rei sou eu."

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top