• ÚLTIMAS...

    50 TONS DE CINZA : BARRACOS



    "Cinquenta Tons de Cinza" pode até ser um filme mais leve do que o esperado, mas a aguardada adaptação do best seller de E.L. James para o cinema tem provocado reações apaixonadas e, no mínimo, peculiares pelos cinemas do mundo. A última vem do Brasil, mais precisamente de Recife (PE).

    Durante a exibição no Plaza Shopping Recife, uma espectadora flagrou seu marido assistindo ao filme, algumas poltronas ao lado, com uma amante e partiu para a agressão. A confusão aconteceu no último dia 24 de fevereiro e foi filmada por vários espectadores que não conseguiram mais assistir filme durante a briga (assista acima a confusão).



    Em um cinema de Glasgow, na Escócia, uma briga foi ainda mais violenta. Três mulheres partiram para cima de um homem com tapas e uma garrafa. O motivo? Ele pedia para que as amigas falassem mais baixo durante o filme. "Os espectadores alegaram que os funcionários do cinema precisaram enxugar o sangue de assentos antes da próxima exibição do filme", relata o Telegraph, no dia 14 de fevereiro.

    "Massacre do Dia dos Namorados"

    No mesmo dia de estreia de filme, um cinema na cidade britânica de Milton Keynes, a 72 km de Londres, precisou ser evacuado durante a exibição de "Cinquenta Tons". Ironicamente, o caso foi chamado pelos tabloides britânicos de "Massacre do Dia dos Namorados".

    Tudo por causa de uma espectadora que bebeu todas antes de entrar na sessão. A descrição da "cena do crime" é forte: "Ela perdeu o controle de tudo, incluindo todos os fluidos corporais. Todo o cinema fedeu", relatou uma fonte ao jornal "Milton Keynes Citizen".

    Demônio e masturbação

    O pastor Edir Macedo também não ficou de fora do burburinho do filme. Em uma "resenha" publicada em seu blog, o dono da Igreja Universal advertiu os fiéis: "Além do tema repugnante, o estilo e a trama pobres fazem do livro uma verdadeira piada ao lado de verdadeiras obras de literatura. Mas os milhões de fãs em todo o mundo e os milhões de dólares gerados não são piada. Como pode um livro que todos consideram horrível se tornar um fenômeno financeiro? É simples: demônios da perversão", disse.

    Sem entrar no mérito do demônio, uma espectadora pagou pela sua perversão e foi detida durante a exibição do filme em Sinaloa, no México. No dia 21, ela foi presa durante a sessão ao ser pega se masturbando na sala.

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top