• ÚLTIMAS...

    SIDNEY LUMET (25/06/1924 - 09/04/2011) MINI-BIOGRAFIA


    Sidney Lumet (Filadélfia, 25 de junho de 1924 — Nova York, 9 de abril de 2011) foi um cineasta estadunidense que dirigiu mais de 50 filmes, entre eles 12 Angry Men (br: Doze Homens e uma Sentença ), de 1957, Dog Day Afternoon (br/pt: Um Dia de Cão), de 1975, Network (br: Rede de Intrigas), de 1976, Prince of the City (br: O Príncipe da Cidade), de 1981 e The Verdict (br: O Veredito ), de 1982, obras que lhe renderam indicações ao Oscar.

    De acordo com a Encyclopedia of Hollywood, Lumet foi um dos mais prolíficos diretores da era moderna do cinema, tendo feito mais de um filme por ano desde sua estreia, em 1957.Foi conhecido especialmente por sua capacidade de atrair os principais atores para seus projetos, "devido à sua economia visual, sua forte direção de atores, narrativas vigorosas e seu uso da câmera para acentuar os temas", de acordo com a Turner Classic Movies. "Lumet produziu um catálogo de obras que só pode ser definido como extraordinário."

    Um dos temas mais constantes durante sua carreira foi a atenção dedicada à "fragilidade da justiça e da polícia, e sua corrupção", segundo o crítico David Thomson. Lumet pode extrair "performances poderosas dos atores principais", e foi uma das figuras mais importantes no cenário cinematográfico de Nova York. Sua sensibilidade com os atores e os ritmos da cidade fizeram dele o "mais longevo descendente americano da tradição neorealista da década de 1950 e de seu compromisso urgente com a responsabilidade ética".

    Lumet começou sua carreira como um diretor teatral , tornando-se posteriormente um diretor de televisão altamente eficiente. Seu primeiro filme foi um de seus melhores trabalhos: uma obra bem atuada e escrita, considerada por muitos um "filme problema", 12 Angry Men (Doze Homens e uma Sentença / Doze Homens em Fúria), de 1957. Desde então, Lumet dividiu suas energias entre outros filmes idealísticos, juntamente com adaptações de peças e romances e comédias de humor negro filmadas em Nova York. 12 Angry Men também lhe tornou responsável por liderar a primeira onda de diretores que fizeram uma transição bem-sucedida da televisão para o cinema. Por ter sido um dos diretores mais constantes e competentes da última metade do século XX, recebeu em 2005 um Oscar honorário por seus "brilhantes serviços aos roteiristas, artistas, e à arte do cinema".

    Faleceu em 9 de abril de 2011 aos 86 anos.

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top